segunda-feira, 20 de novembro de 2017

10 dicas para queimar mais calorias sem fazer exercícios

Você sabia que um dos segredos para queimar mais calorias é não eliminar todas as gorduras da alimentação? Devemos saber diferenciar aquelas que podem nos ajudar a alcançar nosso objetivo, como o óleo de coco.
O primeiro conselho que ouvimos quando perguntamos como queimar mais calorias é o de fazer exercícios.


Praticar alguma atividade física é uma maneira excelente de aumentar o gasto energético e melhorar nossa motivação e humor para perder peso de forma saudável.

No entanto, também há outras maneiras naturais de conseguir fazer isso.
Descubra neste artigo as 10 dicas mais importantes para queimar mais calorias sem fazer exercícios e saiba como perder peso com mais rapidez e facilidade.

Como queimar mais calorias?

Há muitas pessoas que têm dificuldade para perder peso. Também há outras que conseguem emagrecer com muitos esforços e sacrifícios, mas querem alcançar seus objetivos com mais facilidade.

Para todas elas propomos 10 dicas que se baseiam na alimentação e nos bons hábitos.

Deste modo, não somente conseguiremos perder peso mais rápido, mas também melhoraremos a nossa saúde, o que nos fará sentir cheios de energia e otimismo.

1. Beber água

Beber água acelera o metabolismo, que é o encarregado de regular o gasto energético, ao mesmo tempo em que nos ajuda a eliminar líquidos e toxinas de nosso organismo.

Por este motivo é nossa primeira dica para queimar mais calorias e perder peso com mais facilidade.

Devemos beber dois litros de água divididos ao longo do dia, sempre em jejum e fora das refeições, para que tenha o efeito que buscamos.

2. Não reduzir as calorias

A maneira de queimar mais calorias não consiste em reduzir a ingestão de calorias.

As dietas hipocalóricas acostumam nosso corpo a gastar menos energia, de modo que será ainda mais difícil perder peso e, além disso, sofreremos do temido efeito rebote quando pararmos a dieta.

3. Escolher bem as gorduras

Ao contrário do que imaginávamos, há gorduras que são saudáveis e recomendadas para perder peso.

Há algumas que ativam o metabolismo e cumprem funções em nosso organismo em vez de se acumular nas diferentes partes de nosso corpo.
Estas gorduras são as seguintes:
  • Peixes azuis
  • Gema de ovo
  • Abacate
  • Oleaginosas
  • Sementes
  • Azeites de primeira prensa (oliva, óleo de coco, gergelim, linhaça)
  • Ghee ou manteiga clarificada

4. Caiena para os ensopados

A pimenta caiena é um excelente remédio para queimar mais calorias e mais gorduras sem nenhum esforço.

Devemos procurar adicioná-la à nossa dieta de maneira progressiva, já que caso contrário poderia nos causar incômodos gástricos.

Podemos incluí-la em todo tipo de ensopados, sopas, carnes, peixes, etc.

5. Chá de gengibre

O gengibre é, assim como a caiena, um excelente ativador do metabolismo que devemos incluir em nossa alimentação.


Além disso, ele melhora nossa digestão e favorece a eliminação de líquidos, motivo pelo qual não pode faltar em nenhuma dieta com o objetivo de perder peso.

Podemos preparar um chá de gengibre com um pouco de limão e adoçado com estévia, e tomar ao longo do dia, seja gelado ou quente.

6. Óleo de coco

O óleo de coco extravirgem é uma das gorduras saudáveis sobre as quais comentamos no ponto 3.

Este óleo vegetal aumenta nossa capacidade de queimar mais calorias e, além disso, favorece a eliminação de gordura na região da cintura.

7. Alimentação rica em vegetais

Os vegetais têm a particularidade de que nosso corpo gasta mais calorias para digeri-los do que eles contêm.
Por este motivo, recomendamos manter uma dieta rica em vegetais, crus e cozidos.

8. Fazer várias refeições ao dia

Fazer várias refeições ao dia é um bom conselho para quem quer aumentar o gasto energético e também para aquelas pessoas que sofrem com o fato de passar fome durante uma dieta.

Deverão ser refeições que nos saciem, mas que não nos encham completamente.

9. Cuidado com os estimulantes

Os estimulantes como a cola e o café também ativam o metabolismo.
No entanto, devemos ser conscientes de seu alto poder excitante, que pode nos causar nervosismo, ansiedade, taquicardias ou insônia se nos excedermos na dose.
Muitos suplementos para perder peso incluem uma alta dose de cafeína entre seus componentes.

