quinta-feira, 30 de junho de 2011

Saiba tudo sobre a doença Diabetes.





O que é a Diabetes?


É uma doença crónica em que o açúcar no sangue (glicemia) sobe para valores acima dos normais. A insulina é a hormona que ajuda o açúcar a ser utilizado pelo organismo como fonte de energia.

A diabetes aparece quando, por falta de insulina ou por resistência à sua acção, o organismo não consegue utilizar o açúcar que nos chega através da digestão dos alimentos. Se o açúcar não é utilizado, acumula-se no sangue ultrapassando os valores normais.

A Diabetes tem cura?
Não. Mas pode ser controlada o que permite ter uma vida activa, saudável e autónoma.

Que tipos de Diabetes existem?
Existem dois tipos principais de diabetes:

Diabetes tipo 1
Quando o organismo não produz insulina. Este tipo de diabetes aparece normalmente antes do 30 anos e exige tratamento com insulina, para além de uma alimentação adequada e de exercício físico. Ocasionalmente a diabetes tipo 1 pode aperecer depois dos 30 anos.

Diabetes tipo 2
Quando o organismo ainda produz insulina mas a quantidade não é suficiente ou a insulina produzida não é eficaz. Aparece normalmente depois dos 30-40 anos. A diabetes tipo 2 pode ser controlada com uma alimentação adequada, com exercício físico regular e, se necessário, com medicamentos.

Suspeite de diabetes se tiver, pelo menos, um dos seguintes sinais e sintomas:



Veja mitos, verdades e curiosidades sobre o hímen

1 - Bebês: não se sabe ao certo porque bebês do sexo feminino nascem com hímen. Tudo o que se sabe é que sim, eles existem. No nascimento, a membrana é mais proeminente, mas vai se transformando rapidamente

2 - Adolescência: o hímen é mais desgastado durante a adolescência, por conta de exercícios físicos, auto-exploração nas partes íntimas, limpeza e até mesmo atividades simples, como andar

3 - Dor: a dor experimentada por algumas mulheres durante a primeira vez não tem a ver com o rompimento do hímen, contrariando uma lenda urbana bastante comum em diversos países. Ao ter a primeira relação sexual, a membrana já está desgastada, portanto, a dor pode estar associada a outros fatores, como o psicológico, por exemplo. Quando pensamos que algo vai doer, a tensão e ansiedade aumentam

4 - Sangramento: o sangue que geralmente aparece na primeira vez também não tem relação com o rompimento do hímen. De um modo geral, este momento é marcado por falta de experiência e pressa. Por conta disso, a falta de lubrificação ou certa agressividade durante o ato é que são os principais causadores do sangramento

5 - Abertura vaginal: o hímen não cobre toda a abertura vaginal. Se fosse assim, a membrana poderia atrapalhar ou impedir o fluxo menstrual das meninas virgens

6 - Hímen imperfurável: cerca de uma em 200 mulheres tem um hímen imperfurável. Para estas mulheres, a abertura é muito pequena e pode tornar a relação desconfortável. A boa notícia é que, atualmente, existem cirurgias íntimas bastantes simples que podem resolver o problema

7 - Recém-casada, recém desvirginada: em algumas culturas antigas, recém-casados eram confrontados pelas famílias em busca de provas de que o casamento havia sido consumado. Manchas de sangue no lençol, no caso, confirmariam que a noiva teria perdido a virgindade.
 
Fonte: Terra

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Gelo contra a gordura,deu na REVISTA ISTOÉ

Novo aparelho promete eliminar a gordura localizada por meio do resfriamento das células

Mônica Tarantino
chamada.jpg
O desenvolvimento de tecnologias inovadoras para destruir a gordura localizada sem a cirurgia da lipoaspiração carreia milhões de investimento. Na última semana, a mais recente invenção com essa finalidade chegou a alguns dos consultórios mais estrelados do Brasil: um aparelho que usa o resfriamento controlado para congelar a gordura sob a pele e dar fim a ela. É a chamada criolipólise. O Coolsculpting é fabricado pela Zeltiq Aesthetics, companhia sediada na Califórnia (EUA), e foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária em novembro do ano passado.


Em uso desde 2009 nos Estados Unidos, o Coolsculpting é alvo de um marketing intenso na mídia americana. É o mais novo de um arsenal de máquinas que competem pela preferência de um consumidor que paga caro para diminuir em alguns centímetros a gordura da silhueta. Ele disputa espaço com o UltraShape (que recorre às ondas de ultrassom), o Reaction (radiofrequência) e o Zerona, um laser de baixa potência disponível apenas nos EUA e com resultados duvidosos.


Depois de sugar a pele da região a ser tratada como um poderoso aspirador (nessa fase há um pouco de dor), o Coolsculpting promove um resfriamento rápido, baixando a temperatura da área a quatro graus centígrados. Aí, a dor desaparece. A sessão dura 60 minutos. “O resfriamento é feito de forma agressiva o suficiente para iniciar um processo de morte das células de gordura que levará, em média, dois meses para ser concluído”, explica o dermatologista Otávio Roberti Macedo, de São Paulo, um dos primeiros a adquirir o aparelho.

A dermatologista Roberta Bibas, do Rio de Janeiro, confia nas pesquisas que documentam a eficiência do aparelho. “São estudos sólidos e mostram que é necessário selecionar os pacientes: o método é indicado para pessoas que estão no peso certo mas têm gordura localizada”, afirma. Segundo a dermatologista Valéria Campos, de Jundiaí (SP), as pesquisas apresentadas no congresso da Academia Americana de Dermatologia indicam redução de até três centímetros no abdome. “É um ótimo resultado.”


Os trabalhos também mostram que a quebra das células de gordura e sua eliminação pelo sistema linfático e pelo fígado não elevam a quantidade de gorduras no sangue. A pedido de ISTOÉ, o cientista Raul Dias dos Santos, diretor da Unidade de Dislipidemias do Instituto do Coração de São Paulo, avaliou esses estudos. “Aparentemente não há maiores alterações das gorduras no sangue (colesterol, triglicérides) após a criolipólise em pessoas com discreto aumento de gordura subcutânea. Mas um número maior de pessoas deve ser estudado”, afirma o pesquisador. O cuidado é fazer a segunda aplicação do Coolsculpting só depois de dois meses. “Não adianta acelerar o processo”, diz Valéria Campos. 




g.jpg

Redes fazem bem para o sono, diz estudo


Dormir em rede melhora o sono. Foto: Getty Images 
Foto: Getty Images

Os bebês não são os únicos que se beneficiam do balanço delicado na hora do sono. Um estudo garante que o balanço da rede faz adormecer mais rapidamente, além de ajudar a dormir profundamente, informou o site da revista Health.

