quinta-feira, 27 de abril de 2017

O que causa afta? Falta de nutrientes + 16 alterações aparecem primeiro na boca

Victoria 1/Shutterstock
Não é a toa que a palavra "afta" significa queimar, inflamar ou atear fogo: apesar de pequenas, essas lesões incomodam e doem muito. Brancas ou avermelhadas, se manifestam no céu e parte de baixo da boca, na gengiva ou na língua e possuem papel importante na saúde, já que indicam desequilíbrios e doenças. Veja quais são as causas da afta na boca.

Causas da afta

Apesar de não ter um único agente causador, na maioria das vezes a lesão está relacionada à deficiência imunológica. Porém, outros também podem ser desencadeantes. Veja os principais:

Baixa Imunidade

 

Indivíduos com imunidade baixa, muito comum em portadores de doenças autoimunes como Aids e Lupus, tendem a apresentar mais aftas na boca e gengiva. Isso ocorre porque a mucosa fica menos protegida pelos anticorpos, que são insuficientes.

Bulimia

A bulimia causa danos na região bucal como desgaste dos dentes, vermelhidão na garganta e aftas, tudo em decorrência do pH dos ácidos do estômago, que sobem quando é provocado o vômito.

Deficiência nutricional

A falta de determinados nutrientes, como ferro, ácido fólico e vitamina B12, também propiciam o aparecimento da lesão.

Desidratação

fizkes/Shutterstock
De acordo com a American Cancer Society, as aftas também podem surgir em casos de desidratação, em que a secura da boca cria um ambiente ideal para o desenvolvimento de micro-organismos maléficos.


Diabetes

Diabetes melitus causa sintomas como afta pois altera o metabolismo e, consequentemente, deixa o organismo mais ácido. Com isso, surgem lesões bucais, perda de peso inexplicada, aumento do apetite, infecções, fadiga e sono excessivos, alterações na visão, sede e urina acima do normal.

Doença de Crohn

De acordo com a infectologista Joana D'arc Gonçalves, as aftas também surgem na Doença de Chron, que é uma síndrome inflamatória crônica que afeta todo o sistema digestivo. Seus principais sintomas ainda incluem diarreia, febre, perda de peso e dor abdominal.

Estomatite

Apesar do nome dar a entender que há relação com o estômago, a estomatite é uma inflamação da boca. Pode ser causada por bactérias, fungos, vírus, traumas, entre outros fatores. Seus sintomas incluem bolhas e úlceras únicas ou espalhadas pela mucosa (que são muito semelhantes à afta), vermelhidão na mucosa, febre, dor, alterações no apetite e irritabilidade.

A estomatite em bebês é comum e, em casos extremos, pode causar desidratação, justamente pela dificuldade em tomar qualquer líquido. 

Estresse

A ação do estresse no corpo libera adrenalina e cortisol, acelerando os batimentos cardíacos, aumentando a pressão e a liberação de energia muscular. Contudo, se o problema for crônico a produção excessiva desses elementos enfraquece a imunidade, propiciando o aparecimento de aftas na boca e gengiva.

Herpes

Alguns vírus podem causar diversos tipos de lesões na cavidade oral, como o da herpes. Transmitido pelo contato direto com as feridas, a doença se manifesta por feridas ou bolhas cheias de líquido próximas aos lábios, que muitas vezes são confundidas com aftas.

Intolerância alimentar

Algumas pessoas podem ser sensíveis a determinados tipos de alimentos, como o glúten. Nelas, a ingestão causa uma reação imunológica que gera sintomas como diarreia, aftas, inchaço, gases, entre outros.

Medicamentos

Alguns medicamentos podem alterar a flora bacteriana, que é um conjunto de micro-organismos que equilibram e protegem o organismo, favorecendo a proliferação de germes ruins e levando às aftas.

Além disso, há remédios que podem abalar a imunidade, como no caso de alguns antibióticos e quimioterápicos, o que também contribui para o aparecimento do problema.

Predisposição genética

Algumas pessoas podem ter tendência maior ao aparecimento de aftas na mucosa devido a genes que reduzem a proteção do tecido que reveste o interior da boca.

