terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Mensagem: Crescer é...


Ser cada dia um pouco mais nós mesmos...

Dar espontaneamente sem cobrar inconscientemente...

Aprender a ser feliz de dentro para fora...

Buscar no próximo um meio de nos prolongarmos...

Sentir a vida na natureza...

Entender a morte como natural da vida...

Conseguir a calma na hora do caos...

Ter sempre uma arma para lutar e uma razão para ir em frente...

Saber a hora exata de parar e buscar um algo novo...

Não devanear sobre o passado, mas trabalhar em cima dele para o futuro...

Reconhecer nossos erros e valorizar nossas virtudes...

Conseguir a liberdade com equilíbrio para não sermos libertinos...

Exigir dos outros, apenas o que nós damos a eles...

Realizar sempre algo edificante...

Ser responsável por nossos atos e por suas consequências...

Entender que temos o espaço de uma vida inteira para crescer...

Nos amarmos para que possamos amar os outros como nós mesmos...

Assumir que nunca seremos grandes,

mas que o importante é estar sempre em crescimento. 

Desconheço a autoria 

Beijos !!!!
               Jacinta  

Cochilo pós-sexo pode evitar discussão de relacionamento

O que fazer quando o companheiro ou companheira acaba tirando aquela soneca depois da relação? Muitas pessoas se irritam com a situação, mas será que quem fica acordado tem realmente razão? Um estudo realizado e publicado em um artigo no jornal "Journal of Social, Evolutionary and Cultural Psychology" tenta explicar o que leva ao famoso cochilo pós-sexo.


 Os pesquisadores concluíram que dormir antes do companheiro/companheira pode ser um ato insconsciente para evitar conversas sobre assuntos complicados, como a tão conhecida DR (discussão de relacionamento). De acordo com o artigo, dormir evitaria qualquer tipo de questionamento sobre o futuro da relação, além de dar ao parceiro que fica acordado uma sensação de mais carinho e ligação emocional pela pessoa que dorme, ficando mais carente.


 A pesquisa ainda revela: ao contrário do que muita gente pensa, não são eles que normalmente pegam no sono primeiro. Não foi encontrada nenhuma diferença significativa entre os depoimentos de homens e mulheres.

Fonte-srzd
Via Lucineide Medeiros

Veneno de abelha combate rugas

Principal adepta dos cremes à base de veneno de abelha, Kate Middleton desfila uma pele livre de qualquer marca de expressão
Featureflash | Shutterstock

Substância virou febre entre celebridades internacionais

Apesar de parecer estranho, o uso de veneno de abelha no rosto tem sido algo bem comum entre as celebridades internacionais para se livrar de uma vez por todas das insistentes rugas e marcas de expressão.

A nova mania nada mais é do que um creme à base de melitina - aminoácido presente na toxina do inseto -, que "engana" a pele, transmitindo a sensação de uma picada de abelha e desencadeando uma reação ao veneno, que é capaz de aumentar o fluxo sanguíneo, assim como a produção de colágeno (substância que fortalece os tecidos do corpo) e de elastina (proteína que confere flexibilidade), eliminando as células mortas e reduzindo as rugas.

A onda começou no fim do ano passado, quando Kate Middleton e Camilla Parker Bowles, ambas da Família Real inglesa, revelaram que eram usuárias de produtos faciais feitos com a substância. Desde então, as atrizes Michele Pfeiffer, Gwyneth Paltrow e Emilia Fox e as cantoras Victoria Beckham, Kylie e Dannii Minogue também se declararam fãs do composto.

Todas estão usando os cosméticos feitos pela esteticista Deborah Mitchell, a favorita de Camilla. Ela vende a máscara Bee Venom, que contém cerca de 1% de veneno de abelha das colmeias orgânicas de Nova Zelândia. O tratamento completo feito pela esteticista custa 165 libras (cerca de R$ 467), mas o pote de creme com 50 ml pode ser adquirido pelo site da profissional por cerca de R$ 154.

A versão brasileira do creme
No Brasil, a substância extraída do veneno de abelha tem sido estudada no interior de São Paulo. Depois de mais de 20 anos de pesquisas, a Protta Cosméticos Ativos lança no mercado um creme hidratante que, além de ter a toxina da abelha em sua composição, conta também com própolis e óleo de buriti. O produto, semelhante ao creme utilizado por Kate Middleton, atua tanto na redução de rugas quanto no combate às dores reumáticas, sendo entregue pelos Correios, em potes de 30 gramas pelo valor de R$ 45.

“O creme age na diminuição das rugas e, para isso, deve ser aplicado sobre o rosto uma vez ao dia, evitando o contato com os olhos e deixando-o agir até a próxima aplicação”, indica Ciro Protta, técnico agrícola, apicultor, pesquisador e fundador da Protta Cosméticos Ativos.

Mito ou verdade?
Apesar do sucesso estrondoso fora do País, os cremes feitos com o veneno de abelha não agradaram os especialistas daqui. Para Valcinir Bedin, médico dermatologista formado pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre e doutor em Medicina pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), não é a falta de circulação sanguínea nem o seu estímulo que faz o corpo produzir mais colágeno e, consequentemente, eliminar as rugas do rosto.

“Essa substância provoca, na verdade, um inchaço, causado pelo aumento da circulação sanguínea no local. Só que isso é temporário e passageiro. Algumas horas depois do efeito do medicamento, tudo volta ao normal. Para fazer a ruga desaparecer, seria necessário criar um novo colágeno no local ou paralisar o músculo que a forma”, diz.


Hélice
Especial para o Terra

Chá-mate faz secar até 4 kg

Pesquisa comprova que com um 1 litro por dia de chá-mate você emagrece!

