sexta-feira, 31 de maio de 2013

10 coisas que as mulheres fazem melhor que os homens

Alguns estudos de grandes universidades provam que as mulheres realmente são melhores em diversos quesitos


                                             Foto: Thinkstock
Para além da chamada “guerra dos sexos”, há uma verdade que deve ser reconhecida: mulheres e homens possuem, em sua essência, diferenças tão profundas, que seria difícil entender como acabaram sendo considerados como membros da mesma espécie. É claro que, com isso, nos tornamos melhores que eles em determinados pontos, da mesma forma que eles desenvolveram habilidades que nós ainda não compreendemos completamente. 

A lista a seguir traz algumas das coisas que nós, mulheres, comprovadamente fazemos melhor que os homens. Ao menos é o que dizem os 

1 – Mulheres terminam a universidade com maior frequência que os homens

De acordo com um estudo publicado pelo Department of Educational Statistics, nos Estados Unidos, as mulheres são mais propensas que os homens a levar sua graduação superior até o fim, além de finalizarem seus cursos em um espaço de tempo menor que seus colegas.



2 – Mulheres se alimentam melhor

A Universidade de Minnesota conduziu um estudo com mais de 14 mil voluntários, que comprovou que as mulheres escolhem melhor seus alimentos, normalmente optando por aqueles mais saudáveis, como frutas e vegetais em geral. Enquanto isso, os homens se mostram mais entusiasmados a escolher pizza e comida congelada, por exemplo.
estudos de universidades de renome mundial.


3 – O sistema imunológico feminino é mais forte

Segundo pesquisa publicada pela McGill University, o estrogênio presente no organismo feminino funciona como uma ferramenta de defesa poderosíssima, que ajuda a mulher a enfrentar infecções com muito mais eficácia que o homem. Isso tem uma explicação: o estrogênio combate uma determinada enzima que atrapalha o sistema imunológico na defesa contra vírus e bactérias.

4 – Mulheres vivem mais

É compreensível que os homens se sintam chateados com esta afirmação, mas ela é real. De acordo com o New England Centenarian Study, 85% das pessoas com mais de 100 anos são mulheres. Nós vivemos, em geral, entre cinco e dez anos mais que nossos companheiros.

5 – Mulheres são mais espertas que os homens

Segundo uma compilação de testes de QI realizados ao redor de todo o mundo, as mulheres são, de fato, mais espertas que os homens. James Flynn, responsável pela pesquisa, analisou testes de QI da Nova Zelândia, Canadá, Estônia, Argentina, Estados Unidos e Europa para chegar ao resultado final, conclusivo: eles perdem para nós neste quesito.

6 – Mulheres são mais “limpas”

Um estudo publicado pela San Diego State University afirma que, em geral, as mesas dos escritórios ocupadas por homens são mais “sujas” que aquelas ocupadas por mulheres. A pesquisa descobriu entre 10 a 20% mais bactérias nas mesas dos homens. Segundo os estudiosos, isso ocorre porque homens são menos higiênicos.

7 – Mulheres aprendem com mais facilidade

A University of Georgia, em parceria com a Columbia University, descobriu que as mulheres aprendem melhor que os homens. De acordo com os cientistas, nós somos mais atentas, flexíveis e organizadas, o que nos ajuda a manter a mente mais aberta a novos conhecimentos.

8 – Mulheres sobrevivem a acidentes de carro com maior frequência

Por mais mórbido que isso possa parecer, aparentemente nos salvamos de acidentes trágicos com mais frequência que os homens. Eles são 77% mais propensos a morrer em um acidente de carro que nós, segundo um estudo da Carnegie Mellon University.

9 – Mulheres investem melhor

Não, você não leu errado. Embora o setor de investimentos seja considerado essencialmente masculino, um estudo de 100 mil portfólios indicou que os investimentos femininos têm um retorno de em média 18%, contra 11% dos homens. Provavelmente porque mulheres tomam muito mais cuidado antes de investir.