Refluxo

kowalska-art/iStock
A doença do refluxo gastroesofágico acontece quando a válvula que separa o estômago do esôfago não se fecha por completo. Com isso, uma parte do ácido gástrico vai para o órgão e agride o tecido que o reveste, gerando azia. 

O refluxo também causa afta pois o líquido gástrico entra em contato com a mucosa oral, que não está preparada para tal, causando lesões.

Prisão de ventre

É comum achar que a única função do intestino é pura e simplesmente digerir os alimentos. Mas essa tarefa aparentemente simples é, na verdade, muito complexa, pois envolve “decidir” o que fica ou não no corpo.

Um intestino desregulado tem essas barreiras mais frágeis e, por isso, deixa o sistema imunológico exposto a toxinas e bactérias patogênicas relacionadas ao surgimento de aftas.
Para contornar essa situação, é indicado apostar em uma alimentação equilibrada e alimentos simbióticos, como o kefir, iogurte caseiro que regula o intestino.

TPM

Outra causa da afta na boca são as mudanças hormonais do ciclo menstrual. A infectologista Joana D'arc Gonçalves explica que esses hormônios provocam uma gama de mudanças corporais e alterações de neurotransmissores que aumentam o estresse, gerando aftas, e ainda favorecem o surgimento de patologias ligadas aos transtornos de ansiedade.

Traumas

 

A afta traumática é uma das manifestações mais comuns e ocorre quando há feridas na boca causadas por mordidas, escovar os dentes com muita força ou pressão por aparelhos ortodônticos, por exemplo.

Como tratar aftas na boca?

A afta geralmente regride sozinha em aproximadamente 10 dias. Para acelerar esse processo, podem ser aplicadas pomadas anestésicas para diminuir a dor e antissépticos bucais para reduzir a infecção e promover a cicatrização. Além disso, ingerir alimentos ou bebidas geladas pode aliviar a dor momentaneamente. 

Enquanto a lesão estiver ativa, também é contraindicado ingerir comidas cítricas e picantes, já que podem irritar ainda mais a ferida. Caso a afta não regrida, busque um dentista ou clínico geral que avaliará se há algo mais grave por trás da lesão e, se necessário, poderá removê-la cirurgicamente ou por cauterização.

Se o problema for causado por micro-organismos, podem ser administrados antibióticos e antivirais. 

Como prevenir?

Não há muitas maneiras de prevenir aftas na boca e gengiva, exceto pela correção da causa. Contudo, a correção de hábitos alimentares - com uma alimentação rica em frutas, verduras e fibras e uso de probióticos como o kefir - e a boa higienização oral podem diminuir a incidência. 

A infectologista Joana D'arc afirma que desconhece receitas caseiras que sejam realmente eficientes. Contudo, em entrevista sobre como curar afta ao Vix, o estomatologista José Narciso Rosa Assunção Junior afirma que o uso de bicarbonato sobre a lesão pode equilibrar o pH da região e acelerar a cicatrização.

Fonte: VIX - Escrito por Ligia Lotério

10 fatos que você nunca soube sobre o seu umbigo

Dificilmente você passou muito tempo de sua vida pensando sobre umbigos. Diferente de partes do corpo que são mais importantes para funções do dia-a-dia, os umbigos apenas estão ali marcando presença e ninguém dá muita atenção para eles, a menos que esteja com muito tempo disponível.


Mas fique tranquilo, você não precisa gastar o seu tempo refletindo muito sobre isso, pois a Fatos Desconhecidos está aqui para responder todas suas dúvidas e esclarecer todos os mistérios a respeito do umbigo. Pode não parecer, mas realmente temos muito a falar sobre o assunto.


Então se prepare, dê aquela coçadinha no umbigo e vamos conhecer alguns fatos impressionantes sobre esse misterioso órgão.

1 – Todas as pessoas possuem um, mesmo que discretos

Todo ser humano que você conhecer na vida terá um umbigo, a menos que algum processo cirúrgico o tenha removido é claro. Como resultado natural do cordão umbilical, a marca fica evidente em todas pessoas, porém algumas apresentam ele bem discreto, por conta de uma condição chamada hérnia umbilical.