10. Bom descanso, nem muito nem pouco

Dormir bem é imprescindível para alcançar nosso objetivo. Por dormir bem nos referimos a descansar o suficiente, o que nosso corpo precisa.

Se dormirmos pouco iremos alterar nosso sistema nervoso e notaremos um aumento do apetite pela falta de energia.

Por outro lado, se dormirmos demais, reduziremos a velocidade de nosso metabolismo, queimaremos menos calorias e nos sentiremos cansados com mais facilidade.

Imagem principal cortesia de © wikiHow.com

Fonte: Melhor com Saúde

Técnica de “vaporização vaginal” é a nova febre entre as mulheres; o método promete curar e prevenir doenças

Já ouviu falar em “sauna íntima”? Trata-se de uma prática de “ginecologia natural” que ficou conhecida após a atriz Gwyneth Paltrow se declarar adepta.

 Basicamente, o método consiste em sentar-se em uma espécie de trono enquanto ervas aromáticas são fumegadas para dentro da vagina. A ideia é que o poder medicinal das ervas promova benefícios energéticos e físicos na região genital, de acordo com informações da bióloga Karlla Patrícia.

De acordo com a especialista em ginecologia natural, Bel Saíde, embora ainda não haja estudos que comprovem ou refutem a eficácia do método, ela afirma que ele de fato ajuda a amenizar inflamações, promove a limpeza uterina e ajuda em tratamentos para engravidar. No entanto, há algumas restrições para mulheres grávidas e que fazem uso de DIU.

As ervas mais recomendadas para o tratamento de vaporização vaginal são:

– Camomila: que ajuda a acalmar os tecidos vaginais e é ideal para infecções íntimas;

– Artemísia: auxilia o fluxo menstrual e alivia os sintomas da TPM;

– Alecrim: potencializa a circulação sanguínea na região genital, consequentemente aumentando a fertilidade.


Segundo Saíde, ainda não foram relatados problemas com a técnica e, portanto, dificilmente ela faria mal à saúde da mulher. No entanto, deve-se sempre prestar atenção ao uso de recipientes esterilizados e controle adequado de temperatura, para que não haja problemas de infecções ou queimaduras.

Embora a técnica esteja se tornando popular, a maioria dos médicos ainda é cética. Segundo o ginecologista Paulo Gallo, diretor-médico do Vida (Centro de Fertilidade da Rede D’Or), a sauna íntima é uma grande “bobagem” sem embasamento científico. Ele argumenta ainda que o útero não precisa de limpeza, já que é capaz de se limpar sozinho mês a mês, quando se renova para receber um potencial embrião. Logo, quando não ocorre a fecundação, há a descamação do mesmo, que é vista por meio da menstruação.

[ Diário de Biologia ] [ Fotos: Reprodução / Diário de Biologia ]
Via Jornal Ciência

Poluição está ligada a risco de infarto, mas ter um certo tipo sanguíneo pode te proteger

Liya Graphics/shutterstock
Não somente o lugar onde você vive, mas também seu tipo sanguíneo pode ser fator determinante de como a poluição altera o seu coração. É o que aponta um estudo realizado pelo Intermountain Medical Center Heart Institute, nos Estados Unidos.

Tipo sanguíneo tem relação com problemas no coração

De acordo com os pesquisadores, um gene que só pode ser encontrado nos tipos de sangue A, B e AB foi associado a um risco elevado de ataque cardíaco durante períodos de poluição atmosférica significativa, enquanto que as pessoas com sangue tipo O apresentam menor risco.

Os cientistas analisaram dados de pacientes entre 1993 e 2007 e identificaram que um grupo de pessoas sofreu um episódio de síndrome coronariana aguda correspondente a uma exposição de curto prazo a altos níveis de poluição.

Ao cruzarem os dados, eles descobriram que os portadores de sangue A, B e AB tinham risco maior de problemas cardíacos durante altas concentrações de poluição em comparação com quem tinha sangue O.

Não é a primeira vez que os tipos de sangue foram associados a problemas cardíacos. Um outro trabalho científico feito com 1,3 milhão de pessoas também descobriu que aquelas que eram portadoras do tipo de sangue O apresentaram menores riscos de eventos cardiovasculares, incluindo ataques cardíacos e acidente vascular cerebral (AVC).