10 – Mulheres estão ficando mais atraentes

Aparentemente, as mulheres estão se tornando mais bonitas com o passar dos anos. Um estudo que acompanhou cerca de 2 mil pessoas ao longo de quatro décadas de vida mostrou que mulheres atraentes tiveram cerca de 16% mais filhos que homens atraentes. Pessoas de boa aparência, além disso, têm 36% mais chances de ter uma menina como primogênito, o que quer dizer que, a cada geração, há mais mulheres bonitas pelo mundo.

Fonte: Dicasde mulher - Por Carolina Werneck

6 benefícios do sono para a sua vida

Alguns benefícios do sono podem ser sentidos a longo prazo, mas outros são bastante perceptíveis no dia a dia


                                          Foto: Thinkstock



Dormir é uma das atividades mais benéficas para a saúde humana, de acordo com uma série de estudos realizados ao redor do mundo. A ciência, na verdade, ainda busca compreender o que leva o corpo a estados tão regeneradores durante as horas de sono, mas o fato é que o organismo humano necessita dessas horas para que possa funcionar corretamente, desempenhando as diversas funções vitais. Por esse motivo, talvez, fiquemos tão irritados e irritáveis quando dormimos pouco.

Alguns benefícios do sono podem ser sentidos a longo prazo, mas outros são bastante perceptíveis no dia a dia, tais como os listados abaixo.


1. Quem dorme mais, lembra mais e melhor

Aparentemente, as pessoas que conseguem dedicar um número maior de horas por dia ao sono possuem uma memória mais poderosa e detalhista.
Alguns estudos indicam até mesmo que aprender uma nova habilidade é mais proveitoso quando se pode combinar o estudo ao sono porque, desse modo, o cérebro absorve melhor o que aprendeu, como se praticasse os novos conhecimentos enquanto você dorme.

2. Quem dorme mais, vive mais

Se você já ouviu sua avó ou uma pessoa de mais idade afirmar que cada noite de sono perdida equivale a uma semana a menos de vida, saiba que a essência dessa afirmação está bastante correta.
De acordo com um estudo realizado em 2010, que envolveu mulheres com idades entre 50 e 79 anos, os pesquisadores observaram que houve mais mortes entre aquelas que dormiam menos.

3. Quem dorme mais, tem menos chances de sofrer de diversas doenças

Mais uma vez, as pesquisas falam por si mesmas. Uma delas demonstrou que as proteínas inflamatórias no sangue são mais altas em pessoas que dormem pouco. Essas proteínas estão diretamente relacionadas a problemas como o acidente vascular cerebral, a artrite, o envelhecimento precoce e as doenças cardíacas, por exemplo.

4. Quem dorme mais, é mais criativo

Nem é preciso dizer que uma mente descansada trabalha melhor. Basta observar o que acontece quando você está tentando resolver um problema complicado ao final de um dia cansativo: as coisas parecem não ter solução, mas basta uma bela noite de sono para que tudo fique claro como água e você possa finalmente livrar-se da situação. O mesmo vale para a criatividade – durante o sono, o cérebro se recupera das informações adquiridas durante o dia e consegue encontrar novas hipóteses para diversas coisas.

5. Quem dorme mais, tira notas melhores

Às vezes, por mais que se estude um determinado assunto, parece que a mente simplesmente não consegue assimilá-lo. O que você tem a fazer, nesses casos, é ir dormir, ao invés de desperdiçar muitas horas de sono insistindo na matéria. Uma pesquisa demonstrou que estudantes que agem dessa forma tiram notas melhores.

6. Quem dorme mais, pesa menos

Sim, até no emagrecimento o sono é capaz de ajudar. Isso ocorre porque o setor do cérebro responsável pelo sono é o mesmo que rege o metabolismo. Quando você sente sono – e vai dormir -, o cérebro interpreta isso como se você estivesse com fome e, de repente, comesse. A saciedade de sono é tão importante quanto a de alimentação, portanto.