2 – Na verdade, todos os mamíferos possuem um, com uma exceção

Por conta da geração dentro do útero, todos os mamíferos possuem umbigos, não só os humanos. A única exceção a essa regra são os ornitorrincos, já que são gerados a partir de ovos e não possuem o cordão durante a fase de gestação.

3 – 10% das pessoas possuem os umbigos para fora

Apenas 10% da população mundial possui os umbigos saltados para fora. A aparência pode ser resultado de um processo natural ou de hérnia umbilical. Apesar disso, é comum que bebês tenham os umbigos saltados, antes deles assumirem a forma mais comum.

4 – Existe um umbigo perfeito

Um estudo científico realizado em janeiro de 2000 revelou que existe um tipo de umbigo perfeito. Ele simula um pequeno T e consiste e uma simples marca vertical acompanhada de um furo transversal.

5 – Muitas pessoas fazem cirurgia na região

Milhares de pessoas fazem cirurgias plásticas nos umbigos anualmente. Além disso, grande parte das 180 mil pessoas que passam por procedimentos na barriga ou nas regiões próximas aproveitam para também retocar os umbigos.

6 – É possível operar os seios pelos umbigos

Existe um tipo de cirurgia plástica nos seios que pode ser feito a partir do umbigo. Nessa modalidade, a única cicatriz fica no próprio umbigo, o que evita que quaisquer outras marcas apareçam na região dos seios alterados por meio da operação.

7 – Umbigos escondem comunidades de bactérias

De acordo com pesquisadores que analisaram os umbigos de 60 pessoas, foi possível encontrar quase 2.400 espécies diferentes de bactérias escondidas por ali.

8 – Existe uma fobia específica que lida com umbigos

Algumas pessoas possuem um forte problema com o toque no umbigo. Para elas, a sensação de alguém encostar na região do corpo pode ser assustadora. Em alguns casos, somente observar umbigos pode causar ansiedade e desconforto. A condição é chamada de onfalofobia.

9 – Piercings no umbigo demoram muito para cicatrizar

Quem já experimentou furar o umbigo sabe. Por conta da sensibilidade da área, o furo de uma joia no umbigo pode demorar de seis meses até um ano completo para se recuperar completamente. Durante o processo, é importante ter muito cuidado para evitar inflamações e problemas.

10 – Homens possuem umbigos mais sujos

 Não tem nenhuma ligação com o sexo ou com a produção de sujeira do corpo, já que as sujeiras acumuladas ali costumam vir das roupas. Porém, por conta da quantidade de pelos presentes nas barrigas masculinas, é natural que haja mais acúmulo de sujeira.

 

Fonte(s) Business Insider  -Twenty Two Words-
Imagens Pierce me up  -Jezebel - National Geographic -Twenty Two Words -Business Insider - Via Fatos Desconhecidos - por PH Mota 

SEU RG JÁ TEM 10 ANOS? SAIBA POR QUE ELE PODE SER ATUALIZADO

A identidade não tem validade, mas em alguns casos é necessário emitir um novo RG em um prazo de dez anos, isso porque neste lapso temporal a fisionomia das pessoas podem sofrer alterações e por isso alguns órgãos públicos e instituições podem rejeitar o documento.

A Lei nº 7.116, de 29 de agosto de 1984, que regula a emissão de identidades no Brasil não faz nenhuma definição sobre prazo de validade do documento, mas, de acordo com diretor do Instituto de Identificação (II) do ITEP, Josebias Ferreira, a restrição da identidade acontece muito, principalmente nos bancos.

“Geralmente essas instituições financeiras recusam o documento devido à mudança de fisionomia de algumas pessoas e se baseando no tratado do MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) que regulamenta o prazo de validade das identidades em 10 anos”, comenta o diretor.

No entendimento do diretor do II, a rejeição do documento pode ser compreendida em alguns casos, não só pela mudança de fisionomia, mas também por uma eventual alteração na caligrafia ou pelo fato da identidade ficar deteriorada com o passar do tempo.

