quinta-feira, 30 de outubro de 2014

10 verdades sobre os seios que você não sabia




Não há dúvidas de que os seios são uma das partes mais atrativas e bonitas da mulher, além disso são essenciais para o momento de amamentar. É claro que os seios da mulher tem um claro componente sexual que são fonte de atração e prazer para os humanos. Levando em conta a sua atração e beleza na mulher, muitas pesquisas focaram neste tema, não somente no âmbito da saúde, mas também no prazer e no desejo que provocam.


Sejam seios grandes ou pequenos, tem algumas coisas que talvez você não saiba sobre eles e que possam ser muito interessantes. A seguir te contaremos as 10 verdades sobre os seios que talvez você não saiba, e que estão comprovadas cientificamente.

1. O seio esquerdo é maior que o direito

Certamente você já notou que tem um peito maior que o outro e, inclusive, tenha percebido isso como uma anormalidade. Não se preocupe mais com isso, pois está comprovado que não existe uma simetria perfeita no tamanho dos seios, e nem no corpo em geral, e segundo um estudo da revista Annals of Plastic Surgery, a maioria das mulheres costuma ter o seio esquerdo maior que o direito.

2. Os seios podem provocar um orgasmo

os seios podem provocar orgasmo

Os seios são uma das partes mais sensíveis da mulher, sendo uma região erógena muito poderosa que dá prazer tanto a mulher como ao homem. Os estudiosos determinaram que algumas mulheres podem chegar a ter um orgasmo somente com o estímulo manual dos seios e mamilos.





3. Qual é o peso dos seios da mulher?

Por razões óbvias o peso dos seios na mulher varia de acordo com seu tamanho. Entretanto os estudiosos revelaram que em média o seio pesa aproximadamente 0,5 kg, portanto conclui-se que constitui somente 1% do peso da mulher.


4. As mulheres com implantes nos seios são três vezes mais propensas a se suicidar

baixa auto estima _mulher

Ainda que a cirurgia de aumento de seio continua sendo uns dos procedimentos estéticos mais realizados no mundo, um estudo realizado pela Universidade Laval de Quebec, Canadá, revelou que a taxa de suicídio é 73% mais alta nas mulheres com implantes mamários.
Esse número parece ser um pouco irônico para o objetivo deste procedimento, já que se supõe que a ideia é aumentar a autoestima da mulher, gerar mais confiança e segurança em si própria. Entretanto, a depressão, a falta de autoestima, não ver os resultados esperados, receber críticas sociais, entre outros fatores, podem estar relacionados com a decisão de tirar a própria vida.


5. O tamanho não é um problema na hora de amamentar.

Não existe nenhuma relação entre o tamanho dos seios e a capacidade de amamentar. Os seios maiores apenas têm maior capacidade de tecido adiposo, independentemente das suas glândulas mamárias. É por isso que o tamanho não tem nada a ver com a quantidade de leite que podem produzir.



6. Podem variar de tamanho

Seios

É  normal perceber que os seios estão um pouco inflamados ou pouco maior que do que o normal. Geralmente isso se apresenta durante a síndrome pré-menstrual, já que ocorre uma explosão de hormônios, progesterona e prolactina, os quais influenciam na inflamação.






7. Fumar provoca a queda dos seios

Todas químicas e compostos tóxicos do cigarro, quebram a elastina da pele e como consequência não só acelera o processo de envelhecimento da pele, como também perde a firmeza dos seios.

8. Os seios engordam

Durante a adolescência a e juventude, os seios são compostos por glândulas mamárias, gordura e colágeno, o qual faz com que os seios sejam mais firmes. Entretanto com o passar dos anos, isso vai reduzindo e se substitui por gordura. Em geral as mulheres que sobem de peso, também aumentam o tamanho dos seios, mesmo que não em todos casos.