Fonte: Dicasdemulher - Por Carolina Werneck

As maravilhas da semente de abóbora

                                        Foto ilustrativa



O uso medicinal da semente de abóbora (ou jerimum, em algumas regiões do Brasil) é comum em vários povos, como os chineses, cuja milenar medicina é uma das mais sábias e eficazes.

As sementes contêm de 44% a 50% de fração oleosa (rica em ácidos graxos mono e poli-insaturados), elevado teor de fibras (23-27%) em relação às demais sementes, albuminas (proteínas – 37% a 40%), cucurbitacina, sais minerais, especialmente zinco, magnésio e potássio, vitaminas do complexo B, sais do ácido fólico (folatos) e outros nutrientes.

A presença cucurbitacina, substância que lhe dá a classificação botânica, confere à semente de abóbora reconhecida propriedade anti-inflamatória, principalmente nas doenças da próstata e do sistema urinário.

Ela é ainda um ótimo vermífugo para adultos e crianças.

Cozida em água é uma opção para o tratamento de bronquite.

O psicólogo Jonny Bowden (Doutorado em nutrição pela Universidade Clayton/EUA), que se dedica à pesquisa dos alimentos há duas décadas, fez em 2008 uma lista dos dez alimentos para os quais damos pouca atenção, mas que deveriam fazer parte da alimentação diária.

O décimo da lista é a semente de abóbora, por ser uma boa fonte de magnésio, e, segundo estudos franceses, homens com altas taxas de magnésio no sangue têm 40% menos chances de sofrer uma morte prematura do que aqueles com baixos índices.

As sementes são mais terapêuticas se consumidas frescas e cruas, com ou sem casca.

O ideal é deixá-las de molho durante a noite e batê-las num suco ou vitamina pela manhã.

A semente de abóbora torrada e salgada, como normalmente comercializada, não apresenta o mesmo valor terapêutico da semente crua.

Rica em ácidos graxos monoinsaturados, pesquisas têm comprovado que o óleo contido nas sementes de abóbora apresenta resultados benéficos no tratamento de problemas da vesícula (congestão e cálculos) e próstata (hiperplasia).

Outros benefícios da semente de abobora

Coração
O óleo contido na semente da abóbora é comparável ao azeite de oliva extravirgem.

Estudos revelam que o seu consumo diário tem efeito redutor das taxas de colesterol e triglicérides.

As vitaminas A, B1, B2, E, niacina, ácido fólico, e os minerais magnésio, zinco, ferro, cobre, potássio, manganês, cálcio e selênio complementam esse pacote nutricional, que promove saúde ao coração.

Pressão sanguínea
Aposte na semente de abóbora para prevenir e tratar hipertensão arterial.

Rica em potássio (919 miligramas), este mineral cumpre importante função no controle da pressão arterial.

Homens e mulheres precisam consumir cerca de 2.000 miligramas de potássio/dia.

Prisão de Ventre

A concentração de fibras na semente de abóbora é bastante elevada, o que torna o consumo diário desta semente muito indicado na prevenção e tratamento da prisão de ventre.

Mas não esqueça: a semente crua é muito mais benéfica que a torrada e o aumento do consumo de fibras deve ser acompanhado pelo adequado consumo de líquidos: água, sucos e alimentos crus.

Pele, cabelo e olhos

Rica em vitamina E, de reconhecida ação antioxidante, o consumo diário desta semente pode ser um coadjuvante no combate ao envelhecimento precoce, não só da pele, como das células de todo o organismo.

A dose recomendada para homens e mulheres é de 15 miligramas/dia.

Ela é também rica em vitamina A (6,2 microgramas), previne doenças como a degeneração macular.

Vale um lembrete: mulheres precisam de 700 microgramas/dia, enquanto os homens precisam de 900 microgramas/dia.

O óleo extraído da semente de abóbora, usado tanto interna quanto externamente, auxilia no tratamento de queda de cabelo, pois combate o DHT (Di-hidrotestosterona), que é o hormônio que penetra nos receptores dos folículos pilosos, iniciando um processo de enfraquecimento e perda dos cabelos.