Alerta: o cardápio sugerido pode ser seguido por apenas um mês!
Foto: Dreamstime

 

Pode acreditar: se consumido da maneira certa, o chá-mate emagrece! Quente ou gelada, a bebida acaba de ser "descoberta" pela ciência como poderoso aliado de dietas. Quem garante é a professora, nutricionista e doutora em ciências dos alimentos Sandra Soares Melo, da Universidade do Vale do Itajaí, Univali.

Comprovado!

 

Ao lado de outros colegas, durante 35 dias a pesquisadora submeteu dois grupos de ratos - que possuem características fisiológicas parecidas com as do ser humano - a uma dieta rica em gorduras (do mesmo tipo contido em biscoitos e bolachas) para, depois, alimentar apenas um dos grupos com chá-mate.


O resultado? Os ratos que receberam o mate não só perderam peso como apresentaram redução de gordura no fígado. "Isso ocorre porque a erva tem cafeína, que promove a quebra de gordura no organismo. Além disso, também tem ação antioxidante, que expulsa substâncias tóxicas do nosso corpo", explica a pesquisadora.


Ela indica um cardápio detalhado capaz de fazer perder até 4 kg por mês tomando o chá mate do jeito certo!

Prepare seu chá

A nutricionista Sandra Soraes Melo ensina como preparar 1 litro de chá, quantidade que você deve ingerir por dia. O produto pronto, à venda no mercado, também funciona. A diferença é que esses chás são adoçados com sacarose ou adoçante e têm conservantes químicos.


· Esquente bem 1 litro de água
· Despeje a água quente sobre 110 g da erva
· Deixe em infusão por cerca de 15 minutos e coe.
· Não coloque açúcar.


Atenção: tome o chá quente ou frio, desde que em até 24 horas. Depois, ele perde as propriedades.

Quando consumir

Beba o chá no café da manhã, no lanche da manhã, uma hora após o almoço e no lanche da tarde, sempre um copo grande e cheio. Ingerir a bebida junto com a comida reduz a absorção de vitaminas e minerais do chá pelo organismo. Se sofrer de insônia, não tome o mate depois das 17h, pois a erva contém cafeína, um estimulante natural. Grávidas também devem evitar o consumo.

Cardápio

Café da manhã
· 1/2 mamão papaia + 1 colher (sopa) de aveia em flocos
· 1 iogurte desnatado natural + 1 colher (chá) de mel OU 1 copo de leite desnatado
· 250 ml de chá-mate preparado + 1 folha de capim-limão
· 2 fatias de pão integral light OU cereais integrais
· 1 fatia de peito de peru light + orégano a gosto



Lanche
· 1 banana com canela
· 250 ml de chá-mate com limão



Almoço
· 1 prato (sobremesa) de folhas verdes, cebola e tomate
· 1 colher (sobremesa) de azeite de oliva extravirgem
· Brócolis à vontade
· Cenoura crua ralada à vontade
· Arroz integral à vontade
· Lentilha à vontade
· 1 peixe grelhado (OU file de carne magra OU frango grelhado)
· 1 fruta (1 hora após o almoço)
· 250 ml de chá-mate



Lanche
· 250 ml copo de chá-mate batido com 2 fatias de abacaxi, folhas de hortela e gelo
· 2 fatias de pão integral light
· 1 fatia de queijo de minas light


Jantar
· Sopa de quinua com legumes

Ceia
· 1 maçã

 Reportagem: Giulia Gazetta
  Conteúdo do site VIVA!MAIS

Perigos no salão de beleza

De 2005 a 2010, o número de salões de beleza quase que duplicou no Brasil. Com a melhora na economia e a maior participação feminina no mercado de trabalho, o segmento de beleza cresce vertiginosamente. Segundo pesquisa da Fecomércio-SP, os brasileiros gastam hoje cerca de um bilhão de reais com tratamentos de beleza. Esse valor é o mesmo que é gasto com produtos básicos, como o frango.

Contudo, essa procura pela beleza pode acarretar em problemas graves. Os salões e clinicas de estética são ambientes que podem oferecer riscos à saúde do cliente. Micoses, infecções, hepatite e até HIV podem ser contraídos durante os procedimentos realizados nesses locais.


Segundo especialistas, a limpeza e higiene do local devem ser as primeiras coisas observadas no ambiente. É importante também que o cliente conheça os processos de esterilização que devem ser aplicados em cada instrumento e que fique atento para ver se esses estão sendo realizados corretamente.


Veja abaixo quais os riscos inerentes a cada procedimento realizado nos salões.


Manicure e Pedicure


O perigo mais comum que acomete quem arruma as unhas dos pés e das mãos em salões são as micoses. Essas são infecções causadas por fungos que atingem as unhas e as deixam ocas, quebradas e podendo até provocar sua queda. A onicomicose, como é conhecida essa doença, é contraída através de aparelhos como tesouras e alicates esterilizados incorretamente. Contudo, há ainda outras doenças que podem ser contraídas durante a sessão de manicure. São exemplos as verrugas, alergias, Hepatite C e Aids.


Esse risco não é só para os clientes, mas também para o profissional. Segundo o médico José Mauro Nogueira, para a prevenção, os profissionais deveriam usar luvas descartáveis durante os procedimentos e lavar as mãos antes e depois dos procedimentos, além de esterilizar os equipamentos de forma adequada, inclusive aqueles que podem ser reaproveitados.


Nogueira recomenda que cada cliente leve seu próprio kit-manicure, com equipamentos que serão utilizados apenas por ela. Para montar esse kit, a pessoa pode usar os seguintes materiais: alicate de cutícula, palitos de madeira, lixa de pé, lixa de unha, espátula de ferro, toalhinha, conjunto de algodão, polidor de unha, saquinho para bacia dos pés, tesourinha ou cortador de unha, pó hemostático.