9. Acariciar e apertar os seios podem prevenir o câncer de mama

câncer de mama

Aparentemente acariciar e apertar os seios não somente estimula sexualmente e provoca prazer, como também pode prevenir o câncer de mama. É o que sugerem as pesquisas realizadas pela Universidade de Berkeley e o Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley, onde dizem que aparentemente as forças mecânicas e a pressão física aplicadas nos seios, podem prevenir que as células de controle se tornem malignas.


10. É a primeira coisa que os homens olham em uma mulher

É normal que ao sair na rua ou falar com alguém você perceba que disfarçadamente estão olhando para os seus seios. Diferentes pesquisas determinaram que isso é o primeiro que olham os homens em uma mulher, além disso é o que mais contemplam quando estão na frente delas.


Determinou-se que a maioria os preferem grande, mas independentemente do seu tamanho ou forma, são o seu ponto fraco.

Fonte: Melhor com Saúde

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Como depurar naturalmente sua bexiga?

A bexiga tem uma função essencial no nosso corpo, que é a de armazenar a urina e, em seguida, eliminá-la. Acreditemos ou não, a bexiga é um órgão muito sensível a várias doenças, tais como inflamação, infecção, hiperatividade urinária e até mesmo câncer. Vale a pena saber cuidar dela e fortalecê-la. Te explicaremos a seguir!


A necessidade de fortalecer e curar a bexiga

Quem nunca teve uma infecção urinária? A bexiga é, como dissemos, um órgão sensível, cujas paredes reagem contra todos esses elementos presentes na urina a adoecem e inflamam. Afinal o que devemos eliminar são resíduos, componentes tóxicos que devem ser expelidos do nosso corpo.


Incontinência urinária, bexiga hiperativa são  também algumas disfunções que podem ocasionar  pequenas mudanças em nossas rotinas, como, por exemplo, ter que ir ao banheiro por muitas vezes e sofrer um desconforto que pode se tornar crônico. Devemos   aprender a cuidá-la,  a começar por saber quais são os  alimentos e que diretrizes podemos seguir  para manter nossa bexiga forte e saudável. Note-se que tal fato, que não devem ser negligenciado, tendo em vista uma informação alarmante: cada vez mais aumenta a estatística de  pessoas que estão sofrendo de câncer de bexiga em decorrência do cigarro.  Muitos dos componentes nocivos da nicotina acabam infiltrando-se  nas paredes deste órgão e partir desse ponto se formam os tumores. É algo grave que pode acabar com a extirpação da bexiga, obrigando o paciente a convier com um tipo de saco ligado ao abdômen para extrair a urina.


Como habitual, nosso primeiro conselho é o seguinte, se você fuma, abandone esse vício imediatamente para o bem de sua saúde!

 1. Depure sua bexiga duas vezes na semana

água
É necessário que, a cada três dias, nos dediquemos um dia para cuidar deste órgão do nosso corpo. Uma coisa a ter em mente é que estas orientações também te ajudarão a depurar os rins, por  esse motivo,  sem dúvida, vale a pena seguir nossas dicas.


É necessário que você reduza o consumo  de sal na sua alimentação, se possível, eliminá-lo. A cada três dias se possível, dedique-se  a depurar a sua  bexiga e rins, e para isso, basta seguir as seguintes recomendações:
  • Não consumir café,  refrigerante ou bebidas açucaradas.
  • Não consumir alimentos que contenham excessivas proteínas.
  • A cada três dia,  dedique-se em um dia exclusivamente para consumir frutas, verduras, sucos e água. Evite carnes, embutidos, doces e farinhas refinadas.
  • Beber dois litros de água diariamente

2. Suco de mirtilo

arando
É, sem dúvida,  um dos melhores  sucos para o tratamento da bexiga. Há muitos estudos que comprovam  o papel protetor do mirtilo em nossa bexiga, fortalecendo e prevenindo infecções, e também purifica de cálcio uma vez que este mineral provoca danos nas funções dos rins, tornando-o lento e acumulando toxinas na  bexiga. Os depósitos de cálcio podem causar infecções nas vias urinárias e pedras nos rins.  Agora já tem grandes motivos para consumir o suco de mirtilo que, além de tudo, é muito saudável.


