sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Descubra os benefícios para o cérebro de ler à noite

Os benefícios que ler à noite traz para o cérebro incluem o plano psicológico, mas também o físico, já que pode nos ajudar até mesmo a prevenir doenças.


Existem muitos benefícios de ler à noite que são de grande ajuda para o cérebro. Todos sabem que ler é algo bem importante, mas o que há em nosso cérebro? O que a leitura traz que o beneficia?

Devido às tecnologias que muitas crianças já trazem sob o braço desde muito cedo, a leitura está sendo substituída por videogames, por redes sociais e por filmes e séries que não requerem tanto esforço como ler supõe.


A verdade é que, se você não ler com assiduidade, é bem provável que leve mais tempo em terminar um livro. Isso se deve à falta de prática. No entanto, tudo é questão de se esforçar.

Ler à noite ajuda a memorizar

Certamente em sua época de estudante, ou se você se encontra nela neste momento, você escutou que ler à noite é bom para que os conceitos que está estudando se fixem melhor. Você pode ter levado isso a sério ou não. Mas, o que há de certo nesta afirmação?

Sabe-se que o cérebro, durante a noite, trabalha mais do que nunca. Por que isso ocorre? Porque nós estamos descansando, dormindo, por isso que toda a energia pode se centrar neste órgão.

Se lemos antes de dormir, todos os conceitos se fixarão muito melhor. Logo, ler durante a noite melhora nossa memória. O cérebro se encarrega de reter a informação importante durante a noite.

Se você tentou fazer isso, certamente comprovou por si mesmo. É verdade! Além disso, muitas pessoas se concentram melhor de noite. Logo, aproveitar e ler algo útil será bem benéfico.

Supõe exercício para o cérebro

Outro dos benefícios de ler à noite é que exercitamos o cérebro. Assim como podemos fazer exercício físico para desfrutar de um corpo mais saudável e flexível, também podemos exercitar o cérebro para desfrutar de uma memória melhor e de uma maior rapidez de resposta.

Quando lemos antes de dormir, nosso cérebro está trabalhando. Como temos que nos concentrar na leitura, se o que buscamos é nos informar sobre o que estamos lendo, e como os conceitos se fixarão melhor quando estamos dormindo, nosso cérebro trabalhará.


Como a leitura supõe treinamento para o cérebro? Nos ajuda a ter uma maior facilidade para responder rapidamente. Isso pode nos ajudar muito quando estamos falando em público e surja algo inesperado e tenhamos que reagir.

No entanto, o exercício para o cérebro irá ajudar a melhorar nossa inteligência. Pense que, ao ler, nosso cérebro tem que pensar muito, potencializando a imaginação. Isso pode nos ajudar também a sermos mais criativos.

Previne determinadas doenças graves

O último dos benefícios de ler à noite é que podemos prevenir doenças graves. Pois, quando a leitura se converte em um hábito, nos beneficiamos de tudo o que já falamos até o momento.

Isso pode jogar a nosso favor caso tenhamos alguma predisposição a sofrer Alzheimer, por exemplo. Pois, o fato de exercitar o cérebro e potencializar nossa memória fará com que fiquemos mais protegidos ante esta possível doença.

O que ocorre no caso de desenvolvermos a doença de Alzheimer? Mesmo que, por mais que prevenimos, algumas coisas são inevitáveis, porém o hábito da leitura pode fazer com que a doença se atrase e que avance em um ritmo lento uma vez que se manifeste.

Como podemos ver, são vários benefícios para o cérebro de ler à noite. É uma parte do dia na qual vamos descansar e que melhor do que nos deleitar com uma leitura que nos apaixone antes de dormir. Isso também pode nos ajudar a conciliar o sono.

No entanto, te animamos a ler em qualquer hora do dia. Caso você goste de ler mais durante o café da manhã, no meio da manhã ou durante a tarde. Faça-o! Poderá seguir aproveitando alguns dos benefícios de ler à noite, ainda que não sejam todos…
Lembre-se de que à noite o cérebro trabalha mais e está mais preparado para se beneficiar da leitura que faremos antes de dormir. No entanto, ler em outro momento do dia também tem muitos benefícios positivos.
 Fonte: Melhor com Saúde

4 razões pelas quais você não deve deixar de dançar

Mais além dos benefícios que nos oferece no plano físico, dançar também pode ser muito adequado para cuidar de nossa memória e inclusive para favorecer diferentes conexões hormonais.