Depilação


Os fungos representam o maior perigo na depilação, pois encontram condições favoráveis ao seu crescimento. A retirada dos pelos pode ser feita com cera (quente ou fria), a laser, com linha, lâmina, pinça, ou produtos químicos. A mais popular nos salões brasileiros é a feita com cera quente.


Muitos salões usam a receita de cera caseira, que leva açúcar, mel e limão na composição. Esses agentes são cheios de microorganismos que podem causar infecções. A Tínea Inguinal (ou Tínea Crural) é uma infecção na virilha e se manifesta por uma imensa coceira e manchas avermelhadas, úmidas ou descamativas que podem se prolongar até as nádegas. Uma dica para evitar essa infecção é usar apenas produtos industrializados, em casa ou em salões. A temperatura da cera também deve ser observada, pois se ela estiver muito quente pode provocar queimaduras na pele e deixá-la flácida com o passar dos anos.


Maquiagem


As maquiagens usadas em salões de beleza podem transmitir micoses e causar alergias, pois são utilizadas em várias pessoas. Assim, os microorganismos podem passar da pele de uma pessoa para outra. A área que mais exige cuidados é a região dos olhos, em especial com produtos como sombras, rímel, lápis e delineador.

Ter seus próprios produtos e guardá-los de forma apropriada, conforme especificações do fabricante, são alternativas para aumentar sua segurança. E sempre respeite as datas de validade, produtos vencidos podem fazer mal à saúde.

Cabelos


Geralmente encontrado em crianças, o piolho é transmitido de uma pessoa para a outra pelo contato, o que pode acontecer também com adultos. A caspa, ao contrário do que muitos imaginam, não é transmitida, e sim um problema desenvolvido individualmente.


Alguns tratamentos capilares merecem cuidados especiais. A busca por cabelos lisos levam mulheres em todo o mundo a utilizar produtos químicos fortes, o que pode causar danos ao couro cabeludo e à saúde em geral. Uma técnica muito comum é a escova progressiva, que leva formol em sua composição. O fato é que o formol é uma substância tóxica ao organismo humano, e pode causar reações que vão desde coceiras até choques anafiláticos e câncer.


O Instituto Nacional do Câncer (Inca) não recomenda a técnica e alega que “a mistura que é aplicada no cabelo para alisá-lo possui em sua composição uma substância tóxica com potencial cancerígeno, o formaldeído, também conhecido como formol. A concentração de formol que é usada para a obtenção do alisamento é um mistério para o consumidor, pois seu preparo é feito de acordo com o tipo de cabelo”.


Fonte:  Boasaúde, UOL

Ginástica do sorriso

Você sabia que dá para manter a pele do rosto jovem por mais tempo sem abusar de cremes caríssimos? É possível, sim. Basta massagear algumas regiões enquanto sorri. Olha só que delícia! A atividade exercita boa parte dos músculos faciais, ativando a circulação, ou seja, pele mais viva, com mais viço e… adeus flacidez!

Saiba como colocar em prática essa ginástica tão divertida:

1- Rindo, pressione o canto da boca e faça movimentos circulares na região, pressionando os dedos para cima.

2 – Repita a ação na região das bochechas.

3 – Faça o mesmo movimento na região próxima às orelhas.
Fácil, fácil, né?

fonte: Spa Mais Vida

Soluções naturais e eficazes para as olheiras

Compressas de chá de camomila gelado e máscaras de pepino são boas opções contra essas manchas que aparecem ao redor ou debaixo dos olhos. “Elas agem diminuindo o inchaço na região”, diz a dermatologista Eliandre Palermo, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 Isso porque tanto a camomila quanto o pepino contêm substâncias anti-inflamatórias que reduzem a vasodilatação local, melhorando a aparência das olheiras.

Mas nada de apelar para receitas sem comprovação científica. Algumas delas indicam o uso de frutas cítricas, que, em contato com a radiação solar, podem causar irritações e até queimaduras.

fonte: Revista Saúde

10 casas subterrâneas incríveis

Com a população crescendo cada vez mais por ano, casas subterrâneas podem ser uma boa solução para economizar espaço. A humanidade começou vivendo em cavernas, mas não precisa ser exatamente assim: existem opções muito luxuosas ou confortáveis embaixo da terra, além de serem ecologicamente amigáveis. Confira:

 1 – Casa caverna em Missouri

Essa casa moderna e eficiente em termos energéticos, de 4.000 metros quadrados, foi construída dentro de uma caverna de arenito em Festus, Missouri. Criada por Curt e Deborah Sleeper, a casa dispõe de interiores divertidos que se misturam com as paredes naturais de arenito inacabadas. 

Graças a aquecimento geotérmico e design inteligente, não há necessidade de ar condicionado ou aquecimento para a casa. O espaço já foi usado como local de concertos e ringue de patinação, e agora se tornou uma residência privada.

 2 – Malator, País de Gales

 Esta casa contemporânea é uma das obras arquitetônicas do País de Gales. No seu site, lê-se que “o telhado de turfa, chaminé de aço e porta com olho mágico, inevitavelmente, deram ao lugar o apelido local de ‘casa Teletubby’”. O projeto básico de Malator é muito simples, com praticamente um cômodo interior divido por ambientes, enquanto do lado de fora, a casa se funde com a paisagem circundante.

 3 – Casa Escondida, Polônia


 Esta casa foi concebida para que o telhado de gramado fosse acessível apenas para os moradores, através de um conjunto de escadas dentro da casa. Linda e diferente

4 – A Casa Subterrânea, Cumbria, Inglaterra

 Construída em uma pedreira antiga, esta casa de dois andares foi projetada pelo arquiteto John Bodger, para Phil e Helen Reddy.