*ASSECOM/ITEP

  Caraúbas Ontem e Hoje / Via Patu em Foco

Hipotireoidismo: 10 sinais de que você pode ter a doença

ChesiireCat / champja / iStock
O hipotireoidismo é uma condição caracterizada pelo mau funcionamento da tireoide, ou seja, quando a glândula produz hormônios suficientes para suprir as necessidades do organismo. O problema pode ser detectado através de exames de rotina e, claro, pelos seus sintomas mais comuns.


Diversos fatores podem desencadear um quadro de hipotireoidismo, como doenças autoimunes, radioterapia, deficiência de iodo, uso de determinados medicamentos e até mesmo cirurgia de tireoide.

Sinais de que você pode sofrer de hipotireoidismo

1. Se você sofre com intestino preso mesmo se alimentando bem, consumindo fibras e se mantendo hidratado, saiba que a constipação pode estar relacionada ao hipotireoidismo, já que hormônios produzidos pela tireoide também influenciam no sistema digestivo.


2. Cabelos sem vida, quebradiços e que ficaram mais finos também podem indicar hipotireoidismo. A condição pode até provocar queda dos fios e diferenças nos pelos da sobrancelha.


3. Seu cérebro também sofre com as consequências do hipotireoidismo. Alguns problemas relacionados pela condição é perda de memória, falta de foco e dificuldade em se concentrar em tarefas simples.


4. Ciclo menstrual desregulado, mais longo que o normal ou muito próximo um do outro também pode ser indício de hipotireoidismo, uma vez que a glândula está prejudicada e incapaz de produzir hormônios suficientes.
5. Aumento de peso repentino, sem mudanças na dieta ou na rotina de exercício é outro sinal de que pode estar sofrendo de hipotireoidismo.

6. Cansaço excessivo ao longo do dia e fadiga mesmo após dormir bem pode indicar problemas na glândula da tireoide.

7. Níveis baixos de hormônio da tireoide podem fazer você sentir mais frio do que os outros ao seu redor. Então, se percebe que a temperatura parece estar sempre baixa para você, procure um médico.

8. Fraqueza e dores nos músculos e articulações mesmo sem esforços ou alterações na rotina de exercícios também podem ser sinais de que sofre de um quadro de hipotireoidismo.


9. Até mesmo sua beleza sofre quando a glândula da tireoide não funciona bem. Se notou que sua pele anda mais ressecada do que o normal e percebe até mesmo irritações e coceiras, pode estar apresentando problema de hipotireoidismo.


10. O mau funcionamento da tireoide também é conhecido por trazer prejuízos emocionais. Tristeza excessiva ou mesmo depressão podem surgir em um quadro de hipotireoidismo. Realize exames clínicos para verificar se fatores físicos estão atrapalhando o seu humor e seu bem-estar.

Fonte: VIX - Escrito por Paulo Nobuo

Estudo descobre um dos únicos ingredientes realmente capaz de fazer cabelo crescer

progressman/shutterstock
Um estudo alemão comprovou que a cafeína aplicada no couro cabeludo estimula a circulação sanguínea e, consequentemente, o crescimento do cabelo. Por isso, usar produtos formulados e receitas caseiras à base de café tem sido uma maneira recorrente entre as blogueiras de beleza para estimular o crescimento saudável dos fios. Será que isso funciona mesmo?

Cafeína estimula crescimento do cabelo

Depois que o estudo da Universidade Lübeck, na Alemanha, descobriu que a cafeína pode auxiliar no tratamento da queda de cabelo estimulando o crescimento de novos fios, não param de surgir receitas de soluções milagrosas e shampoos bomba em que o pó de café é o principal ingrediente ativo. Também não vá acreditando que se passar a consumir mais cafezinhos por dia no trabalho pode conquistar madeixas mais volumosas.



Ainda que o experimento alemão tenha aplicado uma solução com cafeína nos folículos capilares fragilizados e constatado um aumento na velocidade de crescimento do fio de até 25%”, a cafeína capaz de ajudar o cabelo crescer é a cafeína anidra, ou seja, sua versão pura sintetizada, sem água na molécula.