Dançar é uma das práticas que nos faz sentir completamente vivos como seres humanos. Quem não experimentou a imensa alegria que um bom passo de dança em uma festa proporciona? E inclusive em casa ou no banheiro!

Não importa se é feita completamente sozinho ou com alguma companhia. Dançar é um verdadeiro sinônimo de diversão e harmonia entre o corpo e o lugar onde nos dispomos a dançar.

A principal característica desta é que qualquer tipo de pessoa pode praticar. Por isso, não importa em que parte do mundo nos encontremos, sempre haverá a forma de desfrutá-la, de uma ou outra maneira.

A dança é considerada como uma atividade cultural e social arraigada ao ser humano desde tempos imemoráveis. De fato, as primeiras pessoas a viver no mundo se apoiavam na dança para realizar diversos rituais.

Através da história ela evoluiu para se transformar no que é agora. Cabe destacar que, a dança se divide em diferentes tipos e a maioria têm origem em diferentes regiões do planeta.

Porém, graças à globalização e outro tipo de conhecimentos, todos podem praticar a dança de acordo com os gostos relativos de cada pessoa.

Porque não devemos parar de dançar?

Chega de tanta história. O divertido da dança é praticá-la, vivê-la em carne própria. Porém, não é demais saber porque o fazemos, mais além da diversão e da alegria.

Com base nisto vamos expor uma série de razões para não deixar de praticar. Não perca!


1. O coração sai fortalecido

Uma das atividades físicas mais recomendadas pelos profissionais médicos é a dança. Fazer esforço físico é extremamente relevante para o bem-estar do organismo, devido ao aumento do ritmo cardíaco.

 
  • É aqui onde entra em jogo a dança. Sua recomendação gira em torno de uma infinidade de benefícios que traz para o sistema cardíaco.
  • Fazê-lo de forma regular contribui para a prevenção de doenças coronárias e periféricas. Por outro lado, também se encarrega de fortalecer as artérias e veias.
  • Por último, ao melhorar o estado deste sistema, a oxigenação do organismo em geral é favorecida consideravelmente.

2. Melhora a memória

Os problemas de memória começam a se tornar visíveis com o passar do tempo e também pelos maus hábitos.

Por tal razão devem se refugiar em atividades que evitem os efeitos nocivos. Uma delas é o exercício físico, e a dança surge em primeiro lugar para exercer esse esforço.

  • Não só pelo incremento da oxigenação, mas sim pela diversão que ela favorece. A dança é uma forma excelente de proteger a saúde do cérebro.
Em conclusão, uma grande razão para não deixar de praticar esta excelente alternativa é a melhora da memória e a contribuição para realizar diferentes tarefas ao mesmo tempo.

3. Alivia o estresse

Sobre a felicidade e a diversão, foram feitas muitas referências ao longo do artigo, as quais podemos obter a partir da dança.


Para tirar qualquer dúvida, basta observar a atitude e o rosto das pessoas que praticam dança com regularidade.

A música presente em cada dança convida as pessoas a se moverem, sim ou sim. Os ritmos se apoderam das extremidades e do tronco (está claro que, depende dos gostos musicais, por isso, há para todo tipo).

A parte disso, cada movimento se encarrega de estimular a função hormonal, especificamente das endorfinas e da serotonina, as quais favorecem a felicidade.

Esta se encarrega de mitigar a ansiedade, a inquietude, o pensar excessivo e, por conseguinte, o estresse também vai sendo diluído.

4. Ajuda as capacidades físicas

As capacidades físicas são um pilar importante no desenvolvimento humano, e são determinantes desde o nosso nascimento até a morte. O problema é que algumas delas começam a se perder com o passar do tempo, para não dizer que todas.

Em si, estas devem ser trabalhadas ou potencializadas com a finalidade de torná-las um pouco mais duradouras.