3. Suco rico em potássio para ingeri-lo no café da amanhã

suco de cenoura
Certamente você estará se perguntando como conseguir fazer um suco rico em potássio. O preparo é muito fácil!! Bata no liquidificador uma cenoura, um pedaço de aipo, espinafre, acrescente um pouco de salsinha e água. Essa bebida te servirá como poderoso tônico de limpeza, contribuindo muito para que você comece o dia com energia. Rico e saudável, você irá adorar!

4. A  melancia

Uma grande protetora da bexiga e muito diurética. Consuma a melancia sempre que possível e comprove como irá regular todo seu sistema , evitando infecções e facilitando o trabalho dos rins. Pode fazer com essa fruta sucos, saladas e consumi-la a qualquer hora do dia.


5. Os benefícios da clorofila

menta
Um tratamento ideal  para cuidar da nossa bexiga e de nossa saúde de forma geral.  Você consegue encontrar em lojas de produtos naturais ou farmácias clorofila em formas de cápsulas. Esta substância natural beneficia as funções metabólicas do corpo, melhorando o sistema imunitário. É maravilhoso! Depura nosso sangue e nos fortalece; um grande aliado da saúde que vale a pena tomar, pelo menos, cinco dias consecutivos por mês.
Cuidar de sua bexiga é simples, fácil e vale a pena começar ainda hoje.

 Fonte: Melhor com Saúde

Como detectar a tempo um câncer de cólon

Durante os últimos anos, especialista descobriram muitos casos de câncer de cólon, no entanto, na maioria dos casos, o câncer é detectado quando já se produziu uma metástase em diferentes órgãos, mais comumente no fígado e no pulmão.


Segundo as estatísticas, existe um crescimento bastante preocupante no que se refere a este tipo de câncer, já que ocupa o segundo lugar no mundo, depois do câncer de mama nas mulheres e de pulmão no caso dos homens, ainda cabe destacar que o câncer de cólon é muito mais frequente entre os homens.


É bastante preocupante saber de pessoas que aparentemente parecem e se sentem muito saudáveis, mas de repente e mediante algum check-up habitual descobrem que estão sofrendo com um terrível câncer de cólon, o qual está muito avançado, e repentinamente se veem enfrentando uma luta para a qual não estavam preparadas.


Essa é uma das razões pelas quais sempre se fazem tantas recomendações sobre a prevenção, e ao mesmo tempo, a importância de ter cuidado com os sinais de alerta que o corpo envia se existe algum problema ou sintoma que se manifesta quando algo não anda totalmente bem. Devemos prestar todas as atenções pertinentes a este tipo de sinais e não descuidar de nenhuma delas.

Sinais de alerta do câncer de cólon

É realmente lamentável que o câncer de cólon não apresente sintomas específicos, pelo contrário, parece somente mostrar alguns sintomas que podem ser confundidos com outros problemas muito mais benignos e normais, como pode ser a presença de algumas manchas de sangue nas fezes.
A maioria das pessoas atribui essas situação, pois foram diagnosticadas há algum tempo com hemorroidas e se despreocupam com o sangue que aparece de vez em quando nas fezes, mas isto não deve ser assim, pelo contrário, é o momento oportuno para ir ao médico e realizar alguns exames mais profundos, como a colonoscopia na qual se verá se realmente trata-se de hemorroidas o é algo muito mais sério.


Outro sintoma muito importante é a mudança na defecação, algumas vezes a prisão de ventre pode aparecer e no momento seguinte a diarreia aparece, além disso, tem que estar atento a mudanças que podem aparecer no aspecto das fezes, como por exemplo, se ficam mais finas que o habitual, e ter a sensação de não ter “se aliviado” por completo ao ir ao banheiro.