Próstata

A semente de abóbora é considerada um dos melhores tratamentos naturais na prevenção de problemas da próstata e trato urinário.
Seus lipídios e alta concentração de zinco melhoram a tonicidade dos músculos da bexiga, descongestionando a próstata.

Ela pode ser ministrada como um coadjuvante na hipertrofia e inflamação da próstata e também para prevenir quadros de inflamação da vesícula urinária.

Receita: cozinhe 150 gramas de sementes inteiras de abóbora (frescas e cruas, sem descascar) em 1 litro de água filtrada por 20 minutos em fogo lento.
Deixe esfriar e transfira para uma garrafa ou recipiente de boca larga.

Não é necessário coar, pois as sementes permanecerão no fundo, e poderão ser jogadas fora após o total resfriamento.
Tome um copo desta água três vezes ao longo do dia.

Vermífugo

A abóbora está inscrita nas Farmacopeias Brasileiras I e II, nas quais consta como parte usada a sua semente.

Há destaque para a ação anti-helmíntica (vermífuga) das sementes de abóbora, particularmente no combate à tênia.

O princípio ativo que lhe confere esta notável propriedade é a cucurbitacina.

Alguns autores mencionam a semente crua e descascada; outros, a semente torrada.

De qualquer forma, como é um tratamento de dose única, a indicação é de 100 a 150 gramas (crianças) e 200 a 250 gramas (adultos).

Fonte: Doce Limão

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Dormir com seu bebê aumenta o risco de morte súbita em 5 vezes

Um dos grandes mistérios da medicina moderna é a Síndrome da Morte Súbita Infantil (SMSI). Não se trata exatamente de uma doença. Crianças de até um ano, aparentemente saudáveis, aparecem mortas depois do sono sem explicação visível. Em muitos casos, nem mesmo a autópsia consegue revelar o motivo do óbito.


Mas esta é causa, em média, da morte de 5 mil bebês na Europa e 3 mil nos Estados Unidos. E o principal “vilão” parece ter sido encontrado: dormir na mesma cama com os pais.


A afirmação é de pesquisadores do Colégio de Higiene e Medicina Tropical de Londres (Reino Unido). Os cientistas fizeram uma análise de grande abrangência. Compilaram 1.472 casos de morte súbita e mais 4.679 casos-controle (ocorrências comparativas opostas, em que alguns sofreram SMSI e outros não). Os números foram levantados a partir de cinco estudos diferentes, com crianças de até 3 meses.


Os cientistas descobriram que dormir na mesma cama com os pais foi a condição mais comum entre os casos observados: 81% das mortes teriam sido evitadas se o bebê fosse colocado para dormir separadamente. O risco de morte súbita, segundo eles, é cinco vezes maior quando o bebê divide o mesmo leito.


E o que poderia causar a SMSI quando há divisão de camas? Este é o grande problema, e os cientistas não têm respostas precisas. Alguns atributos são listados como capazes de aumentar as chances, por exemplo, o bebê dormir de barriga para baixo, ou estar super agasalhado, mas o principal tem relação com os adultos: crianças com pais fumantes ou alcoólatras são especialmente propensas.


Todas estas causas, no entanto, foram colocadas em segundo plano no estudo britânico. Ainda que os pais façam uso de substâncias tóxicas, e mesmo que os filhos sejam expostos à fumaça do cigarro, o risco principal está na divisão da mesma cama. A recomendação geral é que o bebê durma junto, no quarto, mas em seu próprio berço. 


Fonte: http://hypescience.com   -por  Stephanie D’Ornelas

51 pequenas coisas capazes de te fazer mais feliz

Exercitar a felicidade, pouco a pouco, é a chave para quem pretende alcançá-la


                                         Foto: Thinkstock


Felicidade: muitas pessoas passam a vida procurando por ela. É claro que, até hoje, ainda não se encontrou uma receita exata para a felicidade, mas algumas pequenas coisas da vida podem nos dar essa sensação plena, ainda que seja por alguns instantes. Costumamos perder a noção do que nos faz felizes em meio à rotina enlouquecida que somos quase obrigados a levar por conta da vida profissional, dos estudos, da família.