Fonte: VIX-  Escrito por Paulo Nobuo

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Doença que afeta Simaria é mais comum em crianças e jovens e pode irritar cordas vocais

Simaria/Instagram
A cantora Simaria teve um problema de saúde que a fez cancelar seis shows com sua parceira, Simone. Segundo a assessoria de imprensa da dupla, a sertaneja enfrenta uma infecção aguda das vias aéreas superiores, cujo tratamento exige repouso. Entenda:

Simaria teve infecção aguda de vias aéreas superiores

Raphael Castello/AgNews
De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, Fernando Lundgren, a infecção pode atingir pessoas de quaisquer idades, mas costuma ser mais comum em crianças e jovens adultos.


Ela acomete o conjunto das vias aéreas superiores, que inclui nariz, faringe, laringe e seios paranasais - cavidades do rosto que têm contato com o ar respirado. 

Puwadol Jaturawutthichai/Shutterstock

O médico explica que o problema de saúde de Simaria provavelmente foi causado pela agenda corrida de shows e eventos, a qual aumenta a exposição a situações prejudiciais ao sistema respiratório.

"Mudanças bruscas de temperatura ou umidade do ar, aglomeração de pessoas e inalação de fumaça e poluição ocasionam alterações nas vias aéreas que fragilizam o sistema de defesa e propiciam ataques alérgicos, virais ou bacterianos", ressalta.

O problema pode originar dois quadros inflamatórios: a rinossinusite, que acomete o nariz e os seios da face, e/ou a rinolaringite, que é a inflamação das mucosas do nariz e da laringe.

Sintomas

O problema se manifesta por sinais inespecíficos como:
  • Tosse
  • Mal-estar
  • Desconforto respiratório
  • Dificuldade em respirar pelo nariz
  • Dor de garanta
  • Coriza
  • Dor de cabeça
  • Febre
  • Dor no corpo

Complicações

Caso não seja tratada, a infecção aguda das vias aéreas superiores pode evoluir para sinusite, laringite aguda ou irritação das cordas vocais.

Tratamento e prevenção

O tratamento inclui repouso, anti-inflamatórios e medicamentos que limpam a cavidade nasal. Antibióticos são necessários caso haja sinal de infecção bacteriana, como febre.

Já a prevenção consiste em evitar mudanças bruscas de temperatura, aglomerações, pó, fumaça e poluição. 

Fonte: VIX-Escrito por Ligia Lotério

Estudo sugere: não sentir o cheiro da comida ajuda a emagrecer pois acelera metabolismo

Dean Drobot/Shutterstock
A combinação de temperos e ingredientes que resultam nos aromas particulares de cada prato é, sem dúvida, um dos grandes prazeres que temos na vida. Mas o cheiro sempre tão agradável de uma comida saborosa pode ser também um dos vilões do processo de emagrecimento.

O aroma dos alimentos, de acordo com um estudo feito pela Universidade da Califórnia, EUA, pode fazer uma pessoa engordar e não somente por aumentar o apetite, mas também por provocar alterações fisiológicas e lentidão no metabolismo que fazem com que algumas pessoas ganhem peso.

Cheiro da comida pode engordar

Ivanko_Brnjakovic/iStock
Para chegar à conclusão, os pesquisadores submeteram três grupos de ratos de laboratórios obesos a uma mesma dieta altamente calórica e mediram o peso e a velocidade de seus metabolismos.

Ao interferir com os genes dos animais, os cientistas interromperam o sentido do cheiro em um grupo. Outro grupo ficou com o senso normal do olfato, enquanto o terceiro tinha o seu sentido do olfato melhorado.

O trabalho científico mostrou que, mesmo comendo os mesmos alimentos nas mesmas quantidades, os animais que não podiam sentir cheiro perderam peso em comparação com aqueles que eram capazes de captar aromas. E mais: os ratos com olfato melhorado mais que dobraram de peso.

De acordo com o grupo de cientistas, o sentido do olfato ajuda a controlar nosso metabolismo e deixar de sentir o cheiro da comida pode fazer com que você queime calorias em vez de armazená-las no corpo.

Os pesquisadores também sugerem que existe uma relação entre o sistema de cheiro e as regiões do cérebro que regulam o metabolismo, como o hipotálamo, embora os mecanismos exatos de como isso acontece ainda sejam desconhecidos.

Fonte: VIX- Escrito por Paulo Nobuo

Estudo causa polêmica ao afirmar que quem nasce de cesariana é “menos inteligente” do que quem nasce de parto normal

Segundo um estudo publicado na revista PLoS ONE , o nascimento vaginal desencadeia a expressão de uma proteína no cérebro dos recém-nascidos que melhora o desenvolvimento e funcionamento do órgão quando na idade adulta.