 5 – Casa Sedum, Reino Unido

 Esta casa foi construída para maximizar a exposição à luz solar, embora a maioria da casa seja subterrânea. Ecologicamente correta, fácil de aquecer e esfriar, e com um exclusivo sistema de captação de água da chuva, esta residência privada pode muito bem ser a casa do futuro!

 6 – Pétalas de flores, Reino Unido


O ex-capitão da equipe de futebol Manchester United, Gary Neville, tem planos para construir esta casa eco-amigável subterrânea em Bolton, Reino Unido, quando a cidade aprovar seus planos.

Até agora, a comissão rejeitou a proposta da estrela de futebol para construir esta residência de quase 3.000 metros quadrados, com quatro quartos, energeticamente eficiente. As grandes pétalas de flores são projetadas para deixar entrar a luz nos andares abaixo.

 7 – Casa no deserto, Grécia

 Esta estrutura retangular projetada por Deca é ecologicamente amigável, utilizando luz e calor natural, além de refrigeração por vento. Construída entre as encostas de duas colinas, a casa tem um formato de caixa simples que combina com o deserto ao redor, enquanto incorpora elementos tradicionais de design gregos. A casa é visível apenas no centro, e mesmo assim poderia se passar por um local semienterrado melhor do que por uma casa moderna.

 8 – Imóveis Lättenstrasse, Dietikon, Suíça


 Esta propriedade suíça, por Vetsch Architektur, é composta de 9 casas ligadas por escadas que levam até um porão e um parque de estacionamento subterrâneo. Essas “casas de terra” usam solo como isolamento eficiente que os protege da chuva, temperaturas extremas, vento e desgaste.

 9 – Casa Hobbit em Vals, Suíça

 Esta casa foi projetada pelo suíço Christian Müller. Vals é famosa por seus banhos termais e oferece vistas incríveis. Essa casa é perfeita para o local, pois fica muito perto dos banhos, e não bloqueia as vistas para as montanhas lindas. Além disso, uma vez que é quase totalmente subterrânea, é barata de ser esfriada no calor e esquentada no inverno.

 10 – Cavernas para alugar, Kandovan, Irã


 Localizadas no Irã, na base do Monte Sahand, essas moradias de 700 anos de idade foram esculpidas naturalmente por formações de rocha vulcânica. Embora estes apartamentos em grande parte subterrâneos sejam muito antigos, foram todos atualizados e incluem itens modernos de conforto para a casa.

Fonte: Revoada

MEC divulga valor do novo piso nacional de professores em R$ 1.451

O Ministério da Educação divulgou na tarde desta segunda-feira (27) que o piso salarial nacional dos professores será reajustado em 22,22% e seu valor passa a ser de R$ 1.451,00 como remuneração mínima do professor de nível médio e jornada de 40 horas semanais. A decisão é retroativa para 1º de janeiro deste ano.

Segundo o MEC, a correção reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) de 2011, em relação ao valor de 2010. O piso aplicado em 2011 foi de R$ 1.187, e em 2010, de R$ 1.024.


A aplicação do piso é obrigatória para estados e municípios de acordo com a lei federal número 11.738, de 16 de junho de 2008. Estados e municípios podem alegar não ter verba para o pagamento deste valor e, com isso, acessar recursos federais para complementar a folha de pagamento. No entanto, desde 2008, nenhum estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiu comprovar a falta de verbas para esse fim.

 Do G1, em São Paulo

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Mitos e Verdades sobre Cabelos

Dúvidas sobre cabelos é o que não falta não é mesmo? Confira algumas perguntas e respostas que realmente fazem a diferença para a saúde e beleza dos seus cabelos.

O reparador de pontas realmente funciona?
Os reparadores de pontas surgiram como a solução perfeita para as pontas duplas, problema tão comum principalmente em cabelos frágeis. Estes produtos costumam fazer parte dos cuidados capilares de quem sofre com fios frágeis, quebradiços e que se lesam com facilidade. Na verdade eles não tem a função de reparar as pontas. Agem nas áreas de lesão dos fios, que normalmente caracterizam as pontas duplas, e as mantêm seladas durante o período em que estiverem sobre o cabelo. Porém, uma vez que lavamos as madeixas, os efeitos do produto desaparecem, ou seja, resolve o problema momentaneamente.


O mar desidrata a fibra capilar?
A água do mar é rica em cloreto de sódio, substância que abre demais as cutículas do cabelo, deixando o fio mais poroso. O resultado disso é uma perda maior de líquido na fibra capilar, deixando-os mais secos. Em outras palavras, os cabelos perdem a maciez, ficam opacos e profundamente secos.

É essencial enxaguar os fios com água doce após um mergulho no mar?
Tomar uma ducha de água doce é imprescindível para retirar o excesso de sal cabelos. Essa ação é necessária porque o cloreto de sódio presente na água deposita-se nos cabelos durante o período que a pessoa está praia. Este acúmulo resseca ainda mais os fios.

 
Os cabelos tingidos sofrem mais com as agressões do sal?
Ao deixar o fio mais poroso, a água do mar também faz com que a cor desbote mais rapidamente. Por isso, os cabelos com tintura necessitam de tratamento especial para que a coloração não dure menos tempo.Hidratação intensiva e uso de leave-in são os cuidados essenciais. É necessário também recorrer a xampus para cabelos tingidos que aumentam a fixação do pigmento ao fio.