O que significa ser feliz, verdadeiramente? Já se sabe que dinheiro, beleza, o celular da moda, milhares de amigos e até mesmo um amor sincero não são garantias de felicidade. Há quem tenha todas essas coisas e não se sinta completo, assim como há quem não tenha quase nada e ande de mãos dadas com a alegria de viver.


Sendo assim, qual a fórmula, qual o grande mistério existente em torno da tão sonhada felicidade?


Embora não haja uma resposta exata, é possível aumentar a duração de nossos momentos felizes ao longo do ano, do mês, do dia. Como? Simples, procurando encaixar pequenos prazeres entre as tarefas do cotidiano. Se você quer ser mais feliz e não sabe como, a lista a seguir te ajuda a exercitar a felicidade pouco a pouco.


  1. Resgatar músicas da época de adolescente;
  2. dançar sozinho em casa;
  3. assistir ao nascer do sol de vez em quando;
  4. jogar conversa fora com um amigo;
  5. comprar um livro novo;
  6. fazer amizades em lugares inusitados;
  7. visitar velhos conhecidos;
  8. andar de mãos dadas com um amigo ou um amor;
  9. ver a chuva cair através do vidro;
  10. descobrir uma banda nova;
  11. receber uma carta escrita à mão;
  12. dar uma flor a alguém;
  13. encontrar dinheiro no bolso de uma roupa que estava guardada há tempos;
  14. olhar fotografias antigas de família;
  15. assistir a um desenho animado que marcou sua infância;
  16. dormir em lençóis recém-lavados;
  17. fazer outra pessoa sorrir;
  18. um show de fogos de artifício;
  19. acordar cedo e ver a neblina sobre a cidade, nos dias frios;
  20. receber um presente sem nenhum motivo especial;
  21. abraçar alguém;
  22. ver o movimento das nuvens no céu;
  23. presenciar um encontro especial entre desconhecidos;
  24. o cheiro da roupa passada;
  25. comer seu prato predileto em um dia qualquer;
  26. receber uma ligação inesperada de alguém muito querido;
  27. ouvir no rádio, de repente, aquela música legal que você não ouvia há anos;
  28. tirar um cochilo no meio da tarde;
  29. descobrir uma habilidade nova;
  30. raspar o restinho da massa crua de um bolo;
  31. filmes inspiradores;
  32. viajar;
  33. devorar – sem culpa – uma barra de chocolate inteira ou toda uma panela de brigadeiro;
  34. coincidências;
  35. encontrar o elevador parado no andar em que você está;
  36. ver balões no céu da cidade;
  37. o semáforo aberto, quando se tem pressa;
  38. achar para comprar aquele doce que você comia quando era criança e que nunca mais tinha visto;
  39. receber um favor de um desconhecido, sem interesse algum;
  40. gargalhar até que escorram lágrimas;
  41. cantar sozinho ao dirigir;
  42. dormir ouvindo a chuva no telhado ou na janela;
  43. uma bebida muito refrescante em um dia quente;
  44. beijos;
  45. cheiro de bebê;
  46. chegar em casa e encontrar tudo arrumado;
  47. acordar cedo e descobrir que é domingo;
  48. encontrar um objeto muito querido que julgava ter perdido;
  49. tomar um banho demorado;
  50. o cheiro gostoso que fica na pele depois do banho;
  51. descobrir que a felicidade é muito mais simples do que parece Fonte: Fonte: DicasdeMulher Por Carolina Werneck

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Bolsas femininas têm mais micróbios do que maioria dos vasos sanitários

O professor do Instituto de Microbiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Maulori Cabral, confirmou  à Agência Brasil que bolsas femininas têm mais micróbios do que na maioria dos vasos sanitários, como é apontado por estudo da  empresa Initial Washroom Hygiene, do Reino Unido, especializada em limpeza de banheiros públicos. 