Quais são estas capacidades?
As capacidades físicas se dividem em dois grandes grupos:
Capacidades físicas condicionantes
  • Força.
  • Velocidade.
  • Resistência.
  • Flexibilidade.
Capacidades físicas coordenadas
  • Ritmo.
  • Adaptação.
  • Equilíbrio.
  • Orientação.
  • Sincronização.
  • Reação.
  • Diferenciação.
Dançar com regularidade favorece todas estas, mas em especial o equilíbrio, a coordenação, a orientação e a flexibilidade. Tudo dependerá, está claro, do tipo de dança praticada.
Imagem principal oferecida por © wikiHow.com
 Fonte: Melhor com Saúde

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Dois braços com dedos cresceram no peito dessa garota de 14 anos, restos de um irmão gêmeo

Veronica Cominguez é uma adolescente de 14 anos com uma condição médica muito peculiar: dois braços extras com dedos pendurados crescendo em seu peito.

A garota, que vive em Iligan, nas Filipinas, já nasceu com os membros e um tronco de forma oblonga na barriga, restos de um irmão gêmeo que não se desenvolveu adequadamente e se tornou um parasita em seu corpo.


Agora, ela finalmente receberá ajuda médica. Com colaboração do governo filipino, amigos e moradores da região conseguiram angariar fundos para que Veronica viajasse para a Tailândia para remover cirurgicamente as partes extras de seu peito.

Vida complicada

A mãe de Veronica, Flora Cominguez, disse que sua família tem histórico de gêmeos. Quando estava grávida, ela não foi adequadamente acompanhada por um médico, mas sentia que esperava duas crianças. Até tinha dois nomes para os bebês.

Infelizmente, um deles não se desenvolveu completamente. Veronica passou toda a sua vida convivendo com o parasita.


“Quando eu era pequena, eu achava que era só um pé. Mas conforme eu cresci, ficou maior. É pesado, limita meu movimento. Continua balançando. Minha roupa geralmente fica molhada”, contou a garota. Ela inclusive limpa seu “gêmeo” e até corta suas unhas.

Segundo Flora, um líquido costuma escorrer do umbigo de Veronica, e sangue está às vezes presente na secreção.

Operação

Conforme relata o médico de Veronica, Dr. Beda Espineda, cirurgião pediátrico do Centro Médico Infantil das Filipinas, os membros extras podem ser removidos através de uma operação simples.

 “A maioria dos casos como o dela podem ser removidos. Geralmente, as estruturas do corpo envolvidas não são vitais. A maioria está apenas ligada à pele ou aos ossos”, explicou.

 Veronica deve voar para a Tailândia nas próximas semanas para passar pelo procedimento. Um porta-voz do governo local fez a seguinte declaração: “Esperamos que ela viva uma vida normal e saudável depois disso. Não tem sido fácil para ela, mas Veronica é uma garota muito sensata, inteligente e madura. É uma aluna maravilhosa. Todos estamos muito satisfeitos por ela poder fazer uma operação em breve”. [Mirror]

Fonte:  https://hypescience.com/  Por Natasha Romanzoti

Ser saudável: 25 maneiras fáceis e rápidas de adotar um novo estilo de vida

Os comportamentos perigosos à saúde parecem ter aumentado nas últimas décadas, ainda mais com a oferta de alimentos gordurosos e a falta de exercícios. Se quiser melhorar seu bem-estar físico e mental de forma rápida e simples, confira as dicas abaixo:

Para ser saudável, comece segurando e puxando seus dedos dos pés
“Isso aumenta a circulação depois que seus pés ficaram apertados em sapatos o dia todo”, explica Michele Summers Colon, podóloga em El Monte, Califórnia (EUA). “Sem uma boa circulação, os músculos e os nervos em nossos pés não funcionam corretamente, e podem causar dor nos joelhos, quadris e costas”.

Lave a roupa de cama com frequência
Os ácaros da poeira, um gatilho para alergias graves, gostam de morar em sua cama. Expulse-os lavando seus lençóis e fronhas toda semana em água quente. Também pode ser uma boa ideia usar colchões e capas projetados para manter os ácaros longe.

Ligue a saída de ar acima do seu assento quando estiver em um avião
“Eu voo duas vezes por semana”, conta o Dr. Travis Stork, médico de emergência. “Parte da razão para eu continuar saudável é por ser consciente de todos os germes que ficam em aviões. Eu ligo a ventilação de ar e a angulo de forma que sopre para baixo na frente do meu rosto. Esse ar filtrado cria uma barreira para evitar que germes ao redor da cabine entrem em meu nariz ou boca”.