Pesquisadores suíços monitoraram a atividade cerebral de 12 pessoas durante um cochilo de 45 minutos em uma cama parada e uma cama que balançava suavemente simulando uma rede. Na segunda opção, eles adormeceram um minuto mais rápido e entraram em uma fase profunda de sono três minutos mais rápido do que quando dormiam na cama.


Além disso, na "rede", eles ficaram quase cinco minutos a mais no estágio de sono conhecido como N2, que normalmente compõe metade do descanso de uma noite normal.
Os pesquisadores acreditam que a descoberta pode levar a novos tratamentos contra a insônia e distúrbios do sono. 

Terra

Dados da campanha antifumo mostram eficácia no Brasil

Enquanto o Brasil adota imagens antifumo nas embalagens de cigarro desde 2008, os Estados Unidos vai adotar a medida a partir de setembro de 2012. Foto: Divulgação Enquanto o Brasil adota imagens antifumo nas embalagens de cigarro desde 2008, os Estados Unidos vai adotar a medida a partir de setembro de 2012
Foto: Divulgação

Em 7 de maio de 2009, o estado de São Paulo iniciou um movimento em direção a colocar em prática a Lei Antifumo. Após três meses, passou a vigorar a proibição do fumo em ambientes públicos fechados, o que representou, dois anos após a lei ser sancionada, uma diminuição de 73% dos níveis de monóxido de carbono, segundo estudo do Instituto do Coração (Incor). No entanto, em 2008, sob o conceito "Fique esperto, começar a fumar é cair na deles", peças publicitárias apresentavam imagens com os possíveis efeitos do fumo como a impotência e os diversos tipos de canceres. 

O órgão que regula alimentos e medicamentos nos Estados Unidos determinou que, a partir de setembro de 2012, as advertências antifumo deverão ocupar 50% do espaço das duas faces das embalagens de cigarros. 

Para verificar a eficácia das campanhas antifumo no Brasil, o Terra colheu os últimos dados divulgados pelo site do Ministério da Saúde e do portal Lei Antifumo do estado de São Paulo; confira:

1) Entre 2005 e 2010, foram investidos R$86,2 milhões no tratamento de fumantes; 

2)
Em 2010, 30% dos atendidos pelo SUS tinham entre 20 e 29 anos, e 42% tinham o ensino médio completo. Ainda, 78% das pessoas que buscaram atendimento conheceram a Ouvidoria do SUS por meio dos maços de cigarro; 

3)
De 2006 a 2010, a proporção de fumantes acima dos 18 anos caiu de 16,2% para 15,1%;

4)
Nos últimos cinco anos, a queda mais consistente foi no sexo masculino, de 20,2% para 11,7%, enquanto entre as mulheres o índice se manteve estável em 12,7%;

Doenças provocadas pelo hábito de fumar
 
A lista é grande: vários tipos de câncer como o de pulmão, rim, laringe, cabeça, pescoço, bexiga, esôfago, pâncreas e estômago. Além de leucemia, problemas congênitos, impotência e tantas outras.

Terra

Criatura esquisita é encontrada no interior do Ceará

Foi encontrada na cidade de Brejo Santo, Ceará, uma criatura que deixou todos os moradores espantados. O ser, que parece uma mistura de humano com algum inseto, foi encontrado no sítio dos pequenos agricultores, Raimundo e Maria Augusta. Ao avistarem a criatura, ligaram para a Polícia Ambiental.

O policial que atendeu a ocorrência, Jair Pontes, ficou abismado com o que viu: ´Parecia uma mistura de uma abelha como um humano, sabe?

Em nota oficial, divulgada à imprensa, o reitor da universidade informou o seguinte: ´Não sabemos direito o que este ser é ou representa. Aparentemente é resultado de uma relação sexual entre um humano, e um inseto. Pode parecer constrangedor, mas isto ocorreu no nosso estado’.

Comunidade Estudantil Apodiense
Vi no blog de Édson Oliveira

Forúm do Campo Potiguar (FOCAMPO) discutirá Plano de Mobilização contra o Projeto da Morte.

No Próximo dia 05 de Julho de 2011 O Forúm do Campo Potiguar estará se reunindo mais uma vez na Cidade de São Paulo do Potengi onde será pautado as Definições de estratégias de Luta e Resistências ao Projeto de Irrigação da Chapada do Apodi.

SOBRE O FOCAMPO:
No dia 16 de junho de 2011 o Fórum do Campo Potiguar – FOCAMPO, organismo criado no início da década de 90 que congrega movimentos de representação política dos agricultores e agricultoras familiares e entidades de assessoria que atuam no meio rural retomam suas ações no Rio Grande do Norte (RN), fortalecido pela unidade das Lutas no Campo, focado na construção cotidiana de uma proposta de convivência com o Semi-árido como um processo de aprendizagem social amplo, marcada pelo respeito à natureza, se contrapondo ao modelo agrícola baseado no agronegócio, no uso de agrotóxico e no monocultivo, concentrador de terra e renda e destruidor do meio ambiente e da Vida.

ENTIDADES DE CONSTITUEM O FOCAMPO:

ARTICULAÇÃO DO SEMI-ÁRIDO – ASA POTIGUAR; ASSEMBLÉIA POPULAR (RN); COMISSÃO PASTORAL DA TERRA – CPT; FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES NA AGRICULTURA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – FETARN; FEDERAÇÃO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS NA AGRICULTURA FAMILIAR – FETRAF; MOVIMENTO DOS TRABALHADORES RURAIS SEM TERRA – MST; MOVIMENTO DE LIBERTAÇÃO DOS SEM TERRA – MLST; REDE NACIONAL DE ADVOGADOS E ADVOGADAS POPULARES – RENAP E SINDICATO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS RURAIS DE APODI.

Vem Aí: "FORA DNOCS E PELA VIDA EM APODI"
Aguardem!!! 
Por Agnaldo Fernandes
DO NOTÍCIAS DO CAMPO
 

terça-feira, 28 de junho de 2011

Pesquisa mostra que suco de romã pode dá mais ânimo no trabalho


Uma investigação financiada pela empresa fabricante de suco Pomegreat, do Reino Unido, indica que o suco de romã pode ajudar as pessoas a se sentirem mais felizes com a atividade profissional.

Os pesquisadores da Universidade Queen Margaret, na Escócia, analisaram voluntários que ingeriram 500 ml de suco da fruta por dia durante 14 dias. Antes e depois do consumo do suco, os cientistas mediram a pulsação do grupo e forneceram questionários sobre estado de espírito e sentimentos em relação ao trabalho.