Cancer-de-colon

É importante também considerar os antecedentes familiares que possam existir, seja a presença de pólipos, câncer de cólon, ou familiares com doenças de colite ulcerosa. O fato é que as pessoas com prisão de ventre são as mais propensas a sofrer este tipo de câncer.


Os exames iniciais que devem ser feitos para diagnosticar esta doença é um teste de sangue nas fezes (SOH), no caso de resultar positivo deve-se fazer uma colonoscopia. De todas as maneiras, a presença de sangue nas fezes nem sempre significam um câncer de cólon, pode ser devido a um pólipo ou uma hemorroida inflamada, mas, como dissemos anteriormente, é melhor prevenir do que remediar.

Fonte: Melhor com Saúde

Tipos de câncer mais comuns em mulheres


São vários os tipos de câncer que podem surgir em diferentes partes do corpo humano. Porém, alguns deles costumam ser mais comuns em mulheres, que devem ficar atentas aos sinais e frequentar médicos rotineiramente para prevenir-se.


Para ajudar a entender, preparamos o presente artigo com algumas doenças que mais atingem o sexo feminino e explicaremos cada uma delas. Confira!

CÂNCER DE MAMA


Mamas
Fazer o autoexame das mamas também é importante para detectar nódulos, mas não deve ser a única medida adotada.

Esse é, de fato, o tipo mais comum entre as mulheres. Ele surge principalmente em quem já passou dos 50 anos, mas há a possibilidade de mulheres jovens apresentarem a doença. Para evitar, é preciso ficar atenta aos fatores de risco e fazer exames clínicos além de mamografia rotineiramente para detectar a doença precocemente.


Saber como fazer o autoexame das mamas também é importante para detectar nódulos, mas não deve ser a única medida adotada.


CÂNCER DE COLO DO ÚTERO


Cancer de utero-matriz

A principal causa desse tipo de câncer, o segundo mais comum entre mulheres, é o Papiloma vírus Humano (HPV), transmitido através de relações sexuais sem proteção. Esse vírus pode se manifestar por verrugas indolores na pele, mas na maioria das vezes não apresenta sintomas.


Subtipos de HPV podem provocar alterações celulares no colo do útero que, por sua vez, podem levar ao câncer. O ideal para prevenir é usar camisinha durante o sexo, fazer acompanhamento médico periodicamente e também tomar a vacina contra o HPV.


CÂNCER DE ENDOMÉTRIO


a44

Essa doença, que afeta a camada interna do útero, é exclusivamente feminina e está relacionada a desequilíbrios hormonais, obesidade, diabetes e pressão alta. Tem como principal sintoma o sangramento anormal, principalmente após a menopausa. O diagnóstico é feito através de exames como ecografia transvaginal e biópsia.


CÂNCER DE VULVA


É um tipo raro, mas também pode surgir em mulheres. O tipo mais comum de câncer de vulva é o carcinoma espinocelular, um tipo de câncer de pele que surge como uma mancha ou ferida que não cicatriza e vai aumentando de tamanho.

Esse tipo de doença é mais frequente nas mulheres após a menopausa, mas alguns fatores podem ocasionar o surgimento da doença em mulheres mais jovens. Depois do exame clínico, o diagnóstico é confirmado através de biópsia.

CÂNCER DE OVÁRIO


É um dos menos frequentes, mas não menos perigoso. Isso porque ele é mais difícil de ser diagnosticado, já que não apresenta sintomas na fase inicial. Conforme cresce, o tumor pode provocar dor ou inchaço no abdômen, náusea e cansaço constante.

Fonte: Melhor com Saúde

sábado, 25 de outubro de 2014

Para refletir: Uma Flor Rara

Havia uma jovem muito rica, que tinha tudo: um marido maravilhoso, filhos perfeitos, um emprego que lhe pagava muitíssimo bem, uma família unida. 

O estranho é que ela não conseguia conciliar tudo isso, o trabalho e os afazeres lhe ocupavam todo o tempo e a sua vida estava deficitária em algumas áreas.