Vacine-se
Além da vacina contra a gripe anual, adultos deveriam vacinar-se contra tétano, difteria e coqueluche – essa última, também chamada de tosse convulsa, é uma doença respiratória particularmente perigosa. Nos EUA, os casos de coqueluche subiram cerca de 137% desde 2000. “Para a maioria dos adultos, significa uma tosse horrível, mas em crianças, pode ser pior”, fala a Dra. Ana Pantoja, médica da Califórnia (EUA). “Então, se você tem filhos ou convive com crianças, é essencial se vacinar”. Mesmo que você tenha tomado essa vacina quando criança, sua eficácia pode se desgastar. Tétano também exige um reforço a cada 10 anos.

Sem calcinha/cueca
Ficar sem calcinha ou cueca de vez em quando (por exemplo, na hora de dormir) não faz mal; pelo contrário, especialmente se você é propenso a infecções do trato urinário. “Não vestir roupas – ou apenas as de algodão – permite que órgãos genitais externos sequem e reduz o crescimento de bactérias que poderiam entrar pela uretra e causar uma infecção da bexiga”, explica Sherry Thomas, ginecologista.

Mantenha informação útil sobre sua saúde com você
Coloque um cartão em sua carteira ou bolsa que liste todas as alergias que você tem e os medicamentos que você está tomando, para o caso de você acabar em uma sala de emergência por conta de algum incidente, incapaz de falar por si mesmo. “Poderia salvar sua vida”, afirma o Dr. John M. Kennedy.

Abaixe o volume
MP3 players podem criar um som de até 120 decibéis – volume suficiente para causar perda de audição ao longo do tempo. “Siga a regra dos 60/60: mantenha o volume vindo através de seus fones de ouvido para não mais do que 60% do máximo, por não mais do que 60 minutos por dia”, diz James Foy, médico osteopata.

As 5 próximas dicas nutricionais são de alimentos para começar bem seu dia, com uma café da manhã saudável:

Linhaça
Adicione uma colher de sopa de semente de linhaça moída em uma tigela com farinha de aveia: isso vai aumentar suas gorduras ômega-3, que protegem e impulsionam o cérebro.

Pistache
Adicione pistache picado em sua torrada para ganhar fitoesteróis, que baixam o colesterol.

Bagas
Coloque uma cobertura de meia xícara de geleia de bagas (como framboesa e mirtilo) em suas torradas, panquecas e waffles para obter mais de 20% das suas necessidades diárias de vitamina C.

Açafrão
Coloque uma pitada de açafrão moído em ovos mexidos para obter antioxidantes que combatem o câncer.

Homus
Coma um pão de grãos integrais com 2 colheres de sopa de homus, alimento embalado com fibras e proteínas.

Limpe e troque sua esponja de lavar louça
“Este é o objeto mais cheio de germes em sua casa”, afirma o Charles Gerba, microbiologista da Universidade do Arizona em Tucson (EUA). “Cerca de 15% das esponjas contêm bactérias que podem fazer-lhe mal”. Então, as atire na máquina de lavar uma vez por semana, ou as coloque úmidas em um micro-ondas por 30 segundos.

Verifique sua pele mensalmente
“Faça uma verificação da pele do seu corpo inteiro uma vez por mês em uma sala bem iluminada”, aconselha o Dr. Joshua Zeichner, diretor de pesquisa estética e clínica no Mount Sinai Medical Center, em Nova York (EUA). “Pegue um espelho de mão, se você tiver um. Peça a um membro da família para verificar suas costas se você não consegue. Procure por manchas ou verrugas novas, ou por antigas que mudaram ou aumentaram”. Se encontrar algo, vá a um dermatologista. “Eu também recomendo uma visita ao médico anual – duas vezes por ano, se você tem histórico pessoal ou familiar de verrugas e manchas. Detecção precoce é fundamental no tratamento de câncer de pele”, explica. Esse é o câncer mais comum em mulheres.

Coma cenouras
A cenoura atualmente é o alimento favorito dos nutricionistas, graças ao seu alto teor de vitamina A – apenas meia xícara tem quase o dobro da quantidade que você precisa para ter olhos saudáveis.