Segundo o jornal Daily Mail, quase todos os participantes relataram estar mais entusiasmados, inspirados, orgulhosos e ativos. Eram menos propensos a mencionar angústia, nervosismo, culpa e vergonha em comparação com o começo do levantamento. As taxas cardíacas estavam reduzidas.

O suco apresentou ótimos resultados, já que conseguiu baixar a taxa cardíaca dos voluntários, segundo as conclusões dos analistas. No ano passado, os mesmos pesquisadores descobriram que, após um mês, pessoas que ingeriram uma garrafa de suco de romã diariamente tinham menos probabilidade de desenvolver células de gordura em torno do abdômen e apresentaram pressão arterial mais baixa.

Outros estudos já apontavam vantagens do suco de romã ao organismo na redução de infecções, doenças cardíacas, câncer de próstata e disfunção erétil.
De Éverton Oliveira para a Saúde Plena

Cientistas descobrem droga eficaz em vários tipos de câncer

                                             Foto: Getty Images
Grupo de drogas usada no combate ao câncer de mama pode também ser eficaz no tratamento de outros tipos de tumor

Uma droga usada no tratamento para câncer de mama está sendo apontada como uma nova esperança no combate a outros tipos de câncer, de acordo com um estudo publicado segunda-feira (27) pelo jornal britânico Daily Mail

Os cientistas envolvidos na pesquisa afirmaram que ainda estão na fase inicial das investigações, mas concordam que a descoberta representa um grande avanço. Eles constataram que o grupo de pílulas para câncer de mama pode impedir a multiplicação de células cancerígenas localizadas em diversas partes do corpo. 

Outra vantagem associada à medicação é que o tratamento tem poucos efeitos colaterais quando comparados a processos mais agressivos, como a quimioterapia ou radioterapia, apresentando poucas chances de sintomas como náuseas ou cansaço. 

Os pesquisadores afirmam também que a droga é particularmente interessante porque age no tumor sem prejudicar as células saudáveis.


Terra

Confira 8 dicas para combater o mau hálito

Confira 8 dicas para combater o mau hálito. Foto: Getty Images Mau hálito tem solução, anote as dicas
Foto: Getty Images

 
O mau hálito é um dos problemas de saúde bucal mais desagradáveis. Tanto para quem sofre desse mal quanto para quem convive com alguém com o problema. Mas há solução. Confira a seguir oito dicas simples para combatê-lo, segundo o cirurgião dentista Flávio Luposeli, especialista em estética do sorriso:

1. Beba água. Além de vários outros benefícios, a água ajuda a evitar o mau hálito já que, em muitos casos, este é causado pela boca estar seca ou com pouca saliva. É por isso, inclusive, que o hálito não costuma estar assim tão "fresco" quando acordamos.

2. Escove os dentes. Não se esqueça de escovar os dentes sempre após as refeições e, também, antes de dormir (já que é no período da noite que as bactérias têm mais tempo para agir).

3. Não pule o fio dental. O gosto ruim na boca pode vir, muitas vezes, da sujeira acumulada entre os dentes ou do próprio tártaro. Passe fio dental ao menos uma vez ao dia (ou mais, dependendo do que o seu dentista recomendar).

4. Escove a língua. Escovou os dentes e passou fio dental? Calma - a higiene bucal não está completa ainda. Para fechar bem, você deve também gentilmente escovar a língua (pode com a escova e pasta de dentes mesmo), para retirar acúmulos de comida que ficam na superfície dela e retirar uma camada de bactérias que pode se concentrar nela.

5. Cuide da alimentação. Dietas radicais que cortam carboidratos totalmente tendem a causar mau hálito - reconsidere e tente ao menos comer uma fatiazinha de pão ao dia. Além disso, há certos alimentos como maçã, cenouras e pepino que, quando comidos crus, "raspam" os dentes e funcionam como ajudantes do fio dental.

6. A boca não é a única suspeita. Em alguns casos, o problema pode ser mais embaixo, literalmente. O esôfago ou estômago podem ser a causa, em especial em casos de refluxo ou gastrite. Na dúvida, comece o diagnóstico num dentista, mas não descarte uma ida a um clínico geral ou gastroenterologista se as coisas não estiverem melhorando.

7. Evite café. O café pode criar uma espécie de "cobertura" na sua língua, o que evita a oxigenação e ajuda na proliferação de bactérias (as maiores culpadas pelo mau hálito). Que tal trocar por chá?

8. Masque chiclete (sem açúcar). A ajuda não vem (só) do sabor artificial do chiclete, mas sim do aumento de produção de saliva. Como a boca seca é uma das principais causas do mau hálito, mantê-la úmida ajuda a reduzi-lo na maioria dos casos.

Fonte: Terra

Menopausa com saúde, amor e sexo

                                                     Foto ilustrativa

Entre 40% e 50% das brasileiras precisam de terapia hormonal (TH) para amenizar os sintomas dessa fase e conseguir mais qualidade de vida

    

 As mulheres já são maioria na população brasileira. Segundo dados do IBGE, elas representam 51,2% da esfera nacional. E estima-se que, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2030 mais de um bilhão de mulheres estarão no climatério, período entre os 40 e 65 anos de idade. Nessa faixa etária a menopausa invade a vida feminina e a sua saúde física e psicológica necessitam de mais cuidados.



Na menopausa, os hormônios que atuam nas células corporais diminuem a sua produção, fazendo com que a mulher apresente vários sintomas como ondas de calor, insônia, menor desejo sexual, ressecamento vaginal (que gera dor durante o sexo), diminuição da massa óssea, da atenção e também da memória, além de depressão. Na maioria dos casos, ela é diagnosticada 12 meses após a última menstruação - quando os sintomas começam a aparecer.



Nessa fase a mulher não deve perder a sua sexualidade e o seu prazer. Com o tratamento adequado, o ressecamento vaginal e a menor elasticidade podem ser amenizados, melhorando as condições da vagina para que consiga chegar ao orgasmo e ter mais libido. É importante, também, que o companheiro se mostre compreensivo com as mudanças no corpo de sua parceira e procure maneiras de incentivá-la ainda mais a manter uma vida sexual ativa e saudável.





A hora de buscar tratamento

Segundo Ângela Maggio da Fonseca, ginecologista e livre docente da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), entre 40% e 50% das brasileiras se encaixam no perfil de pacientes que precisam de terapia hormonal (TH), para amenizar os sintomas dessa fase. A TH é completamente personalizada e um controle médico rígido é exigido para que continue a cumprir o seu papel mesmo com o passar dos anos. A outra forma de amenizar os sintomas são as terapias alternativas - em que se deve tomar um tipo de medicação para cada sintoma apresentado.