A pesquisa, feita por cientistas da Escola de Medicina de Yale, também descobriu que a expressão da mesma proteína é prejudicada no cérebro de bebês nascidos por cesarianas.

A equipe de pesquisadores, liderada por Tamas Horvath e David W. Wallace, professor de pesquisa biomédica e presidente do Departamento de Medicina Comparada da Yale School of Medicine, estudou o efeito de partos naturais e cirúrgicos na Proteína 2 de Desacoplamento Mitocondrial (UCP2) em camundongos. A UCP2 é importante para o desenvolvimento adequado dos neurônios e circuitos do hipocampo, uma região do cérebro responsável pela memória de curto e longo prazo, que estão relacionadas à inteligência.


 A UCP2 também está envolvida no metabolismo celular da gordura, que é um componente-chave para a produção do leite materno, sugerindo que a indução da proteína por nascimento natural pode auxiliar a transição para o aleitamento materno.

Os pesquisadores descobriram que o nascimento natural desencadeou a expressão de UCP2 nos neurônios do hipocampo, algo que só foi reduzido no cérebro de ratos nascidos por cesariana. Quando a UCP2 foi apagada ou inibida quimicamente, foi observada uma interferência na diferenciação de neurônios e circuitos do hipocampo.

Estes resultados revelam um papel potencialmente crítico da UCP2 no desenvolvimento adequado de circuitos cerebrais e comportamentos relacionados“, explicou Horvath. “A crescente prevalência das cesarianas por conveniência, em vez de necessidade médica, pode ter um efeito duradouro no desenvolvimento e função do cérebro também em seres humanos”, afirmou.


[ Diário de Biologia / Yale News ] [ Fotos: Reprodução / Diário de Biologia ]

Criança morre após pai utilizar compressas de “álcool” para baixar a febre e médicos alertam

Em um caso que ocorreu em Shenzhen, Dongguan, na China, um pai, identificado apenas como Chang, provocou a morte de seu filho, Xiao Dong, de apenas dois anos, após utilizar uma compressa de álcool para baixar a febre da criança.


O caso reacendeu um debate sobre métodos caseiros pouco seguros para tratar doenças, de acordo com informações do R7.

Na esperança de reduzir a temperatura corporal de Dong, o pai utilizou álcool para fazer uma compressa nas axilas da criança, que em seguida desmaiou. Inconsciente, ele foi levado às pressas a um hospital em Shenzhen, mas morreu no dia seguinte por intoxicação de metanol.

Segundo o médico do caso, Ma Weike, quando chegaram ao hospital, os pais da criança não sabiam que o álcool teria causado o desmaio.

Eles pensaram que a febre tinha o feito perder a consciência”, disse. “Os pais acreditaram que o álcool poderia ser usado para baixar a temperatura do corpo, mas não perceberam que uma dosagem alta, estimada em um litro de álcool industrial, poderia ser fatal”. Ao contrário do que eles pensavam, metanol não é o mesmo que etanol. O etanol sim, é um álcool usado tanto em utilidades domésticas como em bebidas alcoólicas. Já o metanol é tóxico para nós humanos, e é usado apenas em processos industriais.

O episódio, segundo o professor de pediatria da Faculdade da Santa Casa de São Paulo, Marco Aurélio Safadi, em entrevista ao R7, serve de alerta para outros pais, embora não se saiba ao certo até que ponto o álcool contribuiu para morte do menino chinês. No entanto, ele salientou que a prática não é recomendada.

Infelizmente, ainda existem muitas mães que acreditam que a compressa de álcool baixa a febre”, disse. “No entanto, é um procedimento que traz riscos e não deve ser feito. Pode causar queimaduras na pele na criança e, como o álcool é volátil, pode ser inalado e intoxicar a criança. Esses efeitos contraindicam formalmente essa prática”.

Segundo ele, outro erro muito comum envolve os banhos frios com álcool, que além de provocar desconforto, provocam tremedeiras. O método pode levar a um efeito conhecido como rebote, que causa vasoconstrição periférica, elevando ainda mais a temperatura. “Febre não é um bicho de sete cabeças, mas caso haja necessidade de uma intervenção, até que o antitérmico aja, a mãe pode lançar mão do banho, mas um banho morno, que não gere desconforto na criança”, explicou. “Álcool, é bom salientar, é contraindicado e não baixa a febre”.