PH baixo dos xampus deixa cabelo mais sedoso?
Antes de discutir se a informação acima é verdadeira ou não, é importante entender o significado da sigla.  PH é a abreviação de potencial hidrogeniônico, que é uma escala que determina o grau de acidez ou alcalinidade de cada xampu. Ela varia de 0 a 14, dividida da seguinte forma:
  • pH 7 = neutro
  • pH abaixo de 7 = ácido
  • pH acima de 7 = alcalino (básico)
Segundo o Centro de Tricologia, o pH do couro cabeludo varia entre 3,8 e 5,6. Já o pH natural dos fios é de 4,5 a 6. Ou seja, nos dois casos, é levemente ácido. Por conta disso, o xampu que usamos também deve ter pH baixo, preferencialmente entre 4,5 e 6, pois esse tipo penetra mais profundamente na fibra capilar e, consequentemente, favorece a ação dos ativos dentro dela. Resumindo, o pH ácido ajuda a fechar as cutículas e aumenta o brilho dos fios. Sendo assim, o pH baixo nos xampus deixa, sim, o cabelo mais sedoso.


O xampu sem sal é mais eficiente?
Os xampus sem sal teriam a função de limpar e não promover irritação nem ressecamento. O sem sal do rótulo, no entanto, se refere apenas à ausência de cloreto de sódio na fórmula. Vale lembrar que, quando se refere a sal, está se falando do cloreto de sódios (sal de cozinha). Mas os xampus têm que ter algum tipo de sal para promover a espuma e o espessamento necessário. No entanto o excesso de sal faz mal no caso de cabelos finos e secos, couro cabeludo ressecado e irritado, e também em pessoas muito sensíveis e com cabelos quimicamente ressecados. Crianças e recém-nascidos sofrem mais com xampus que retiram toda gordura e resíduos.

O óleo de argan é mais eficiente nas hidratações?
É uma hidratação poderosa, pois é riquíssimo em nutrientes e dá muito brilho aos fios. Além disso, ao contrário das outras hidratações, os resultados podem durar até mais de 30 lavagens. O óleo é rapidamente absorvido pelo fio e não deixa resíduos gordurosos. Ele é  extraído das amêndoas da árvore marroquina Argania e tem ações anti-frizz e de restauração fundamentais para manter a vitalidade capilar em tempos mais secos como o outono e inverno. Ele deixa os cabelos hidratados e disciplinados e sem provocar oleosidade excessiva.

A oleosidade excessiva pode provocar a queda?
A produção excessiva de oleosidade pode causar a seborreia, que é uma inflamação crônica. A seborreia, por sua vez, pode causar um entupimento dos folículos pilosos, levando a uma menor oxigenação dos mesmos, e consequentemente, à queda de cabelo.

A argila ajuda no controle da oleosidade?
A argiloterapia faz uma limpeza profundo nos fios desde o couro cabeludo, devolvendo vida aos fios. Quando a argila é aplicada na raiz, ela remove todas as células mortas e ativa a circulação do couro cabeludo para incentivar o crescimento de novos fios saudáveis.

Gestação deixa os cabelos mais bonitos?
Sim, verdade. O corpo da mulher sofre várias transformações devido às alterações hormonais e é esperado que durante a gestação ocorra um crescimento mais intenso dos fios. A fase de crescimento (anágena) será mais prolongada e de queda (telógena) diminui. Assim, a gestante terá um cabelo mais farto e mais bonito.

Após o parto, o cabelo sofre mais com queda ?
Após o parto, há uma alteração brusca hormonal e, portanto, sem o estímulo que existia anteriormente, os fios entram rápida e intensamente na fase telógena, isto é, de queda. Geralmente, isso pode acontecer até seis meses após o parto.Mas se a gestante já tem antecedentes pessoais de calvície, esse período de queda pode se prolongar por muito mais tempo.

O estresse estimula a queda capilar?
Sim. Assim como todo o organismo, o cabelo também sofre com o estresse. Cada pessoa sente e expressa os efeitos do estresse em áreas diferentes do organismo. Porém, normalmente, a perda de cabelo por conta disso não é definitiva e ele voltará a crescer.

Cortar o cabelo na lua cheia ou crescente acelera o crescimento?
As fases da lua não estimulam o crescimento capilar. Na verdade, o cabelo é uma pilha de queratina. Tudo o que acontece com ele está na parte interior do couro cabeludo, a três ou quatro milímetros de profundidade. Nossos cabelos nada mais são do que células mortas impregnadas de queratina. Portando, não há uma conexão entre o crescimento dos cabelos com as fases da lua.

A água fria deixa os cabelos mais bonitos e saudáveis?
Na verdade, é a água excessivamente quente que prejudica a saúde dos fios, estimulando a produção das glândulas sebáceas. Com a entrada do inverno, é recomendado optar por temperaturas mornas. Mas a água fria ajuda a fechar as cutículas, evidenciando o brilho dos fios e diminuindo a oleosidade.

Fonte: Beleza e Saúde

Serviço de qualidade na ArtFinal Serigrafia


 ArtFinal Serigrafia, qualidade e rapidez nos trabalhos. Trabalhamos  com bexigas personalizadas para aniversários, inaugurações e festas. Com  sacolas personalizadas com a marca de sua Loja e artes padronizadas em isopor, copos e outros, também confeccionamos  lixeiras para automóveis.