Contudo, para que esses tratamentos realmente façam efeito, é recomendada uma alimentação rica em vitaminas e pobre em gorduras, ingerir bastante líquido, praticar algum esporte ou fazer uma hora de caminhada por dia, manter vínculos sociais ativos e fazer exames ginecológicos detalhados no mínimo uma vez ao ano. 

Por Jéssie Panegassi
Revista Viva Saúde

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Conheça nove dicas para dormir bem todas as noites

Mantenha a rotina: deitar e levantar sempre nos mesmos horários ajudam a regular o ciclo circadiano, que é relacionado à presença de luz solar e que nos ajuda a pegar no sono, dormir e acordar com mais energia  Foto: Getty Images


Não tire sonecas: resista à tentação de cochilar durante o dia, mesmo que o sono seja forte. Cerca de 20 minutos de cochilo são capazes de reabastecer a energia, mas atrapalham consideravelmente na hora de pegar no sono na hora certa

Pratique exercícios diários e sempre três horas antes de dormir: gastar a energia no exercício vai ajudar a cansar o corpo, mas é preciso abaixar a temperatura e normalizar a frequência cardíaca antes de ir para a cama, por isso o intervalo de três a quatro horas antes de deitar

Desconecte-se antes de dormir: nada de internet, e-mail, vídeo game ou TV antes de ir para debaixo dos lençóis. Isso porque a luz produzida pelos eletrônicos pode estimular o cérebro, diminuindo a capacidade de pegar no sono

Evite cafeína, água e álcool antes de deitar: além de ter que interromper o sono para ir ao banheiro, álcool e cafeína interferem na capacidade de adormecer

Jante duas horas antes de deitar: em especial se comer carboidratos, porque a grelina (hormônio da fome) precisa estar alta para conseguir pegar no sono e os carboidratos diminuem este hormônio. Além disso, o trabalho de digerir uma grande refeição atrapalha o sono

Boceje e respire: tente as técnicas da Yoga para relaxar, se espreguice e alongue alguns minutos antes de deitar

Tome um banho quente: o calor da água relaxa, ajudando a limpar mente e corpo

Mantenha papel e caneta na cabeceira: se estiver estressada, ansiosa ou preocupada, não vai conseguir dormir. Por isso, anote o que for importante para não correr o risco de esquecer e relaxe

Mantenha a rotina: deitar e levantar sempre nos mesmos horários ajudam a regular o ciclo circadiano, que é relacionado à presença de luz solar e que nos ajuda a pegar no sono, dormir e acordar com mais energia.
 
Terra

sábado, 25 de junho de 2011

Mulher põe cola na vagina para enganar o noivo






Uma mulher de 22 anos, que mora na zona sul do Rio de Janeiro (RJ), tomou uma atitude irresponsável, ao inserir cola dentro da vagina com a intenção de ludibriar o noivo, tentando se passar por virgem.

Durante a relação sexual, o noivo não conseguiu consumar o ato e desconfiou que algo de errado estivesse acontecendo com a noiva, pois o órgão da garota estava completamente fechado. “Eu achei que ela tivesse algum tipo de problema”, disse o noivo da jovem.

A descoberta de que a garota estaria com a vagina colada aconteceu quando ela própria resolveu revelar, ao se desesperar por não conseguir urinar.

A jovem foi levada as pressas para o hospital, e atendida imediatamente pelos médicos de plantão de um hospital na zona sul do Rio, e passa bem. A vagina foi descolada.
 Vi no Blog da Lucineide Medeiros

Conheça a importância do limão para a desintoxicação do organismo


O ácido cítrico, presente em grandes quantidades no limão (mais do que em outras frutas da mesma família, como a laranja, por exemplo), tem ação adstringente, ou seja, age como se fosse um detergente dissolvendo toxinas e gorduras. Esse ácido ainda combate os microrganismos inimigos que provocam fermentação no estômago e no intestino. Desta forma, o limão é um alimento que pode evitar o acúmulo de gases.

Além dessa característica do limão, a quantidade e variedade das suas aplicações são muito grandes. No entanto, tendemos a repudiá-lo, quando pensamos no seu gosto azedo, e a minimizar as suas virtudes, tanto na manutenção e recuperação da saúde, quanto ao seu valor nutricional e possibilidades múltiplas de utilização culinária.

Através de estudos prolongados, constatou-se que o uso do limão estimula a produção do carbonato de potássio no organismo, promovendo a neutralização de acidez do meio humoral. Efetivamente, apesar de no estado livre ter como princípio ativo o poderoso ácido cítrico, este, em contacto com o meio celular, no interior do nosso organismo, é transformado durante a digestão e comporta-se como um alcalinizante, ou seja, um neutralizante da acidez interna. Os seus diversos sais, por seu turno, convertem-se em carbonatos e bicarbonatos de cálcio, potássio, etc., os quais concorrem para acentuar positivamente a alcalinidade do sangue.

Um dos efeitos notáveis do limão é, por exemplo, o de combater o ácido úrico - temível inimigo (tantas vezes letal) de muitos cidadãos quando chegam a uma idade mais "respeitável".

Tomado pela manhã, em jejum (10 a 20 minutos antes do desjejum), descongestiona e desintoxica o organismo e, se usado com regularidade, erradicará por completo todos os uratos.

Deste modo, é evidente a sua grande valia nas diversas patologias reumáticas e artríticas. Com efeito, a ingestão da dieta de limões (ver abaixo), aumenta na urina a excreção de ácido úrico, uréia e ácido fosfórico.

Seu uso Interno (como também externo) é muito útil na regeneração dos tecidos inflamados das mucosas, reconduzindo ao estado e funcionamento normal de todos os órgãos do aparelho digestivo. Nas afecções gastro intestinais, os ácidos do limão destroem os germes e as bactérias nocivas que se libertam e que contribuem para gerar as ulcerações. Ainda combate as fermentações e os gases.

É um amigo do pâncreas e, malgrado certas apreensões quanto a supostas incompatibilidades com o sistema bilioso, revela-se um expurgador e um tonificante do fígado e da vesícula.

Relativamente ao aparelho genito-urinário, bem como ao sistema cardiovascular, é igualmente um poderosíssimo eliminador de toxinas e um tônico privilegiado. Tem, assim, ação que impede e neutraliza a proliferação das tão temidas afecções arterioscleróticas.