Se o trabalho lhe consumia muito tempo, ela tirava dos filhos, se surgiam problemas, ela deixava de lado o marido... E assim, as pessoas que ela amava eram sempre deixadas para depois. 

 
Até que um dia, seu pai, um homem muito sábio, lhe deu um presente: uma flor muito cara e raríssima, da qual havia apenas um exemplar em todo o mundo. 


 
E disse a ela:
- Filha, esta flor vai te ajudar muito mais do que você imagina! Você terá apenas que regá-la e podá-la de vez em quando, ás vezes conversar um pouquinho com ela, e ela te dará em troca esse perfume maravilhoso e essas lindas flores. 

 
A jovem ficou muito emocionada, afinal a flor era de uma beleza sem igual. Mas o tempo foi passando, os problemas surgiam, o trabalho consumia todo o seu tempo, e a sua vida, que continuava confusa, não lhe permitia cuidar da flor. 

 
Ela chegava em casa, olhava a flor e ela ainda estava lá, não mostrava sinal de fraqueza ou morte, apenas estava lá, linda, perfumada. Então ela passava direto. 


 
Até que um dia, sem mais nem menos, a flor morreu. Ela chegou em casa e levou um susto! 


Estava completamente morta, suas raízes estavam ressecadas, suas pétalas caídas e suas folhas amarelas. 

 
A jovem chorou muito, e contou a seu pai o que havia acontecido. 

 
Seu pai então respondeu:
- Eu já imaginava que isso aconteceria, e eu não posso te dar outra flor, porque não existe outra igual a essa, ela era única, assim como seus filhos, seu marido e sua família. Todos são bênçãos que Deus te deu, mas você tem que aprender a regá-los, podá-los e dar atenção a eles, pois assim como a flor, os sentimentos também morrem. Você se acostumou a ver a flor sempre lá, sempre florida, sempre perfumada, e se esqueceu de cuidar dela.

Mundo das Mensagens

Propriedades da farinha de berinjela

Pouca gente sabe, mas a berinjela é um dos alimentos que estão diretamente ligados ao processo de emagrecimento. Além de estar presente em pratos tradicionais, como lasanha e saladas, há versões em forma de chá, suco e farinha.


Vale ressaltar que há indícios de que a farinha de berinjela é a que apresenta as propriedades do alimento em sua integridade. Além de ajudar a emagrecer, seus benefícios não param por aí. Este alimento é capaz de diminuir os níveis de gorduras sanguíneas, como o colesterol e os triglicerídeos.

Principais nutrientes


É importante saber, que a composição da farinha de berinjela é variável, de acordo com as diversas marcas e seu modo de fabricação. Mas o que se pode afirmar é que encontramos carboidratos, proteínas, fibras e gorduras. 
E uma das suas principais vantagens é a alta concentração de fibras. Em uma colher de sopa é possível encontrar 6,8 gramas de fibras.

Grandes benefícios


Aumenta a saciedade


As fibras são essenciais para quem quer perder peso e podem ser encontradas em alta concentração na farinha de berinjela.
O grande segredo, é consumi-la com a quantidade adequada de água, pois esta combinação se transforma em um gel no estômago, fazendo com que a digestão fique mais lenta e aumenta a distensão da parede do órgão.
Isto é necessário pois este mecanismo a sua maneira, apresenta ao nosso corpo uma maior sensação de saciedade.



(Foto: corpoemdieta.com)
(Foto: corpoemdieta.com)

Reduz as gorduras no sangue


O consumo da farinha de berinjela atua diretamente na redução da gordura no sangue, como os triglicerídeos, o colesterol total e o colesterol LDL. Isso se explica porque com a formação do gel no estômago, o colesterol é enviado em quantidades bem menores para o nosso sangue.
Há indícios de que as fibras encontradas na berinjela, atuem  de forma eficaz nos sais biliares, que são muito importantes na absorção do colesterol.