Para mais informações entre em contato: (84) 9198-2802 / (84) 9423-5942 / (84)9667-2168
E-mail: magnoskellyo@gmail.com

O poder da fé

A ciência comprova que a espiritualidade pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares e diabetes. Atenua também os sintomas de enfermidades como AIDS e câncer, além de melhorar a qualidade de vida e diminuir a violência

Aos 25 anos, a relações-públicas Bruna Paranhos foi surpreendida em seus exames de rotina com um diagnóstico revelador: estava com um nódulo no seio. Ao consultar um mastologista do Hospital A. C. Camargo (SP), descobriu que precisava realizar uma biópsia e verificar a gravidade do problema. O resultado sairia somente em duas semanas. “Foi uma época sofrida, mas me entreguei à fé. Pedia a Deus todos os dias pela minha cura, comecei uma corrente de orações, e nunca tive dúvida de que a minha fé me curaria”, diz. Otimista, retornou ao hospital e viu a surpresa do oncologista ao constatar que o nódulo não era grave. “O especialista imaginou que eu estava com um carcinoma (tumor maligno), mas, no fim das contas, ele era benigno e nem foi preciso retirá-lo”, conta.


Essas e outras histórias são muito comuns na rotina de hospitais de todo o mundo. Porém estão longe de ser crendice popular ou misticismo. A ciência comprovou que a fé pode até curar. Nesse contexto é importante destacar que a espiritualidade e a religião são fatores diferentes. Para Niura Padula, neuropediatra e pesquisadora da Universidade Paulista de São Paulo (Unesp), a religião é uma somatória de dogmas e ritos preconizados por um determinado grupo. “Já a fé é a conexão com algo mais profundo, não precisa necessariamente estar ligada a nenhuma religião, mas sim com o exercício de ética, da moral, da caridade e solidariedade”, explica.


Espiritualidade e cura

O pesquisador e médico Francisco Habermann (Unesp-Botucatu), também afirma que o conceito de espiritualidade está ligado ao conhecimento da alma humana. “A espiritualidade independe de qualquer formalidade e ultrapassa o de religião”, complementa.

A ligação entre espiritualidade e saúde é conhecida desde o início das culturas mais antigas. Mas, desde que a ciência começou provar as origens das doenças “físicas”, foi feita a divisão: religião cuida do espírito e ciência, do corpo. “Agora se sabe que além do corpo também temos o lado espiritual, e podemos unir ambos e chegarmos à espiritualização da medicina. Assim podemos fazer melhores diagnósticos e aprimorar os processos de cura”, diz o especialista Niura.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece a espiritualidade como um fator que não deve ser desprezado, porque pode gerar equilíbrio e declara que, quando ela é bem empregada, o resultado observado é um reflexo positivo na saúde psíquica, social e biológica, tal como o bem-estar do indivíduo.


"A OMS reconhece a espiritualidade como um fator que gera equilíbrio"


Cultivando a espiritualidade

Que crer é importante é um fato, mas como fortalecer a fé? Para cultivar a espiritualidade é preciso acreditar na vida, ser positivo e crer que há uma razão para os acontecimentos. Para Ricardo Monezzi, pesquisador e psicobiólogo do Instituto de Medicina Comportamental da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), é importante acreditar no próprio potencial e em dias melhores. “A fé é algo profundo, um sentimento que transcende o corpo, por isso é necessário confiar em uma força superior. É um processo individual, e cada um precisa descobrir como cultivar esse sentimento”, diz. Confira algumas dicas para aumentar a fé: 
 
• Converse com pessoas espiritualizadas e busque conselhos. 
 
• Conviva com o próximo, tentando sempre se colocar em seu lugar nas adversidades (seja altruísta e solidário). 
 
•A meditação é um exercício cerebral que foca o pensamento e traz conforto e tranquilidade, além de melhorar a memória. 
 
• Pratique técnicas de respiração: a maneira como respiramos pode afetar como pensamos e também como agimos. 
 
• Conheça as terapias orientais que buscam estabelecer o equilíbrio da energia. Ioga é uma ótima opção. 
 
• Concentre-se no dia de hoje. O amanhã é incerto e o passado não retorna. Pense que você só tem o dia de hoje para viver. 
 
• Procure uma religião que combine com o que você acredita. 
 
• Se mesmo assim tiver dificuldades, procure ajuda de um terapeuta. Com a terapia, você poderá encontrar algumas respostas e se reestruturar em momentos difíceis.
 

"A fé atua em diversas áreas cerebrais, principalmente no sistema límbico, que é responsável pelas emoções"


E foi comprovado cientificamente que pessoas espiritualizadas podem diminuir o risco de alguns tipos de doenças como as cardiovasculares, o diabetes, acidentes vasculares cerebrais (AVC), infartos e insuficiência renal. Além de amenizar os sintomas de doenças crônicas como AIDS e câncer


Ao adquirir o autoconhecimento e a aceitação proporcionados pela fé, o indivíduo consegue mudar seus hábitos, como melhorar a alimentação, praticar atividade física, ter um sono reparador e manter o equilíbrio nos pensamentos e atitudes. A espiritualidade também ajuda a combater a depressão, já que atenua os sentimentos de amargura, raiva, estresse e mesmo ressentimentos.


“A fé atua em diversas áreas cerebrais, principalmente no sistema límbico, que é responsável pelas emoções. Ela ainda reforça o sistema imunológico, prevenindo diversas doenças”, afirma Ricardo Monezzi, pesquisador e psicobiólogo do Instituto de Medicina Comportamental da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Ele explica que os indivíduos espiritualizados, independentemente da religião, demonstram ser menos violentos, pois pensam no próximo, são altruístas e muitas vezes demonstram ser mais solidários.


Além disso, pessoas espiritualizadas cometem menos suicídio, ficam menos tempo internadas nos hospitais e geralmente têm mais qualidade de vida. “Elas acreditam que a vida tem um objetivo e aceitam as adversidades com mais clareza e não se sentem desamparadas nos momentos difíceis”, relata o pesquisador Monezi.