 Segundo o Jornal Internacional de Tricologia, é preciso um tratamento especial para se chegar à sua fórmula ideal, como um xampu manipulado. Então, nada de colocar borra de café no shampoo sem sal ou pouco importa se sua receita bomba de máscara de hidratação leva café bem forte no preparo.

Fonte: VIX - Escrito por Camila Silva

terça-feira, 25 de abril de 2017

Apontada como novo amor de Bonner, fisiotetapeuta faz a ‘limpa’ nas redes sociais

                                             Suposta namorada de Bonner tem identidade revelada


A fisioterapeuta Natasha Dantas teve o seu nome relacionado em uma grande polêmica nesta segunda-feira, 24. 

Ela foi colocada no posto de nova namorada de William Bonner, que se separou de Fátima Bernardes.

A jovem trabalha com fisioterapia e cuida do âncora do "Jornal Nacional" faz algum tempo. Bonner sofre de uma hérnia de disco desde 2010.

Após sua identidade ter sido revelada, Natasha fechou e bloqueou suas redes sociais. Ela quer preservar seus amigos e família e não quer sua vida pessoal revirada.

Amigos aconselharam Bonner a assumir o relacionamento publicamente. 
 
Fonte:  http://entretenimento.r7.com/blogs/keila-jimenez

10 problemas que a banana resolve melhor que os remédios químicos!

A maioria de nós hoje em dia "não tem tempo" para comer saudável e, assim, opta por fast food e comida industrializada.


Mas a falta de tempo não é desculpa.

Existem boas opções de alimentos saudáveis que são fáceis de ser transportados (para o trabalho, escola, faculdade ou qualquer outro lugar) e simples de ser preparados.

Estamos falando de frutas como a banana.

A banana é deliciosa, mas o forte dela não é só o sabor.

Ela é muito medicinal e pode curar alguns problemas de saúde melhor do que certos medicamentos vendidos em farmácias.

Seu poder se deve a grande quantidade de proteínas, vitaminas e outros nutrientes.

Por isso é muito bom para a saúde comer esta fruta todos os dias

E não precisa de muitas bananas.

Basta você desenvolver o hábito de comer duas bananas todos os dias para boas coisas ocorrerem no seu corpo.

Quer saber por quê?

Veja o que a banana é capaz de fazer:

1. Regula menstruação

Algumas mulheres têm o ciclo menstrual desregulado.

Estudos recentes descobriram que a banana ajuda a regular o ciclo, a produção de hormônios e dar mais força ao corpo.

2. Fonte de energia
Não é à toa que os atletas amam banana.
Ela é rica em potássio e outros nutrientes que a tornam uma excelente fonte de energia.

3. Alivia o estresse
Se você anda com problemas de humor, ansiedade e estresse, pode contar com os aminoácidos da banana.

Além disso, ela contém magnésio e cálcio, que protegem contra a depressão.

4. Cuida do coração
Esta fruta é rica em cálcio e tem pouco sal, sendo super-recomendável para quem tem problemas no coração ou quer prevenir.

Você também pode investir nela para auxiliar no tratamento de hipertensão.


5. Auxilia a memória
Tem muita gente com memória fraca, não é?

Pois comer uma banana por dia ajuda a tratar este problema.


6. Combate anemia
A banana tem ferro, que aumenta o nível de hemoglobina e ajuda muito no tratamento da anemia.


7. Ótima para a gravidez
A banana é uma ótima aliada para as grávidas, pois combate doenças e mantém o nível de açúcar no sangue bem equilibrado.


8. Combate úlceras
Quer proteger o estômago das úlceras?

A banana cria uma camada especial e reduz as chances desse mal.

Além disso, ela regula a produção dos vários ácidos no estômago.


9. Combate a TPM
A glicose no sangue pode afetar o humor, principalmente na TPM.

A banana possui seis vitaminas indispensáveis para regular a glicose, como a vitamina B6.

Então, nada de pílulas para combater a TPM, certo?


10. Previne prisão de ventre
Por ter um alto teor de fibras, a banana (especialmente a madura) mantém a ordem do trânsito intestinal.