Ajuda o intestino a trabalhar melhor


O mesmo gel formado pelas fibras também atua no melhor funcionamento do transito intestinal. Sem contar que um importante processo ocorre ao consumir esta farinha:as fibras acabam sendo fermentadas de forma completa ou parcial no intestino grosso, estimulando o crescimento da flora intestinal, incentivando uma atividade intestinal mais saudável.

Fonte de antioxidantes


A casca da berinjela tem sua coloração arroxeada graças aos flavonoides chamados de antocianinas. Estes, protegem nosso organismo de doenças cardiovasculares, como diabetes, câncer, infecções virais e até a obesidade.
Isto tudo ocorre devido a sua ação antioxidante, que é capaz de proteger o nosso organismo de possíveis inflamações. Acredita-se que quando a farinha de berinjela é feita com a casca, ela acaba por preservar seus nutrientes, melhorando cada vez mais a nossa saúde.

Quantidade recomendada


A quantidade ao certo deve ser verificada juntamente com um nutricionista. Mas acredita-se que entre uma à quatro colheres de sopa são indicadas para o consumo.

Você pode consumi-la normalmente no seu dia a dia, misturando em iogurtes, saladas de fruta, arroz e outros alimentos. Esta iguaria pode ser encontrada em supermercados e lojas de alimentos naturais.

Atenção! O consumo excessivo da farinha pode causar constipação do intestino.

Fonte: Melhor com Saúde

Piolho chato: prevenção do piolho pubiano é feita com higiene íntima adequada e hábitos de sexo seguro

Infestação pubiana pode afetar também outros pelos do corpo


Faz parte dos cuidados de higiene manter a depilação em dia. Isso quer dizer, tirar os pelos na marca do biquíni e aparar o restante com a tesoura. Isso ajuda a manter a área limpa, mas ao mesmo tempo, sem tirar tudo, mantemos a proteção que os pelos proporcionam à região íntima. 


Pediculose do púbis, também conhecida como piolho chato, é geralmente transmitida sexualmente e pode se estender para além da região pubiana, envolvendo outras áreas do corpo, incluindo os cílios (pediculose ciliaris). O Phthirus púbis, também conhecido como o piolho caranguejo, é o organismo responsável. 


O piolho caranguejo geralmente é transmitido durante o sexo. Com aumento da liberdade sexual, em muitas sociedades houve aumento da sua disseminação. Adolescentes e jovens adultos são mais comumente afetados.
Transmissão via contato com roupas, toalhas e lençóis também pode ocorrer, mas parece ser menos comum. O Phthirus púbis gravita em direção a ambientes quentes e não está adaptado a rastejar em superfícies lisas, fazendo com que a infestação por um assento sanitário seja improvável. 


A história sexual completa e rastreio de outras doenças sexualmente transmissíveis é justificada em pacientes com pediculose púbica. Em um estudo de 121 indivíduos com esta doença, por exemplo, 31% tinham outra doença sexualmente transmissível. 


O piolho caranguejo é arredondado, parasita atarracado, com 0,8 a 1,2 mm de comprimento, translúcido e difícil de ver a menos que esteja cheio de sangue a partir de uma alimentação recente. Quatro de suas seis pernas terminam em garras de caranguejo proeminentes, que são adaptadas para agarrar e segurar firmemente pelos do corpo. 


A coceira é a queixa principal em adultos, principalmente na região pubiana, mas também nas axilas. Em indivíduos peludos, nenhuma área com pelos está imune a um envolvimento. O couro cabeludo é poupado na maioria dos casos, mas é ocasionalmente envolvido em indivíduos com cabelo grosso e/ou crespo. 


Algumas doenças que também afetam as áreas pubiana e axilar podem ser confundidas com pediculose, portanto a avaliação médica adequada é indispensável para diagnóstico e tratamento corretos. 