Atualmente, a maioria dos pediatras recomenda que a febre só seja medicada se a temperatura for superior a 37,8°C. Segundo a enfermeira Anne Lima, especialista em medicina antroposófica, em entrevista ao R7, é possível aliviar os sintomas e modular a temperatura do corpo com compressas de limão nas pernas.

Este procedimento alivia temporariamente os sintomas desagradáveis sem impedir que a febre faça seu papel sanador”, disse. “Para fazer a compressa é preciso duas faixas de aproximadamente 20 cm de tecido de algodão, 1 limão com a casca (o óleo etéreo presente na casca é muito importante), uma tigela média, água morna, plástico para proteger o colchão e uma toalha grande”.

Segunda ela, o procedimento é bem simples. Basta colocar a água na bacia ou tigela, cortar a metade do limão com casca dentro da água e reservar a outra metade. Depois, esprema o limão e deixe-o dentro da água com a casca. Em seguida, enrole as duas faixas como ataduras e coloque-as dentro do recipiente. Torça-as levemente, uma de cada vez, e depois envolva as pernas, começando abaixo da linha do joelho até os pés. Nunca envolva os pés antes de aquecê-los com massagem, se estes estiverem muito frios.

Em seguida, mantenha as faixas até elas aqueceram. Isto demonstrará que o calor se deslocou para a região onde deve predominar. Repita o procedimento quantas vezes forem necessárias, sempre renovando a água e o limão. Ao final, seque os pés e pernas e os cubra com uma meia, colocando duas rodelas de limão (com casca) no centro do pé

[ R7 ] [ Fotos: Reprodução / Jornal Ciência ]

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Curiosidades sobre o café que você provavelmente não conhecia

Apesar da má fama que teve durante anos, diferentes pesquisas comprovaram que o café pode ser muito benéfico tanto para nossa saúde física quanto psicológica.
Conheça algumas curiosidades sobre o café, uma das bebidas mais reconhecidas do mundo não apenas por seu delicioso sabor, mas também por suas características benéficas.

Um café da manhã sem café provavelmente não é o mesmo para muitas pessoas.

Um pouco de história

Seu aroma e sabor não são os únicos mistérios do café, já que sua origem ainda continua sendo incerta; no entanto, os historiadores que se dedicam a essa deliciosa bebida acreditam que ela surgiu em meados do século 13.

Nessa época, os ancestrais do povo oromo, na Etiópia, descobriram os efeitos energizantes presentes nos grãos do cafeeiro.

Mas sua origem data de 1671. Nesse ano, um criador de cabras afirmava que seu rebanho havia experimentado as propriedades da planta.

Anos mais tarde, os grãos se propagaram para outros países e na Arábia, pela primeira vez, foram tostados e moídos.

No século 15, foi utilizada pela primeira vez a palavra “café”, que vem do termo árabe ‘qahhwat al-bun or’, que, traduzido, quer dizer “vinho do grão”.

Por fim, ele se chegou a continentes como Europa, América do Norte e América do Sul. Alcançou muita relevância e, atualmente, é uma das bebidas mais consumidas do mundo.

A popularidade do café

 

Além do sabor e do aroma, o café apresenta inúmeros argumentos válidos para se tornar popular e irresistível para os seres humanos.

Um dos principais são seus componentes antioxidantes, entre os quais se destaca a cafeína.

Alguns dos benefícios que oferece ao organismo incluem:
  • Previne doenças
  • Melhora concentração
  • Favorece a agilidade mental

Benefícios do café

Com base no anterior, vamos falar sobre uma série de benefícios oferecidos por uma das bebidas mais populares e deliciosas do planeta.

Favorece a saúde da mente

A mente precisa de cuidados para se manter em ótimo estado. O café pode ser de grande ajuda graças a seu teor de flúor, magnésio e potássio.

Esses três minerais são imprescindíveis para o bom funcionamento cerebral.

Trata a depressão

Muitas pessoas afirmam se sentir melhor quando bebem uma xícara de café, e não é à toa.

  • Graças a suas propriedades estimulantes, o café favorece a liberação de dopamina e de endorfinas.
  • Elas se encarregam de oferecer uma sensação de felicidade a todo o organismo; assim, facilitam o tratamento contra a depressão.