“Tem mais micróbios na superfície das bolsas das mulheres do que na superfície dos vasos sanitários. As mulheres colocam a bolsa em tudo que é lugar. Pegam na bolsa o tempo todo e ficam passando micróbios da mão para a bolsa. E ninguém passa água sanitária na bolsa”, diz.


O estudo feito pela companhia britânica revela que o creme de mãos, batons e estojos de maquiagem são os itens mais sujos que as mulheres carregam nas bolsas. Maulori Cabral concorda com a pesquisa. “É o que ela [mulher] toca mais, mas, pelo lado de fora”. Ele explicou que os batons, sozinhos,  já têm agentes antimicrobianos. O mesmo ocorre em relação ao creme para mãos. Já os frascos que contêm o creme estão a todo momento sendo segurados pelas mãos femininas.


Maulori Cabral esclareceu que quando uma pessoa segura algum objeto, transfere para ele parte da sua microbiota. “Todo bicho vivo que você conhecer tem uma população de micróbios associada ao próprio corpo. Cada pessoa tem as suas populações bacterianas. Esse conjunto de populações bacterianas que está associada ao corpo denomina-se microbiota”, disse.


Cabral descartou, entretanto, que o fato de as bolsas femininas apresentarem mais micróbios que a superfície de vasos sanitários põe em risco a saúde humana. “De maneira nenhuma. Isso tudo é injeção de pânico”. A microbiota faz parte da evolução dos seres vivos. Cada pessoa carrega cerca de 100 trilhões de bactérias. “O corpo adulto é  formado por  10 trilhões de células que são descendentes da fecundação, ou seja, da nossa origem embrionária”. Quando a criatura nasce, se contamina com bactérias, inclusive da própria mãe e, quando fica adulta, carrega dez vezes mais bactérias do que células embrionárias. “Quando você encosta em uma coisa, passa para ela seus micróbios”.

Via Lucineide Medeiros

Por que as mulheres vivem mais do que os homens?

Um estudo japonês sugere que as mulheres vivem mais do que homens porque o sistema imunológico feminino passa por modificações mais lentamente com a idade.

De acordo com a pesquisa da Universidade Médica e Odontológica de Tóquio, ainda que o sistema imunológico de todas as pessoas fique mais debilitado com a idade, no caso dos homens esse processo é mais rápido, o que poderia explicar sua menor longevidade.

O sistema imunológico protege o corpo de infecções, mas também está associado ao surgimento de doenças caso não esteja bem regulado.

Em 2011, cientistas belgas afirmaram ter encontrado provas de que as mulheres têm um sistema imunológico melhor que o dos homens, enquanto os adeptos de explicações "menos biológicas" apontam para fatos como a maior capacidade de perdoar das mulheres.

Linfócitos

Katsuiku Hirokawa e seus colegas analisaram amostras de sangue de 356 homens e mulheres saudáveis com idades entre 20 e 90 anos.

Eles mediram no sangue a quantidade de leucócitos (glóbulos brancos, células do sistema imunológico) e de moléculas chamadas citocinas, que permitem às células imunológicas coordenarem a resposta do corpo a alguma doença.

Entre homens e mulheres o número de leucócitos por pessoa caiu com a idade, como era esperado e comprovado por estudos anteriores.

No entanto, em um exame mais detalhado foram reveladas diferenças entre homens e mulheres em dois tipos de células que são componentes importantes do sistema imunológico, os linfócitos T e os linfócitos B, dois tipos de leucócitos.

Os cientistas constaram que, com o avançar dos anos, a queda do número da maioria dos linfócitos T e B mostrou ser mais rápida em homens. Os homens também mostraram ter um declínio mais rápido em dois tipos de citocinas que naturalmente se tornam menos comuns com o avançar da idade.

Além disso, o número de dois tipos específicos de linfócitos que costumam se tornar mais numerosos com a idade, T CD4 e as chamadas células exterminadoras naturais, aumentou mais em mulheres do que em homens ao envelhecerem.

Quem determina o quê?

"Mudanças relacionadas à idade em vários parâmetros diferem entre homens e mulheres", escreveu Hirokawa e sua equipe no relatório, divulgado na publicação científica Immunity & Ageing.