Os parceiros ou parceiras sexuais devem ser tratados ao mesmo tempo que o paciente para evitar a reinfecção cruzada. Contatos domiciliares não-sexuais não precisam ser tratados se não há sinais de infestação. 

 A depilação completa não é recomendada para a prevenção. Apesar de diminuir o risco de adquirir chatos, a depilação íntima total favorece outras infecções. Portanto, o ideal é manter a depilação na marca do biquíni e aparar os pelos com tesoura. Além de banhos diários, uso de preservativos e ter vida sexual saudável. Manter uma boa higiene na área íntima e uma vida sexual saudável é suficiente para tentar evitar esse tipo de infecção. 


ARTIGO DE ESPECIALISTA
foto especialista
Barbara Murayama Ginecologia e obstetrícia

Fonte: Minha Vida

O que o estresse faz com a digestão

Hábitos de vida como dormir pouco, comer mal e ser sedentário, agravam os problemas no sistema digestivo. Conheça as doenças causadas pelo estresse


Úlcera

É o processo de destruição da mucosa do estômago e duodeno, atingindo camadas profundas. Em outras palavras, seria como uma ferida no órgão.
Causa: uso de medicamentos anti-inflamatórios, álcool, infecção gástrica pelo Helicobacterpylori e estresse alteram a mucosa protetora, deixando-a vulnerável ao ácido clorídrico utilizado na digestão.
Relação com o estresse: pessoas estressadas podem ficar muito tempo sem comer. No primeiro caso, o ácido clorídrico age diretamente na mucosa. No segundo, é necessária uma maior quantidade da substância para quebrar os alimentos.





Gastrite

Uma inflamação na mucosa do estômago.
Causa: remédios anti-inflamatórios, álcool, estresse e infecção pela bactéria Helicobacter pylori. “Ela é capaz de destruir as ligações entre as células gástricas, permitindo que o ácido penetre por entre as células e danifique o tecido abaixo e a própria mucosa”, diz Ivan Stabnov gastroenterologista do Hospital Adventista Silvestre.
Relação com o estresse: em linhas gerais, os hábitos alimentares comuns em pessoas estressadas – como o jejum prolongado e a má mastigação – são os vilões à medida que aumentam a agressão à mucosa. O estresse pode provocar dor abdominal similar a da gastrite.





Má digestão

É a sensação de que a digestão não está se processando adequadamente. Pode vir acompanhada de empachamento, gases e dores.
Causas: diversas, incluindo estresse, gastrite, problemas de vesícula biliar ou pâncreas, álcool, doenças crônicas e má alimentação. O excesso de gorduros retarda o esvaziamento gástrico.
Relação com o estresse: ele aumenta a produção de ácido e a deglutição de ar, que causa náusea. Estudo da Dartmouth Medical School, (EUA), mostrou que outros sinais vinculados ao estresse – distúrbio do sono e ansiedade – potencializam a má digestão e a dor.





Doenças inflamatórias

Inflamações por mecanismo autoimune. “A retocolite ulcerativa acomete o intestino grosso, enquanto a doença de Crohn pode atingir da boca ao ânus”, diz Rodriguo R. Henriques, gastroenterologista do Hospital Badim (RJ).
Causa: autoimune.
Relação com o estresse: funciona como um gatilho para inflamação, mas seu papel é pequeno.





Náusea

Sensação de estômago embrulhado, com necessidade de se colocar seu conteúdo para fora.
Causa: gravidez, embriaguez, enxaqueca, labirintites, lesões cerebrais, altitude, ansiedade e estresse.
Relação com o estresse: “O ansioso engole muito ar, provocando distensão gástrica e náusea”, diz Stabnov.





Refluxo gastroesofágico

É o fluxo exacerbado do conteúdo líquido do estômago para o esôfago.
Causas: elas podem ser diversas, mas a mais aceita é a pouca coordenação entre a deglutição e o relaxamento do esfíncter esofagiano.
Relação com o estresse: “O estresse promove maior secreção ácida pelo estômago. O líquido, torna-se mais lesivo”, aponta o gastroenterologista Rodriguo.