Use um rastreador de passos ou aplicativo de exercícios físicos
Estudos mostram que as pessoas que usam um dispositivo que controla o número de passos que dão a cada dia se exercitam mais do que aquelas que não usam.

Teste seu colesterol
Muitos não sabem que têm colesterol alto, mas deveriam: esse é um fator de risco para doenças cardíacas. Mesmo pessoas magras podem ter colesterol elevado.

Adapte-se ao horário de verão
Quando chega o horário de verão, a hora perdida pode ter um efeito maior em nossos corpos do que poderíamos pensar. Podemos nos sentir cansados, e pode levar de dois a cinco dias para nos adaptarmos. “Obtenha mais luz solar o mais rápido possível, abrindo cortinas da janela, e tome café para ajudar a ressincronizar o relógio do corpo”, diz o Dr. Meir Kryger, professor de medicina na Universidade de Yale (EUA).

Fique confortável
Dormir bem é essencial. Se estiver em hotéis, mantenha uma iluminação suave e leve pijamas confortáveis. Em aviões, feche as janelas e vista uma máscara de olhos e fones de ouvido ou tampões.

Acalme-se
Se sua mente fica agitada antes de dormir, respire longa e profundamente. É preciso de prática, mas se você fizer isso regularmente, seu corpo aprenderá a relaxar.

Desligue o telefone
Se você não anda dormindo bem, programa-se e desligue seu telefone. Caso precise dormir em um horário não convencional, alerte amigos e familiares para evitar chamadas e mensagens de textos desnecessários.

Pule 25 vezes
Está estressado? Mova seu corpo, não importa o quão brevemente, para parar a resposta ao estresse em seu início e “mudar o canal” do seu humor.

Brinque com seu cachorro
Animais de estimação são uma ferramenta comprovada que afasta o estresse.

Faça um chocolate quente
Pesquisas, incluindo um estudo publicado no jornal Appetite, mostram que até mesmo um pouco de chocolate pode impulsionar o seu humor quase imediatamente.

Vá para fora
“O ar fresco é cheio de íons negativos [que, apesar do nome, nos fazem sentir bem], o que pode aumentar o fluxo de oxigênio para o cérebro”, diz Kathleen Hall, fundadora do Instituto Estresse em Atlanta (EUA). “Se puder, combine-o com o exercício, como uma caminhada rápida, pois atividade estimula endorfinas e dá energia”, conclui.[CNN]

Fonte: https://hypescience.com - Por Natasha Romanzoti

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Crianças desobedientes: o que podemos fazer com esta situação?

O comportamento de seu filho te preocupa? Se seu pequeno ignora suas ordens, é momento que haja para solucionar o problema. A desobediência pode ser corrigida com comunicação e estratégias adequadas. Eduque a seu filho e consiga uma boa relação entre vocês.



A infância da criança é um dos momentos mais felizes e mais desafiantes para todo pai. Pois são muitas as etapas, desafios e mudanças que devem enfrentar juntos, mantendo o respeito, a confiança e a comunicação pai e filho.


Agora, no caso de crianças desobedientes as complicações podem ser ainda maiores. Suas atitudes são mais complicadas de manejar e se requer muita paciência e disposição para poder corrigi-las de forma eficaz.

Como são as crianças desobedientes?

Para identificar como é uma criança desobediente, deve estar atento ao seu comportamento. Por exemplo, se começa a ignorar suas ordens, o mais provável é que esteja passando por uma fase de sua vida em que quer medir até onde é capaz de chegar para conseguir o que quer.

Este ponto nos leva a tomar decisões em que só querem bater de contra. Situação que se produz, em muitos casos, quando a criança é criada em um ambiente autoritário. Normalmente, se cansa de sempre seguir ordens e começa a se revoltar perante os pais.

Isto os irrita facilmente e os motiva a gerar uma estreita relação entre a desobediência e a rebeldia infantil com a finalidade de se mostrar como uma figura de poder que também quer ser ouvida. As crianças rebeldes costumam ter atitudes que te permitem identificar quando está sendo mal criado e neutralizá-las a tempo.

Ignore suas ordens

O não cumprimento dos deveres é um sintoma claro nas crianças desobedientes. Neste caso procura exercer uma pequena figura de poder capaz de quebrar com as regras que deve cumprir. Uma criança não obedecer pode ser consequência de múltiplos fatores. Por exemplo, conflitos entre os pais, transtornos do sono, divórcio, dificuldades nas habilidades sociais, hiperatividade, etc.