"Nossas descobertas indicam que uma taxa de declínio mais lenta destes parâmetros imunológicos em mulheres, em comparação aos homens, é coerente com o fato de que mulheres vivem mais do que homens."

Para Tom Kirkwood, do Instituto de Envelhecimento e Saúde da Universidade de Newcastle upon Tyne, na Grã-Bretanha, as descobertas dos cientistas japoneses são úteis, mas não surpreendem.

"É provável que o envelhecimento mais lento no sistema imunológico de mulheres reflita uma taxa geral de envelhecimento mais lenta, não que o próprio sistema imunológico estabeleça esse ritmo", afirmou o professor.

Outros estudos já tentaram explicar a maior longevidade feminina pelo DNA.

Com informações da BBC

Via Blog do professor José Costa

Bebida alcoólica contra a artrite?

Consumir bebida alcoólica de forma moderada pode reduzir o risco de artrite reumatoide. É o que sugere um estudo publicado na revista Reumatology.


Segundo a pesquisa, pessoas que bebem regularmente teriam quase metade da probabilidade de desenvolver a doença se comparadas as que raramente consomem bebidas. 

 
Ingerir álcool de maneira moderada, algumas vezes durante semana, poderia proteger as pessoas contra a doença, que afeta cerca de 600 mil pessoas no Reino Unido.


A artrite reumatoide é uma doença caracterizada pela inflamação das articulações. Os pesquisadores do King Colegge, em Londres, reuniram nove estudos envolvendo cerca de 12 mil pacientes e descobriram que os que bebiam regulamente tinham 48% menos probabilidade de ter a doença.


Os benefícios do álcool foram exclusivos para pacientes que apresentaram testes positivos para anticorpos anticitrullinado, que aparece em cerca de dois terços das pessoas com artrite reumatoide. Os que tiveram teste negativo para o anticorpo não mostraram os mesmos benefícios.


 O levantamento atual não explica as razões para que a bebida evite a artrite, mas pesquisas anteriores sugerem que isso acontece porque o álcool diminui a inflamação no corpo e tem um leve efeito anestésico. Mas segundo os pesquisadores, são necessárias mais estudos para confirmar essa relação.

Fonte: VilaMulher -Por Jessica Moraes

terça-feira, 28 de maio de 2013

14 truques de beleza caseiros e baratos

Algumas vezes é melhor recorrer às boas e velhas receitas caseiras para cuidar da aparência


Toda mulher tem seus truques para se manter bonita. Conhecer as lojas certas para comprar roupas bonitas e baratas, usar aquela marca especial de maquiagem e frequentar determinado salão de beleza são alguns desses truques, mas é possível ficar ainda mais linda com alguns segredinhos bobos e baratos, que podem ser usados em casa mesmo.

Receitas caseiras para cuidar do rosto

 

                                                 Foto: Thinkstock


1 – Gelo para fixar a maquiagem: a pele humana é formada por milhões de poros, que podem atrapalhar na hora da maquiagem. Se você não possui um primer para ser usado antes da base, do corretivo e do pó, o gelo é seu melhor amigo. Com algumas pedrinhas embrulhadas em um pano limpo e macio, você tem uma compressa para usar no rosto. Pressione levemente, sem esfregar. Isso fechará os poros e permitirá que a maquiagem fique mais “profissional”.


2 – Esfoliante para uma pele lisinha: para remover as impurezas acumuladas na pele e também as células mortas, nada melhor que uma boa esfoliação. Quando não se tem o creme certo, no entanto, não é preciso gastar fortunas em um consultório de estética. Basta misturar um pouco de mel e açúcar, criando uma máscara esfoliante barata e simples. A receita deve ser aplicada no rosto, massageando em seguida.


3 – Camomila para desinchar o rosto: quando dormimos mal ou passamos vários dias trabalhando ou estudando além da conta, é normal que nossa pele nos denuncie. Para aliviar a vermelhidão e diminuir o inchaço do rosto, experimente chá de camomila. Basta preparar o chá normalmente e colocá-lo na geladeira por uma noite. Na manhã seguinte, molhe um algodão no chá e passe no rosto, principalmente nas áreas inchadas, como as olheiras, por exemplo.