Gargarejos do seu suco fresco são benéficos para todos os tipos de afecções do trato nasofaríngeo, bem como para laringites e gengivites. Inalado (puro ou diluído), é um bom desinfetante nas rinites e sinusites. 
 
De Everton Oliveira da redação do Saúde Plena
DN

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Os ingredientes vilões em cosméticos



Existem cinco ingredientes ainda utilizados na indústria cosmética que são os mais agressivos à saúde das pessoas. Por isso, tenha o máximo de cuidado ao utilizar produtos que contenham esses ingredientes em suas fórmulas. Sempre que possível, procure alternativas naturais. Neste artigo falaremos de três desses cinco ingredientes.


1. Formaldeído

Substância que compõe o Formol, solução utilizada nos produtos para escova progressiva e outros métodos de alisamento capilar artificial. Em cosméticos, o formaldeído é usado como conservante (limite máximo permitido: 0,2% no total do produto) e como agente endurecedor de unhas (limite máximo permitido: 5%). No Brasil é raro encontrarmos esmaltes sem a utilização de formaldeídos em sua composição.

Quando utilizado em concentrações maiores do que as sugeridas acima, o formaldeído é muito prejudicial à saúde. É irritante à pele e aos olhos: podendo causar alergias, dores, vermelhidão, queimaduras em contato com a pele e visão embaraçada quando em contato com os olhos. Além disso, quando inalado, pode levar à falta de ar, tosse, irritação no nariz, dor de garganta e ao câncer no aparelho respiratório. O contato repetido ou prolongado com essa substância pode causar reação alérgica, debilitação da visão e aumento do fígado.

O consumidor pode se proteger do efeito do formol observando cuidadosamente os rótulos das embalagens, e evitando o consumo de produtos que tenham as seguintes substâncias listadas (Nomenclatura INCI): Formaldehyde, Diazolidinyl Urea, Imidazolidinyl Urea e DMDM Hydantoin.

Por ser tão agressiva à saúde, o formol é uma substância que, mesmo dentro dos limites estabelecidos, não deveria ser utilizada.


2. Tolueno

O tolueno pode ser encontrado em laquês e esmaltes de unhas. É facilmente absorvido pelos pulmões (40 a 60% do inalado). Níveis baixos ou moderados podem produzir cansaço, debilidade, náusea, perdas da memória, do apetite, da visão e audição. Estes sintomas geralmente desaparecem quando cessa a exposição. Pode afetar o sistema nervoso. Nomenclatura INCI: Toluene

Fique atenta à utilização de ftalatos e toluenos em dois importantes produtos da indústria cosmética: laquês e esmaltes


3. Acetato de chumbo

O chumbo, sob qualquer forma, é venenoso.

O acetato de chumbo pode ser encontrado em batons e em algumas tinturas para cabelo, principalmente nas que colorem os cabelos gradativamente. O acetato de chumbo é cancerígeno e pode causar danos hormonais. Rapidamente absorvido pela pele, o chumbo se acumula nos ossos e seu efeito tóxico se mantém no corpo ao longo do anos, não podendo ser eliminado. Nomenclatura INCI: Lead Acetate.


No próximo artigo você encontrará informações sobre os últimos dois ingredientes da lista dos cinco.


Fonte: LUCIANA PORTOLANO, Diretora da EST, empresa de cosméticos
Para mais informações acesse www.mundoest.com.br

4 hábitos modernos que prejudicam a saúde

Conheça 4 hábitos modernos que podem causar sérios riscos à saúde e aprenda a minimizar os seus efeitos

 


A cada uma hora de uso de computador, faça uma pausa de 5 minutos
Foto: Getty Images

Ficar horas no celular, varar a noite no computador, consumir muitos alimentos em embalagem plástica... Esses hábitos modernos escondem riscos à saúde. Aprenda agora a se proteger!

Viciada em computador

 

Você é daquelas que passam dia e noite em frente ao computador? A luz emitida pelo monitor, assim como pela tela da TV, afeta a produção de melatonina, hormônio que induz ao sono. "Como o descanso noturno é essencial para restaurar a energia, dormir mal reduz a concentração, causando déficits de memória e alterações de humor, além de sonolência diurna", diz a psicóloga Gema Galgani Duarte, da Unicamp, no interior de São Paulo.

O excesso de horas em frente à tela do computador também prejudica os olhos. "Eles ficam ressecados porque, quando estamos concentrados, piscamos com menor frequência", esclarece a oftalmologista Rosana Pires da Cunha, da Universidade Federal de São Paulo. A luminosidade piora o quadro. A "síndrome da visão do usuário de computador" se caracteriza por fadiga visual, dificuldade de focar, visão embaçada, coceira e irritação.

Para não abrir mão do conforto

· A cada hora de uso, faça uma breve pausa de cinco minutos: feche os olhos e espreguice, alongando a coluna.

· Se o computador ficar no seu quarto, desligue o monior quando for dormir para não atrapalhar o sono.


· Se você trabalha muito tempo diante da tela, deve usar colírio lubrificante com indicação médica.

Enclausurada pelo ar condicionado

Já reparou que o shopping fica mais cheio em dias quentes? O ar condicionado é o melhor refúgio para aliviar o calor. Porém, segundo o alergologista Gustavo Graundez, da Faculdade de Medicina da USP, a baixa qualidade do ar em locais climatizados aumenta a ocorrência de problemas respiratórios em 30%. A falta de limpeza dos aparelhos cria o ambiente ideal para a proliferação de fungos, ácaros e germes, o que causa dor de cabeça, congestão nasal, garganta irritada e baixa concentração.

Além disso, o aparelho - que retira umidade do ar - resseca o muco, prejudicando os alérgicos. Por isso, o ar condicionado contribui para a piora de gripes, resfriados, amigdalite, sinusite, bronquite, asma e pneumonia.

Para não abrir mão do conforto


· Em casa, não deixe o ar ligado o tempo todo e siga a recomendação de limpeza do fabricante.


· Se sua mesa de trabalho for colada a uma saída de ar condicionado, tente mudar de lugar ou deixe um agasalho na gaveta para nunca passar frio.


· Mantenha a temperatura entre 20 e 22 ºC.

Prefira usar fones de ouvido, ao falar no celular
Foto: Getty Images

Refém do celular

 

Se você consegue sair de casa sem bolsa, mas não sem o aparelho, talvez sofra de nomofobia (ou medo de ficar sem o celular). “O termo se aplica a dependentes de qualquer tecnologia que nos mantém conectados”, diz o psicólogo Cristiano de Abreu, do Hospital das Clínicas de São Paulo. E, pasme, a falta do aparelho pode ser mais estressante que terminar um namoro!