Retarda o envelhecimento

Uma das principais propriedades do café é sua ação antioxidante. Ela atua nas células de todo o corpo, especialmente nas da pele.
  • Sua ação evita o envelhecimento precoce da pele, mantendo o corpo mais jovem por mais tempo.
  • Além disso, alguns órgãos internos também são favorecidos por essa propriedade.

Evita o aparecimento do câncer

O câncer surge por causa da divisão de células malignas no organismo, que crescem sem controle aparente.

No caso de certos tipos da doença, como o câncer colorretal, foi demonstrado que o paciente pode ser beneficiado pelo consumo de café.

A secreção de ácidos biliares é um dos principais fatores incidentes no aparecimento do câncer nessas regiões do corpo, e o café ajuda a bloquear tais componentes.

Mitos e curiosidades sobre o café

Ao longo da história, após a descoberta do café, ele foi submetido a várias análises e estudos, sobretudo nas últimas décadas. Esses resultados foram variados, e, com o passar do tempo, mudaram.

Na raiz deles, por um tempo, a maravilhosa bebida apresentou uma fama de que seria nociva para o organismo em geral, e que até poderia causar a morte.
No entanto, o mesmo avanço dos estudos permitiu esclarecer muitas lacunas conceituais sobre a mesma.

Atualmente a OMS afirma que tomar por volta de três xícaras de café aumenta a qualidade de vida, além de diminuir a probabilidade de morte.

Os primeiros dados a favor dessa bebida vieram à luz numa pesquisa realizada durante 16 anos em 10 países do continente europeu.

O objetivo é continuar trazendo novos conhecimentos e descobrir novas curiosidades sobre o café e seus derivados.

Fonte: Melhor com Saúde

Se quer viver mais feliz e leve deve adotar JÁ 11 hábitos (fazem diferença de verdade)

Joana Lopes / Shutterstock
Grandes transformações e melhora de humor e disposição no dia a dia, acredite, podem ser conquistadas com pequenos e simples hábitos. Confira algumas atitudes positivas que muitas vezes passam despercebidas, mas que são capazes de deixar sua rotina diária mais leve e feliz:

Hábitos simples que melhoram o dia a dia

1. Aprenda e pratique técnicas de meditação, usando imagens mentais de como você quer que seja seu dia. Assim, você atrai coisas boas e positivas, além de reduzir o estresse e aumentar os níveis de concentração.

2. Escreva em um diário seus desejos, dúvidas e anseios para organizar os pensamentos e garantir maior autoconhecimento. O hábito simples ajuda no relaxamento e ainda limpa a mente.

3. Pratique exercício regularmente e movimente o corpo, nem que seja com uma simples caminhada ou séries de alongamento. O hábito garante mais disposição para que você tenha um dia mais produtivo.

4. Quando chegar em casa do trabalho, lave bem as mãos e, se possível, tome um banho. A atitude faz com que, além das impurezas da rua, você mande ralo abaixo tudo aquilo que é incômodo e negativo. Para melhorar ainda mais o humor, cante no chuveiro.

5. Logo que sair da cama de manhã, beba um copo de água para elimina as toxinas acumuladas durante a noite e ajudar na revitalização do corpo para enfrentar os desafios do dia a dia.

 6. Alivie o estresse do dia a dia ouvindo suas canções preferidas. Estudos indicam que passar apenas meia hora escutando música pode ajudar a reduzir a pressão arterial, diminuir o ritmo cardíaco e a ansiedade.

7. Estabeleça metas reais e práticas o seu dia e busque sempre manter o compromisso, mesmo nas menores e aparentemente mais simples tarefas.

8. Cuide bem de sua alimentação. Além de selecionar bem os produtos que compra, aventure-se na cozinha e prepare suas próprias receitas. O contato com ingredientes naturais e o hábito de montar pratos únicos alivia o estresse e melhora sua relação com a comida.

9. Sorria mais. O conselho pode até parecer tolo e banal, mas está cientificamente comprovado que o hábito ajuda o seu cérebro a liberar ocitocina, produto químico que faz você se sentir amado e cheio de afeto para distribuir com quem gosta.

10. Mantenha uma rotina regular de sono e procure dormir entre 7 e 8 horas todas as noites. O descanso noturno é essencial para a proteção da memória, alívio do estresse e da ansiedade e contribui até mesmo para a perda e o controle do peso.

11. Procure passar um tempo sob o sol. Apenas 10 minutos de exposição à luz solar diariamente já melhora o humor e ainda garante a quantidade de vitamina D necessária para a proteção dos ossos. Não se esqueça, claro, de passar filtro solar.