Uma pesquisa realizada pela Universidade de Toronto (Canadá), liderada pelo professor de Psicologia Michael Inzlicht, constatou que a fé pode diminuir a ansiedade, a depressão e o estresse. Os participantes realizaram um teste, conhecido como Stroop, onde foram analisadas as atividades cerebrais dos indivíduos, e foi comprovado que a crença tem um efeito calmante cuja consequência é a diminuição da ansiedade, bem como o medo de enfrentar o que nos parece incerto e desconhecido.


“Existem pesquisas com Ressonância Nuclear Magnética Funcional, que demonstram áreas específicas do cérebro que se ‘acendem’ em orações ou meditações”, pontua Niura. Entretanto, Habermann destaca que, apesar de os recursos tecnológicos terem registrado inusitados mecanismos da fisiologia cerebral, principalmente na área das emoções, ainda há muito o que se descobrir nesse assunto.


Novo paradigma

Como tem reagido a medicina convencional diante dessa nova realidade? De acordo com Paulo de Tarso Lima, coordenador do Setor de Medicina Integrativa e Complementar do Programa Integrado de Oncologia do Hospital Israelita Albert Einstein (SP) e autor do livro Medicina Integrativa – a cura pelo equilíbrio (MG editores), os profissionais da saúde entenderam que o ser humano precisa cuidar do corpo, mente e espírito. E atualmente, em algumas escolas de medicina, os alunos já possuem matérias sobre a importância da espiritualidade no processo de cura.

“Há um movimento global na área da saúde que identifica as necessidades dos pacientes e visa respeitar as decisões de cada um, independentemente das crenças ou valores”, afirma. Para que isso ocorra, a conversa entre paciente e médico é fundamental. Com o diálogo, o profissional saberá no que a pessoa acredita e poderá informar que há bases científicas que comprovem que a espiritualidade auxilia no processo de cura.


O médico deverá abordar o paciente de forma humana, entender e explicar o que há por trás das doenças e discutir como ele vê a doença e a cura. “Os médicos precisam respeitar seus pacientes. Escutá-los com atenção e indicar tratamentos que possam ajudar nesse processo”, explica Lima .


A prática médica tem mostrado aos profissionais da saúde — convencionais ou não — a importância da fé como coadjuvante da cura dos males orgânicos. Além de curar, cultivar a fé muda os hábitos, torna os indivíduos mais saudáveis, atenua sintomas de doenças, pode levar à cura e traz um sentido na vida de cada um. Crer é preciso.

Por Samantha Cerquetani
Fonte: Revistavivasaúde

A boca pode dar sinais de HIV



Problemas bucais associados ao HIV/AIDS

O HIV (vírus de imunodeficiência humana) é o vírus que causa a AIDS. Este vírus é transmitido de uma pessoa para outra através do contato com o sangue (transfusões de sangue, agulhas infectadas com HIV) e relação sexual. Além disso, uma mulher grávida que esteja infectada pode transmitir o HIV para o seu bebê durante a gestação ou parto, como também através da amamentação. AIDS (síndrome de imunodeficiência adquirida) ocorre quando a infecção pelo HIV enfraquece o sistema imunológico da pessoa até o ponto em que ela não consegue combater certas doenças e infecções. Infecções "oportunistas" também podem ocorrer, aproveitando-se da fraqueza do sistema imunológico.

Como saber se estou com HIV/Aids?

 Problemas dentários como gengivas machucadas e sangrando, feridas de herpes na boca e infecções por fungos (sapinho), podem ser os primeiros sinais clínicos de AIDS. No entanto, se você tiver alguns destes sintomas não deve concluir que está infectado pelo vírus, uma vez que eles ocorrem também na população em geral. A única forma de se saber ao certo se está infectado é fazendo o teste de HIV. Consulte seu médico ou qualquer outro profissional da área de saúde. Um teste de HIV positivo não significa que você tenha AIDS. A AIDS é um diagnóstico feito pelo médico, com base em critérios específicos. Também não se pode confiar nos sintomas para saber se está ou não infectado pelo HIV. Muitas pessoas que estão infectadas pelo vírus não apresentam nenhum sintoma durante muitos anos. Os sinais abaixo podem servir como alerta para a infecção pelo HIV: 




- Perda de peso acelerada
- Tosse seca
- Febre constante ou sudorese noturna intensa
- Glândulas linfáticas inchadas nas axilas, virilha e pescoço
- Diarreia que dura mais de uma semana
- Manchas brancas ou manchas estranhas na língua, na boca ou na garganta
- Pneumonia
- Manchas vermelhas, marrons, rosas ou púrpuras na pele, ou dentro da boca, nariz ou pálpebras
- Perda de memória, depressão e outras alterações neurológicas



Como evitar o HIV/Aids?

A transmissão pelo HIV pode ocorrer quando o sangue, sêmen, fluido vaginal ou leite materno de uma pessoa infectada penetra no seu corpo. A melhor maneira de evitar a contaminação pelo HIV é não praticando atividades de risco que permitam que o vírus entre em seu corpo. Para maiores informações sobre a prevenção contra o HIV/AIDS, consulte um médico ou outro profissional da área de saúde. Informações podem ser também obtidas na Secretaria da Saúde do Estado ou da Prefeitura de sua cidade. Muitas pessoas se preocupam com o risco de infecção através da transfusão de sangue. Doar sangue não oferece nenhum risco de contrair o vírus HIV. 

Posso contrair HIV no consultório dentário?

Devido à natureza do tratamento dentário, muitas pessoas temem que o HIV possa ser transmitido durante o tratamento. Precauções universais são utilizadas para a limpeza do consultório, dos equipamentos e instrumentos utilizados pelo dentista, entre cada um dos pacientes a fim de prevenir a transmissão do HIV e outras doenças infecciosas. Isto é a lei! Estas precauções exigem que os dentistas e assistentes utilizem luvas, máscaras e proteção para os olhos, e que esterilizem todos os instrumentos manuais (motores) e outros instrumentos dentários para cada paciente, utilizando os procedimentos de esterilização específicos determinados pela Vigilância Sanitária. 