Os sintomas de que essa relação passou do limite são: preocupação excessiva com o celular e o costume de interromper tudo para responder à chamada. Ainda que você não exagere, o uso constante pode causar stress e atrapalhar a concentração. Isso sem contar os possíveis (e controversos) efeitos da radiação. Se por um lado os fabricantes garantem respeitar os limites estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde, por outro, os críticos argumentam que as consequências da nova tecnologia só serão conhecidas no futuro.


Para não abrir mão do conforto



· Evite encostar o aparelho na cabeça. Prefira os fones de ouvido e viva voz.


· Leve o aparelho na bolsa, não no bolso.


· Não utilize o celular no elevador ou dentro do carro, pois a radiação tende a se concentrar. Nem fale com o sinal fraco.


· Não durma com o celular perto de você.

Embalada em plástico

 

O hábito de congelar comida em potes de plástico e esquentá-la no micro-ondas pode fazer mal. Isso porque o composto bisfenol (ou BPA), usado na produção desse material, está sob suspeita. Em altas doses no corpo, age como o estrogênio e pode causar infertilidade, câncer de mama e danos ao fígado.


No Brasil, o composto é tolerado até o limite de 0,06 miligrama por quilo de peso corporal. No entanto, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia organizou uma campanha de conscientização. "Nosso princípio é a precaução, já que há evidências de que essas substâncias causam mal ao ser humano e ao meio ambiente, inclusive em baixa quantidade", informa a vice-presidente da entidade, Marise Lazaretti Castro.


Para não abrir mão do conforto


· Prefira vasilhas de vidro ou cerâmica para esquentar as bebidas e os alimentos.


· Lave os utensílios de plástico na mão e descarte os que estiverem lascados ou arranhados.

MdeMulher 

Os tipos de TPM e os cuidados com a aromaterapia


A Tensão pré-menstrual atinge entre 55% e 90% das mulheres na idade fértil. Números à parte, uma coisa é certa: a TPM incomoda não só as mulheres, mas também todos  que as rodeiam. Saber lidar com esse momento especial é usar a sabedoria feminina a favor do bem-estar geral. E os óleos essenciais são ótimos aliados para amenizar os incômodos sintomas.


Conheça os tipos de TPM e os óleos indicados para cada uma delas:

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) existem quatro tipos de TPM (classificados de  acordo com os sintomas sofridos). 

- TPM tipo A: neste caso, prevalecem, além da ansiedade, a tensão nervosa, oscilações no humor e irritabilidade, que podem ser controladas através dos óleos essenciais de camomila, lavanda, ylang-ylang, gerânio e rosa (use-os no banho, em massagens ou no difusor). Eles acalmam os nervos, diminuem a irritabilidade e relaxam. Eviter bebidas estimulantes e tentar usar recursos para um equilíbrio interior, como meditação e yoga.

- TPB tipo C: quando a dor de cabeça, o aumento no apetite, palpitações, cansaço, tonturas ou desmaios são mais comuns durante o período que antecede a menstruação. Aqui, os óleos indicados são: alecrim e hortelã-pimenta. Pingue-os num lencinho e inale o cheiro. Se preferir, coloque uma gota de lavanda nas têmporas. No caso de aumento de apetite, inale o óleo de rosa ou bergamota. Já para palpitações, receba uma massagem com óleos de ylang-ylang e hortelã-pimenta. Contra o cansaço, use o alecrim (não é indicado para hipertensos, grávidas, epilépticos e pessoas sob tratamento homeopático) ou a sálvia-esclareia. Desmaios e tonturas são controlados com o cheiro do óleo de  hortelã-pimenta. Evite bebidas estimulantes, como café, chá-preto, chá verde, refrigerantes em geral e procure adotar uma alimentação mais integral.

- TPM tipo D: é o tipo onde prevalece o estado depressivo, aquela sensação de “ninguém me ama, ninguém me quer”.  Pode ocorrer também esquecimento, crises de choro repentinas, confusão e insônia. É preciso refrescar os ânimos e elevar os espíritos com os óleos essenciais cítricos (laranja, bergamota, mandarina, tangerina, limão), que trazem felicidade. As flores também são sempre indicadas para estados depressivos, como jasmim, rosa e néroli (flor de laranjeira). Contra esquecimento, óleos mais estimulantes, como alecrim, tea-tree, limão e cardamomo (este um poderoso afrodisíaco). Para crises de choro e confusão, nada melhor que a lavanda e o gerânio para dar um equilíbrio. E, como sempre, a lavanda para a insônia, podendo alternar com bergamota, camomila e manjerona. Banhos são sempre renovadores e no ambiente são suaves e eficazes. Mas bons mesmos são os difusores pessoais, realizando verdadeiro tratamento de choque para estados emocionais abalados.

- TPM tipo H: por razões também hormonais, algumas mulheres têm maior propensão a reter líquido na TPM. Neste caso, os óleos para aumento de peso são funcho doce, limão e mandarina. Para inchaço nas extremidades, cipreste limão e lavanda; Para dor nos seios, compressas com gerânio e para inchaço abdominal, camomila, lavanda e cipreste. São recomendados além de banhos, drenagens linfáticas e óleos corporais pós banho com estes óleos essenciais. Evite ingerir alimentos muito salgados e bebidas alcoólicas.

fonte: Beatriz Yoshimura,  Aromaterapeuta Holística pelo Instituto Tisserand.
Por Karla Precioso

Varizes: problema que também afeta homens



Sedentarismo e genética são cruciais para aparecimento do mal. Acúmulo de sangue causa dor, inchaço, queimação e sensação de peso e cansaço nas pernas

 

 Se você pensa que sofrer de varizes é problema só de mulher, está enganado. Estudos internacionais revelam que 20% das pessoas que sofrem do mal são do sexo masculino. Especialistas alertam sobre a importância do tratamento entre os homens, a fim de evitar problemas como inchaço nas pernas, hemorragias e escurecimento e endurecimento da pele.

Segundo o cirurgião vascular, Eduardo Toledo, membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), além da genética, outros fatores são responsáveis pelos aparecimentos dos vasos. “A profissão geralmente é um fator desencadeante. Homens sedentários, que ficam muito tempo parados e em pé tendem a sofrer com varizes”, afirma.

Neste caso, a recomendação é “mexer os pés” — mesmo sentado — e fortalecer com exercícios a musculatura da pena. “As varizes são veias que se dilatam progressivamente, acumulando sangue na região. Causam dores, sensação de peso, cansaço e queimação. A contração muscular e a pressão dos pés ao caminhar empurram o sangue para cima e evitam esse acúmulo”, explica Eduardo.