Mas neste caso prefira a banana madura, mais rica em mucilagem que vai lubrificar o intestino e ajudar na eliminação.

Fonte: Cura pela Natureza

Essa menininha só tem 6 anos e já fez uma lista com os lugares que deseja conhecer, mas ela tem pouco tempo para isso

Para quem vive com o corpo e os órgãos funcionando normalmente, pensar na possibilidade de passar a ter que conviver com uma deficiência pode ser assustador. Imagine acordar com problemas de visão cada vez mais frequentes até que ela desapareça completamente e você fiquei completamente cego!
 
 
Só de pensar em passar a viver na escuridão e precisar reaprender a fazer tudo pode ser uma possibilidade aterrorizante. Perder a chance de ver lugares que você sempre sonhou por conta de um problema pode fazer muita gente querer desistir da vida, mas não foi isso que fez uma pequena garotinha inglesa de apenas 6 anos de idade.
 
 
Molly Bent foi diagnosticada com uma rara condição na visão que faz com que a pessoa perca totalmente a visão depois de pouco tempo. A retinose pigmentar é uma doença genética e foi percebida na garota ainda no começo de sua vida, o que não impediu que ela fosse atrás de sonhos.

Chegada do problema

Em casa, Molly sempre apresentou uma visão perfeita, sem nenhuma dificuldade para conseguir enxergar nada, até que começou a frequentar a escola. Nesse momento, seus pais Eva e Chris perceberam que ela passou a apresentar dificuldades para enxergar as lições de casa. Com o tempo, o problema era percebido cada vez com mais frequência, atrapalhando a fazer os afazeres e a se divertir vendo televisão.


A princípio, os médicos receitaram apenas óculos comuns para a garota, que continuava a apresentar piora na visão. Depois de mais de um ano realizando exames, especialistas conseguiram perceber a rara condição e precisaram levar a má notícia para Molly e sua família: em pouco tempo a menina ficaria completamente cega.

Planejamento

Assim que a garota e a família ficaram sabendo do problema de saúde, Molly lidou com a situação de uma maneira emocionante. Ela criou uma lista com todos os lugares e situações que gostaria de ver antes de perder a capacidade de enxergar. Na lista estão alguns lugares do Reino Unido, onde ela vive, mas também passeios e atrações em vários lugares do mundo.

Confira a lista completa com os lugares que Molly escolheu para visitar antes do avanço de seu problema de saúde:
  • Disney
  • Zoológico
  • Londres
  • Palácio da família real inglesa
  • Museu de História Natural
  • Cidade de Blackpool, no litoral da Inglaterra
  • Escócia
  • Aquário
  • Fazer um safari
  • Legolândia
  • Praia
  • Museus
  • Peça de teatro
  • Shows
  • Austrália
  • Jogos de futebol

Realização

Para conseguir realizar os sonhos da filha, os pais de Molly criaram uma campanha de arrecadação de fundos por meio de financiamento coletivo na internet. Por meio da contribuição em um site, pessoas do mundo inteiro foram capazes de ajudar na realização dos planos da garota. E a ajuda veio mesmo de todos os lados.

Por meio de sua fundação, o árabe Al Habtoor fez uma doação à família e foi além: convidou Molly e seus familiares para uma vista a Dubai. “Eu estou feliz de saber que eles vão poder ver alguns dos melhores lugares de Dubai. Molly é uma garota amável eu rezo para que sua condição seja curada”, declarou.

No Habtoor Grand Beach Resort & Spa, Al Habtoor recebeu Molly, seus pais, sua irmã Charlotte, de 5 anos, e seu irmão Samuel, de 2 anos. A família pôde viver experiências únicas como nadar com golfinhos e marcar alguns itens da lista da menina, como vistar um aquário, um zoológico e fazer um safari.

Mesmo diante de um problema triste que mudaria sua vida de forma radical, Molly não perdeu as forças e ganhou apoio de seus familiares e simpatizantes que se emocionaram com sua história ao redor de todo mundo. O que achou da história e das experiências que a jovem viveu?