Os instrumentos que não puderem ser esterilizados devem ser descartados em lixos especiais. Após cada consulta, as luvas são descartadas, as mãos são lavadas e um novo par de luvas é utilizado para o próximo paciente. Se você estiver ansioso, alguns minutos de conversa com seu dentista para tirar quaisquer dúvidas que possa ter sobre saúde e medidas de precaução podem deixá-lo mais tranqüilo. Como tratar HIV/Aids? 


Como tratar HIV/Aids?

Atualmente existem tratamentos médicos que podem retardar a velocidade com que o HIV enfraquece o sistema imunológico. Existem outros tratamentos que podem prevenir ou tratar algumas das doenças associadas à AIDS. Assim como outras doenças, o diagnóstico precoce oferece mais opções de tratamento.

Por Colgate
Minha Vida

Garota mais peluda do mundo diz ter orgulho de ser especial

Ela é feliz, popular e, quando tiver idade, vai arranjar namorado mais rápido do que muita gente

 Crianças podem ser cruéis. Para muitos, a época do colégio traz lembranças terríveis de bullying e agressões verbais. É raro uma turma que não tenha um gordinho ou um nerd alvo de todos os tipos de brincadeiras de mau gosto. Por isso, a tailandesa Supatra Sasuphan, de 11 anos, pode se considerar vitoriosa.
 
Devido à síndrome de Ambras, ela tem o corpo todinho – incluindo o rosto – coberto de pelos e seria alvo fácil da molecada, se não fosse por um motivo: sua autoconfiança. Supatra, mais conhecida como Nat, até quer se curar um dia, mas, no seu dia-a-dia, mostra não se importar com sua condição especial.

“Sou do jeito que sou. Nem fico pensando nisso”, contou em entrevista ao canal de TV americano NBC.

Nat até foi alvo de bullying quando entrou no colégio, mas conseguiu provar que era igual a todos e hoje é uma das meninas mais populares da escola. Ela adora cantar, dançar e atuar e, além disso, é uma das melhores alunas da classe.

Os médicos já tentaram de tudo para, ao menos, reduzir a quantidade de pelos em seu corpo, mas nada funcionou. No ano passado o Guinness World Records a reconheceu como a garota mais peluda do mundo, título que a deixou orgulhosa.

“Ser peluda me faz especial. Aquele foi o dia mais feliz da minha vida”, disse Nat.
Para o futuro, a garota faz planos de virar médica. Não para tentar achar a cura para sua condição, mas para simplesmente ajudar os outros.

“Assim poderei ajudar os doentes e tratar meus pais e parentes quando precisarem”, falou.
 Fonte: UOL

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Mulheres jovens devem fazer mamografia com mais frequência

                                                     imagem da internet

O médico László Tabár, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Uppsala, na Suécia, alerta que o câncer de mama cresce mais rapidamente em mulheres que ainda não entraram na menopausa, entre os 40 e 54 anos. Nesta faixa etária, a mamografia deve ser realizada com mais frequência, entre 12 a 18 meses.

Tabar estará no Brasil entre os dias 1 e 4 de março para Seminário de Detenção e Diagnóstico Precoce de Doenças Mamárias, que acontece no Hotel Hilton, em São Paulo. Ele é autor do primeiro trabalho de rastreamento mamário, que durou três décadas, e mostrou a redução de 31% na mortalidade do câncer de mama entre as mulheres que realizaram mamografia contra as que nunca tinham feito o exame.


De acordo com o especialista, o chamado tempo de permanência principal (Mean Sojourn Time, MST) - que corresponde ao intervalo entre a detecção do câncer na mamografia e o aparecimento de sintomas - é menor nas mulheres mais jovens, expressando um crescimento mais rápido do tumor.


"Para detectar o câncer de mama mais cedo, as mulheres entre 40 e 54 anos devem estar atentas sobre a importância de realizar a mamografia no prazo de 12 a 18 meses. Para as mulheres de 54 a 74 anos, este prazo é maior, de 18 a 24 meses", afirma Tabar em texto de divulgação do seminário.


Americana de 100 anos se casa de branco pela primeira vez na vida

Não é porque ela tem 100 anos que não vai tascar um beijão no noivo, não é mesmo?


O escritor e comediante americano Don Herold disse, uma vez, que o "casamento é um erro da juventude, que todos deveríamos cometer". Na primeira vez que Dana Jackson errou, ela tinha 15 anos e morava em uma cidadezinha no interior dos Estados Unidos.

Agora, 85 anos depois, Dana, aos 100 anos, cometeu o mesmo erro novamente. Aliás, pela quarta vez na vida.

Morando em um lar para idosos, em Bowling Green, no Kentucky, Dana casou-se com seu namorado, Bill Strauss, de 87 anos. E pela primeira vez vestiu-se de branco e teve uma festa de casamento.

"Eu era uma garota do interior. Naquela época você não fazia as coisas que faz hoje em dia. Casava-se com roupas simples e, talvez, um buquê de flores retiradas de um jardim próximo", disse, ao explicar porque nunca havia se casado de branco.

O noivo estava animadíssimo. Strauss, que tem muita dificuldade em enxergar, nunca achou que se casaria de novo.

"Ela me trata bem. É raro achar uma garota assim", contou.
Infelizmente o casal não poderá viajar em lua-de-mel. Mas, pelo menos, a partir de agora dividirão o mesmo quarto no lar onde vivem. As noites deverão ser mais animadas para esses dois.

 Do UOL, em São Paulo