Porém, é importante reconhecer a quem desobedece a criança. Muitas vezes isso é um indicador para saber porque ela está desobedecendo e desta maneira atacar o problema de forma eficaz.

Não desempenha seus deveres

Existe a possibilidade de que como pais seja excessivamente condescendente. Talvez com a intenção de se fazer amigo de seu filho para gerar maior confiança entre vocês. Isso costuma produzir um fato improdutivo e faz com que seu filho perca o respeito a você e comece a não cumprir com seus deveres.


Seu filho deve ver em você uma figura de autoridade a quem deve respeitar sempre e quando suas ordens forem para bem. Por melhor que seja a relação que tenham, deve fazer com que ele cumpra com seus deveres na escola e em casa. Tudo isso sem deixar de lado os valores que são inculcados e fomentam dia a dia.

Mente para você

Mentir é uma atitude muito comum nas crianças. Porém, deve atacar esta atitude a tempo já que pode ir desde muito cedo até quando for maior e gerar problemas futuros. Neste ponto é relevante que fale com seu filho, já que nessa idade vai se criando características na personalidade da criança e que, provavelmente, vão se manter até sua juventude e que podem gerar problemas mais a frente.

O que podemos fazer para corrigir a uma criança desobediente?

Identificar quais são os comportamentos mais comuns em uma criança desobediente é sumamente importante para corrigi-lo a tempo. Porém, te daremos uns conselhos par corrigir a desobediência de qualquer criança.

Matricule-a em atividades esportivas ou artísticas

Muitas vezes seu filho tem muita adrenalina e tensão no corpo devido a monotonia de permanecer sempre sob regras. Sua maneira de manifestar isso é sendo uma criança desobediente. Portanto, matriculá-la em atividades esportivas ou artísticas que lhe chamem a atenção não só ajuda a liberar todo o estresse que pode chegar a acumular, mas também cria hábitos e disciplina.

Tirar privilégios quando desobedecer

Tirar privilégios quando se comportar como uma criança desobediente te ajudará a corrigir as condutas inadequadas.


Privá-la coisas que gosta ou a entretém pode ser efetivo na hora de melhorar seu comportamento. Mas não a castigue sem explicação alguma. Fale com ela e faça-a entender que todo ato tem suas consequências. Faça-a pensar muito bem as coisas antes de fazê-las, pois isso a ajudará por toda a vida.

Comunicar como sua obediência faz com que você se sinta

Repreender vai muito além de castigar a criança ou proibir que faça algo que gosta. Repreender é dizer como a atitude dela faz com que você se sinta e explicar como não ser obediente prejudica cada etapa de sua vida. É importante também fazer diferença entre obediência e submissão. Ensiná-la que seguir as normas é importante para manter boas relações pessoais, familiares e sociais.

Fazer a criança desobediente saber que seu comportamento te afeta e que te preocupa causa um vínculo familiar maior. A criança entende por si só que suas atitudes afetam a um ser querido e automaticamente as reprime por instinto de proteção.

Conclusão

As crianças desobedientes são mais comuns do que se possa imaginar, assim que, não se alarme. Além disso, não é complicado corrigir este problema. Seguindo alguns conselhos, conhecendo dia a dia seu filho, ouvindo-o e falando com ele, poderá resolver a desobediência e qualquer outro inconveniente que se apresente.
Como pai, diante destas situações, deve manter a calma e não tomar ações por impulsos. Apesar de sabermos que a desobediência costuma ser frustrante, o melhor é enfrentar este tipo de problemas com uma boa comunicação e estratégias favoráveis para ambos.

Fonte: Melhor com Saúde

O que a OMS diz a respeito da carne em relação ao câncer?

Ainda que não seja possível identificar com precisão as causas das pessoas serem mais propensas do que outras a desenvolver alguns dos cânceres que existem, diversos estudos científicos determinam que a genética, assim como elementos ambientais específicos e de conduta são os principais fatores que influenciam na alteração das células de nosso corpo.


Quando seus pais ou alguns parentes desenvolvem algum tipo de câncer como o de mama e o de cólon, você poderia herdar uma predisposição a esta doença. Porém, é necessário que tenha claro que ainda que esteja em sua genética, não significa que o desenvolverá.