Tratamentos reduzem mal

Não é preciso esperar os vasos aparentes sob a pele ficarem maiores e mais grossos para buscar tratamento. Em varizes mais finas, há opção de aplicar injeções com substâncias que irritam e destroem as veias. As mais grossas são removidas com cirurgia.

“Existe também a escleroscopia com espuma, técnica que trata veias finas e grossas com injeção. A droga injetada sob a forma de espuma permite que o medicamento não se misture com o sangue e mantenha sua concentração. Destruir a veia não é prejudicial ao paciente: há uma rede infinita de vasos para compensar um perdido”, esclarece Eduardo Toledo.

O Dia online

Homens são mais propensos a morrer antes dos 65

Fumo, excesso de álcool, uso de drogas e comportamentos sexuais de risco tornam os homens duas vezes mais propensos que as mulheres a morrer antes dos 65 anos, de acordo com um estudo da União Europeia. O levantamento aponta 630 mil óbitos por ano de pessoas do sexo masculino em idade ativa, em comparação com 300 mil do feminino. Os dados são do jornal Daily Mail.

Em toda a Europa, 63% dos homens fumaram em algum momento da vida, contra 45% das mulheres. Estima-se que cerca de uma em cada sete mortes poderia ser atribuída ao hábito.

Eles também apresentam probabilidade maior que elas de abusar de bebidas e drogas. Em 23 dos 31 países, a taxa de mortalidade masculina por doença hepática crônica é pelo menos duas vezes maior que a feminina. Fora isso, 82% das overdoses de heroína acontecem em homens.

"Estilo de vida não é simplesmente o produto de escolha individual. Aqueles que estão em condições materiais e sociais pobres comem de maneira menos saudável, fazem menos exercício e são mais propensos a fumar ou usar drogas", disse o autor Richard de Visser, da Universidade de Sussex, na Inglaterra, ao jornal. "Há uma crescente conscientização da necessidade de modificar os hábitos no início da vida entre os homens envolvidos em comportamentos prejudiciais à saúde." 

Ponto a Ponto Ideias

Sobrancelhas: cinco itens que os homens precisam saber

                                              Foto: Getty Images

A descoberta do Botox contribuiu com a cosmetologia anti-aging, mas a toxina que paralisa os músculos também nos atentou para o quanto as sobrancelhas são importantes para a comunicação. Quando você não consegue movê-las, seu rosto ganha um ar congelado, como se estivesse sempre com a mesma expressão até diante das surpresas. De fato, uma das coisas que poucos sabem é que a paralisação das sobrancelhas afeta consideravelmente a comunicação e a expressividade do rosto humano, como citou o Fox News desta quinta-feira (23).

ental não apenas na atração que exercemos sobre o sexo oposto, mas também por transmitirem nossas emoções e, ao longo da evolução mostraram, à distância, o dismorfismo sexual (exemplo: sobrancelhas grossas são de homens e as finas, de mulheres). 


Mas os homens pouco se preocupam com esta parte especial do corpo humano e, por isso devem aprender cinco itens importantes sobre elas:

- Cada sobrancelha tem cerca de 500 fios
Não adianta: cada pessoa tem apenas duas sobrancelhas e cada uma possui cerca de 500 fios apenas. E eles crescem duas vezes mais vagarosamente que os fios de cabelo. Por isso, pense bem antes de removê-los ou apará-los, pois poderá ter de conviver com a consequência do ato por um tempo maior do que o esperado.

- Sobrancelhas "da moda" já foram feitas com pelos de ratos
A ideia é meio nojenta, mas é verdadeira. No fim do século 18, diversos colonos americanos usaram pelos cinzas de ratos para dar mais volume à sobrancelha. No livro In The Eyebrows (Nas Sobrancelhas, indisponível em português), os autores Robyn Cosio e Cynthia Robins traçam a evolução da sobrancelha como um ícone de beleza, moda e status tanto para eles quanto para elas.
Enquanto consideramos os olhos pontos de atração para o rosto, são na verdade as sobrancelhas que adornam esta área do rosto, visto que mudanças bruscas podem trazer alterações dramáticas para o look de homens e mulheres.
 
-Sobrancelhas são mais vitais para o reconhecimento facial do que os olhos
São as sobrancelhas os espelhos da alma, e não os olhos. Em um dos únicos estudos sobre o assunto, realizado no Massachusetts Institute of Technology (MIT), descobriu que ao esconder as sobrancelhas e mostrar apenas os olhos de parentes e amigos, as pessoas encontravam dificuldades em identificá-las. Os voluntários tiveram dificuldades até mesmo para reconhecer o rosto inteiro sem as sobrancelhas - e eram pessoas que eles conheciam bem!

- Suas sobrancelhas te entregam
A face humana difere do resto do corpo, em especial em relação aos músculos usados para as expressões faciais, conhecidos como frontalis e orbicularis oris. Acontece que estes músculos são conectados a outros músculos do corpo e fazem com que muitas de suas contrações aconteçam involuntariamente.
Os cientistas chamam isto de "microexpressões" ou tiques que duram segundos e que acabam denunciando nossas intenções para quem consegue decifrar estes sinais. Assim, não importa o quanto tente esconder a verdade - ou a mentira -, sua sobrancelha te denuncia.

- Homens com sobrancelhas que se unem já foram considerados criminosos inerentes
A última coisa que muitos homens devem saber sobre sobrancelhas é que alguns estilos podem ser ligadas a perfis criminais.
A sobrancelha que se une tem sido vilanizada, associada por vários métodos não científicos ao comportamento criminal, pouca inteligência e outros comportamentos ruins - sem qualquer validade científica. 

Enquanto é uma característica desejada em diversas culturas, a sobrancelha que se junta voltou aos olhos públicos em 2002, quando Salma Hayek protagonizou o filme Frida, na qual interpretava a pintora mexicana Frida Kahlo, detentora de uma sobrancelha dessas. Mas a junção dos pelinhos não se tornou moda, já que nem a atriz conseguiu ficar bonita com elas, como poderia funcionar em outros mortais?

Terra

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Mensagem : Deus




Deus...
Dai-me o poder de não desanimar
De poder olhar para o futuro com alegria
De esperar todos os dias algo de bom...

Deus...
Não me deixe desistir
Levante-me os olhos para a vida,
e que ela possa me parecer linda sempre.

Deus...
Não permita que eu saia do meu caminho,
mesmo ele estando em dificuldades,
mesmo que pareça impossível chegar ao fim.