4 – Mamão e mel para hidratar: é possível hidratar a pele sem precisar de cremes industrializados. Uma boa receita é amassar um pedaço de mamão e misturá-lo a um pouco de mel. A máscara deve ser aplicada no rosto e deixada por alguns minutos, para que possa agir. Depois, basta lavar o rosto com água corrente.


5 – Água para uma pele bonita: um spray de água mineral ou água de coco pode ser usado no rosto para ajudar a manter a pele com uma boa aparência. Outra boa dica é mergulhar o rosto em água gelada para ajudar a esconder olheiras, inflamações e inchaços.

Tratamentos naturais para o seu cabelo

 

                                               Foto: Thinkstock



6 – Azeite de oliva para controlar o volume: mulheres quem têm os cabelos oleosos precisam ter cuidado com essa dica, mas o azeite de oliva pode ser usado como finalizador natural nos fios. Aplique umas gotinhas na palma da mão e espalhe nos fios, de leve, para controlar volume e hidratar. Loiras também precisam ser cuidadosas, porque a pigmentação esverdeada do azeite pode interferir na cor dos cabelos.


7 – Talco para disfarçar a oleosidade: é claro que o melhor remédio para um cabelo sujo ainda é o xampu mas, se você precisa sair de casa e não tem tempo para isso, o talco é um grande aliado para disfarçar a oleosidade dos fios. Aplique um pouco junto á raiz do cabelo, espalhando com um pente em direção às pontas. Mas não exagere – assim que puder, lave os cabelos porque, se usado em excesso, o talco pode ter o efeito contrário e deixar o aspecto ainda mais “sujo”.


8 – Abacate e ovo para hidratar: amassando meio abacate, uma gema de ovo e duas colheres de mel você obtém uma máscara com alto poder de hidratação. Basta espalhar nos fios e cobrir com uma touca de alumínio ou elétrica, deixar agir por 30 minutos e retirar a máscara em seguida.


9 – Leite para combater a ação do cloro nos fios: mulheres com cabelos loiros podem ter problemas com o cloro usado nas piscinas. Essa substância interfere na cor dos fios e pode deixa-los esverdeados mas, para eliminar o problema, basta lavar o cabelo com leite. Utilize uma vasilha para recolher o líquido, que poderá ser utilizado diversas vezes – até que você tenha eliminado por completo o problema.


10 – Babosa contra a oleosidade: a receita é simples e eficaz, basta raspar a “gelatina” contida nas folhas e babosa e espalhá-la pelo couro cabeludo. Deixe agir por alguns minutos e retire com água fria.

Truques para ficar com o corpo radiante

 


                                        Foto: Thinkstock

 

11 – Fubá e mel para clarear axilas e virilha: misture duas colheres de sopa de fubá com duas colheres de sopa de mel. Espalhe a mistura na área desejada e massageie por alguns segundos, retirando em seguida. Repita o processo uma vez por semana.


12 – Açúcar para esfoliar: em um recipiente, misture uma xícara de chá de açúcar com cinco colheres de sopa de óleo de amêndoas. Em seguida, basta aplicar no corpo com movimentos circulares. Além de esfoliar, a misturinha ainda hidrata a pele.


13 – Mel e açúcar para cuidar de pés ressecados: misture duas colheres de sopa de mel e cinco colheres de sopa de açúcar. Massageie os pés com a mistura por cerca de dez minutos, enxaguando em seguida. Para finalizar, aplique um creme hidratante.


14 – Carqueja contra as varizes: uma vez que as varizes nada mais são que a manifestação de um problema de circulação, o chá de carqueja pode ajudar a melhorar essa função. Basta ferver algumas folhas de carqueja em um litro de água e tomar cinco vezes ao dia.

 

Fonte: Dicasdemulher -Por Carolina Werneck