Ainda, também existem agentes ambientais e de conduta que podem causar estas alterações cancerígenas em nossas células.

Dentre elas o vício ao cigarro, álcool ou se expor a componentes químicos como a fumaça do cigarro ou a radiação, como a ultravioleta procedente da luz do sol.
O Instituto Nacional de Câncer (INCA) descreve o câncer como um conjunto de doenças vinculadas, nas quais certas células que compõem o corpo começam a crescer e se multiplicar de maneira descontrolada e sem interrupção, o que permite a formação de massas que se conhecem como tumores.

Carne vermelha e carne processada

A OMS classifica como carne vermelha a todo o tecido muscular que provém de mamíferos tais como:
  • Vaca
  • Boi
  • Porco
  • Cordeiro
  • Cabras
  • Cavalos
Por sua vez, define as carnes processadas como todas aquelas que uma vez que são separadas do animal são transformadas. Isso por meio de processos como:

  • A salga
  • A cura
  • A fermentação
  • A defumação
Em sua maioria, as carnes processadas provêm de animais como a vaca e o porco. Porém, também vêm de aves, subprodutos da carne como o sangue, miúdos e carnes vermelhas. Alguns exemplos claros destas carnes são:
  • Salsichas
  • Presunto
  • Carne em conserva
  • Desidratação ou seca
  • Carne em lata
  • Molhos a base de carne

A carne em relação ao câncer, estudo da OMS

Um estudo realizado pela OMS revela que, ainda que os indícios de que o consumo das carnes vermelhas influencia no desenvolvimento do câncer colorretal sejam limitados, este agente se inclui dentro do grupo 2A, o que se descreve como “provavelmente cancerígeno para os humanos”.

Por outro lado, esta instituição explica que o alto consumo de carnes vermelhas pode sim causar câncer nas pessoas. Por consequência, incluíram este agente dentro do denominado grupo 1, “cancerígeno para os humanos”.

“Esta classificação está baseada em evidências suficientes a partir de estudos epidemiológicos que mostram que o consumo de carne processada causa câncer colorretal”, cita tal informe.

Dado importante

É necessário que tenha claro que incluíram o consumo prolongado e contínuo de carnes processadas no grupo 1. Isso devido à evidência de que esse risco possa existir e não pela estimativa do nível de perigo que há.

Riscos de carne versos câncer

Segundo estimativas do Projeto Carga Global de Doença, a OMS assegura que as dietas ricas em carnes processadas são responsáveis por aproximadamente 34.000 mortes anuais por câncer a nível global.

Do mesmo modo, afirmam que a ingesta de carnes processadas é uma causa do câncer colorretal, além de que se observa uma vinculação com o câncer de estômago. Ainda que a evidência não seja totalmente conclusiva, afirmam.


Adicione que ao ingerir uma porção de 50 gramas de carne processada diariamente, aumenta-se o risco de desenvolver câncer colorretal em aproximadamente 18%.

Tudo está no equilíbrio

Procurando uma resposta na luta carne versus câncer, a Organização Mundial da Saúde ratificou a recomendação que realizaram no ano de 2002. Ali aconselharam diminuir e moderar o consumo de carne processada para reduzir o risco de câncer colorretal.

Isto sustentado nas provas científicas que foram avaliadas por seu órgão intergovernamental, o Centro Internacional de Investigações sobre o Câncer (CIIC). Ali trabalharam 22 especialistas procedentes de 10 países, os quais analisaram mais de 800 pesquisas diferentes sobre o câncer nos seres humanos.

Alguns destes trabalhos proporcionaram dados sobre os dois tipos de carne, 700 análises epidemiológicas ofereceram dados sobre a carne vermelha e mais de 400 sobre a carne processada.


Depois de revisar a informação, a melhor recomendação é regular o consumo destes produtos. Daí a importância de uma dieta balanceada, que ofereça ao corpo todos os nutrientes que precisa. Diante de qualquer dúvida, consulte um especialista em nutrição.

Desta maneira, trabalhará com uma dieta pensada nas necessidades particulares de seu organismo. Assim, terá um processo desenvolvido especialmente para cumprir seus objetivos.

Fonte: Melhor com Saúde