Meu querido Deus...
Não deixe que eu me esvazie,
que me sinta triste e sem coragem.
Não deixe que eu pare diante de situações difíceis...
Que eu me distancie dos meus sonhos!


Deus...
Só o Senhor tem o poder de me iluminar,
então, faça da minha vida uma claridade plena,
faça que meu coração sinta a luz do amor,
e que eu possa dar amor ao meu irmão
sem medir esforços.


Deus meu...
Eis um filho seu implorando ajuda,
pois sem a sua mão estendida, nada neste mundo pode ser perfeito.
Por isso, venho aos seus pés e peço:
- Me dê a chance de acertar,
de lhe dar orgulho em ser do seu reino,
de saber o seu valor.



Deus...
Lhe peço ainda:
- Não me deixe parar nunca, e
que minhas esperanças se renovem a cada dia!
(Autor desconhecido)

Ótimo feriado a todos, com Amor e Paz !!!! 

Beijo no coração !

Jacinta

terça-feira, 21 de junho de 2011

Saúde da mulher: 14 questões sobre absorventes higiênicos


Rosa Neme: Os absorventes internos não oferecem nenhum risco à saúde da mulher, desde que sejam usados de forma correta, ou seja, trocados em um período máximo de até 4 horas e que se mantenha os cuidados de higiene adequados
Até meados dos anos de 1960, muitas mulheres utilizavam as chamadas ‘toalhas higiênicas’, que eram lavadas para serem usadas novamente no próximo ciclo menstrual.
Além de não ter praticidade, também não eram nada higiênicas, pois a reutilização levava ao acúmulo de bactérias. Esse hábito já é passado. As mulheres contam hoje com absorventes higiênicos industrializados, internos ou externos, e com características que atendem às várias necessidades e exigências das consumidoras. São produtos que fazem parte da rotina da maior parte do público feminino, da puberdade até a menopausa. Diante dessa realidade, vale a pena ficar atenta aos esclarecimentos dados pela ginecologista Dra. Rosa Maria Neme. Ela responde várias questões sobre o uso dos absorventes.


1. A cobertura dos absorventes é segura para a saúde?

Sim, porque a maior parte dos absorventes é fabricada com matérias-primas especiais para esse tipo de uso. O importante é prestar atenção para o caso de reações alérgicas, principalmente naqueles com cobertura que não são de algodão, pois podem prejudicar a ventilação e favorecer o aparecimento de infecções. 
 

2. Qual a diferença entre um absorvente externo e interno?

Os absorventes externos são usados por fora do corpo, se aderem à calcinha e devem ser usados na presença de fluxo menstrual pequeno ou no final do ciclo menstrual das mulheres. Já o interno é inserido dentro da vagina para absorver o fluido antes de sair do corpo.
 

3. Com que frequência é necessário trocar o absorvente externo e interno?

O ideal varia num intervalo entre duas e quatro horas. Mas, tudo dependerá da intensidade do fluxo menstrual de cada mulher e da necessidade pessoal. É importante lembrar que não é aconselhável ficar muitas horas sem trocá-lo, porque isto pode ocasionar um odor desagradável, alergias e proporcionar a proliferação de bactérias.
 

4. É possível substituir o uso do absorvente externo pelo interno durante todo o ciclo?

É possível. Em geral, os absorventes internos não oferecem nenhum risco à saúde da mulher, desde que sejam usados de forma correta, ou seja, trocados em um período máximo de até 4 horas e que se mantenha os cuidados de higiene adequados.
 

5. Todo mundo pode usar absorventes internos? Mesmo garotas virgens ou aquelas que acabaram de menstruar?

Todas as mulheres podem usar, incluindo garotas virgens, porque não há nenhum risco de romper o hímen. Entretanto, a mulher pode sentir um pouco de desconforto na colocação desse tipo de absorvente.


6. Absorventes internos podem provocar choque tóxico?

O choque tóxico pode acontecer diante de uma contaminação pela toxina da bactéria stafilococos aureus. Pode ser uma infecção grave e inclusive em alguns casos, levar à morte. O uso correto do absorvente interno, com troca regular a cada 4 horas, ajuda a evitar esse tipo de infecção.
 

7. Existe absorvente ecológico?

É um absorvente interno na forma de uma tacinha que é lavável, após sua utilização. A questão é que o absorvente convencional de algodão, e que é desprezado depois do uso, tende a ser mais higiênico.


8. Como saber se o absorvente interno foi bem colocado?

Se a mulher não tem nenhuma sensação de desconforto ao inseri-lo na vagina, é sinal de que foi bem colocado. Para retirá-lo, basta puxar a cordinha ligada a ele. Agora, se o barbante sumir é necessário retirar o absorvente interno com o dedo. Caso tenha dificuldade, procure um ginecologista.

 

9. Quem tem candidíase pode usar absorvente interno?

Não há nenhum problema, porque o absorvente interno não piora a candidíase. Porém, o uso prolongado dele, além do permitido pode causar infecções bacterianas, como tricomoníase e vaginose bacteriana.
 

10. É possível utilizar um absorvente interno durante a noite?

É possível, mas não aconselhável. Se a mulher quiser usá-lo, esse deve ser colocado na hora de dormir e retirado quando acordar. O que deve ser avaliado é a intensidade do fluxo e o conforto pessoal.

 

11. Como descobrir o tamanho certo do tampão interno?

Em geral pela quantidade de fluxo menstrual. Caso o fluxo seja intenso, o ideal seria usar o tamanho super. Caso contrário, usar os que possuam dimensões menores.
 

12. Quais são as vantagens que eles apresentam em relação aos demais absorventes?

Eles podem ser usados diariamente durante o período menstrual. A grande vantagem é a mulher ter mais liberdade para frequentar ambientes, como praia e piscina, durante o período menstrual. A desvantagem é que devem ser trocados em um período, em geral, mais curto que o absorvente externo.
 

13. Mesmo quando bem colocado, há o risco do fluxo vazar ou a mulher pode se sentir segura usando o absorvente interno?

Há risco de vazar se o fluxo menstrual for muito intenso. Por isso, existem tamanhos diferentes para atender a cada necessidade. Nesse caso, deve-se trocar o absorvente em um período mais curto de tempo. Seguindo-se a orientação do tempo de troca e os cuidados necessários, a mulher pode se sentir segura.

 

14. Existe problema em usar absorventes diários, tipo protetores de calcinha, todos os dias?

É problemático sim, porque isso aumenta o calor na região vaginal e a umidade, o que favorecem a ocorrência de infecções. 
Vya Estelar