Fonte(s) Segredos do Mundo - Daily Mail -The National
Imagens Daily Mail - Facebook - Via Fatos Desconhecidos- por PH Mota

Essas 9 frases de "O Pequeno Príncipe" darão a motivação que você precisa

Denmorgan/istock
O livro “O Pequeno Príncipe” é uma obra do escritor, ilustrador e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, publicada em 1943 nos Estados Unidos. Durante a Segunda Guerra Mundial, Saint-Exupéry foi exilado para a América do Norte, onde produziu quase metade das obras no qual ele seria lembrado. Um livro de memórias do autor em que recontava suas experiências de aviação no Deserto do Saara, seria a base para o livro “Le Petit Prince”.

Frases do Pequeno Príncipe

“O Pequeno Príncipe” é uma das obras literárias mais traduzidas no mundo, tendo sido publicada em mais de 220 idiomas e dialetos. A seguir, conheça nove sentenças célebres do livro que serve de mantra para se inspirar e ter motivação na vida:



“É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou e entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou, perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido, desistir de todos os esforços porque um deles fracassou.”


“Se quiser compreender a palavra felicidade, tem que entendê-la como recompensa e não como fim.”


“É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros.”
"Quando a gente anda sempre em frente, não pode ir muito longe..."
“A beleza do deserto, é que ele pode esconder um poço em algum lugar...
"Era uma raposa igual a cem mil outras. Mas eu fiz dela um amigo. Ela é agora única no mundo."



"Aqui está o segredo mais simples e poderoso: só se vê bem com o coração e o essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer.”


"Ele se apaixonou por suas flores e não suas raízes, e no outono não soube o que fazer.”


“É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Dizem que são tão belas.”







Fonte: VIX - Escrito por Jaqueline Rodrigues

Cuidados com a moleira do bebê: por que ela é importante e quais os riscos?

ArtisticCaptures/istock
Quando nasce, todo bebê tem duas aberturas no topo da cabeça chamadas fontanelas: uma mais na frente e outra mais no alto do crânio, popularmente conhecidas como moleiras. Elas são responsáveis por facilitar a passagem do bebê na hora do parto, e permitir o crescimento adequado do cérebro da criança. Por isso, nos primeiros meses de vida, a cabecinha do recém-nascido ainda é molinha. Mais tarde, a própria natureza trata de calcificar essas aberturas.

Importância da moleira do recém-nascido

As moleiras têm funções muito importantes. A primeira é permitir que a caixa craniana do bebê se contraia na hora do parto, para facilitar a passagem de sua cabeça pelo canal vaginal. Por isso, alguns recém-nascidos têm a crânio até um pouco mais “alongados” nos primeiros dias.

SDJ / Shutterstock
Outra função importante da moleira é permitir a flexibilidade da caixa craniana, dando lugar para o desenvolvimento do cérebro. No primeiro ano de vida, o órgão alcança metade da dimensão que terá no adulto e tem um aumento de 135% em relação ao seu tamanho na hora do nascimento da criança. Embora não seja muito demorado, esse processo é fundamental.

Cuidados e alertas importantes

Ainda que não cause grandes prejuízos, o uso de faixinhas de cabeça e outros enfeites de cabelo precisam ser adotados com cuidado e de maneira comedida na moleira do bebê já que alguns nervos podem ser comprimidos pelos enfeites. Sob qualquer sinal de desconforto, sejam marcas, mudança de coloração na pele, irritabilidade ou tosse, seu uso deve ser suspenso.

Os pais devem ficar atentos ao sinal de moleira afundada, que pode ser indício do início de desidratação. Para a moleira abaulada, que entre as causas, pode ser sinal como o excesso de ingestão de vitamina A ou infecção, e para outras alterações na forma do crânio, por exemplo, se é achatado.

Se sentir a pulsação do bebê da moleira, resultado da pressão arterial no cérebro, não se assuste. É normal, especialmente, quando a criança chora muito. Você só precisa se preocupar se o batimento for muito forte e o bebê apresentar outros sintomas, como febre. Outras situações preocupantes são: o fechamento precoce da moleira (antes dos 6 meses) e a demora no fechamento (após os dois anos).

Fonte: VIX - Escrito por Jaqueline Rodrigues