Intestino irritável

O intestino passa a apresentar sensibilidade em situações corriqueiras, como passagem de gases e de fezes. Há indigestão, desconforto, diarreia ou prisão de ventre e urgência evacuatória, sem alterações orgânicas.
Causa: não está clara. Há hipótese de problemas musculares e indícios que, em alguns casos, os sintomas aparecem após infecções intestinais.
Relação com o estresse: o estresse influencia os movimentos do tubo digestivo e as ramificações nervosas do cólon, podendo levar a desconforto e dor.



Texto: Leonardo Valle / Ilustração: Isa Santos / Adaptação: Clara Ribeiro
Revista VivaSaúde - Edição 133

5 curiosidades sobre vida íntima ativa

Alguns fatos animadores sobre a vida sexual podem ser desconhecidos por você! Confira

Texto: Letícia Ronche / Foto: Shutterstock / Adaptação: Clara Ribeiro

Especialistas afirmam que quem mantém relações sexuais periodicamente não são sedentárias
Foto: Shutterstock


1. Pessoas que têm uma vida sexual ativa e, ao menos três vezes por semana têm relações sexuais, não são consideradas sedentárias.


2. Um indivíduo que se relaciona nessa frequência está em dia com a atividade física boa para o coração. Para prevenir doenças cardiovasculares,recomenda-se a prática de caminhada duas vezes na semana também.


3. O ato sexual equivale a caminhadas de 30 minutos a uma hora.


4. Pacientes que sofreram infartos recentemente precisam passar por um teste ergométrico antes de voltar à atividade sexual.


5. A atividade estará liberada se a pessoa estiver em uma relação estável. Caso se trate de um novo relacionamento, ou na hipótese de um caso extraconjugal, o estresse pode ser perigoso ao coração.


quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Por que deveríamos tomar água com limão todas as manhãs?

O limão é um produto natural que possui múltiplos benefícios para o ser humano. Além de ser uma fruta que pode ser utilizada de diversas maneiras, o limão contém elementos que são muito importantes para o correto funcionamento do organismo. Por isso, a seguir explicaremos porque é bom tomar água com limão todas as manhãs.


O limão é rico em vitamina C

O limão é um dos produtos naturais que mais possuem vitamina C. Como já sabemos, esta vitamina é muito importante para nosso organismo, já que nos ajuda a evitar certas doenças como o escorbuto e também curar algumas outras, principalmente as respiratórias, como a gripe e os resfriados. Em adição a este fato, a vitamina C também é muito importante para uma boa circulação do sangue.

O limão é um antiséptico natural

Por isso o limão é de grande ajuda para evitar infecções em nosso organismo, elevando as defesas do sistema imunológico em geral. Por outro lado, o limão também é excelente para a cicatrização de feridas, principalmente os arranhões.

Previne o mau hálito

Cmo.quitar.el_.mal_.aliento
Graças as suas características antissépticas, tomar água com limão todas as manhãs pode ajudar a evitar o mau hálito ou halitose. É muito importante que a água não contenha açúcar, já que do contrário pode ocasionar a aparição de outros problemas como as cáries. 


Possui um efetivo poder adstringente

O limão possui um importante poder adstringente. Isto quer dizer que ajuda na cicatrização, mas principalmente atua como um anti-inflamatório e anti-hemorrágico. Por isso, beber um copo de água com limão pode ajudar a evitar problemas como diarreias e, inclusive, controlá-la. Alguns especialistas sugerem que beber água com limão corta a diarreia.


É um termogênico natural

Beber água com limão, principalmente quente, possui um efeito termogênico importante. Por ser assim, beber esta água faz com que nosso corpo queime calorias de forma mais rápida e de modo muito mais efetivo. Ainda que alguns especialistas não recomendem este procedimento, esta é uma excelente opção para perder peso de modo natural.

Reduz a febre

Febre
Beber água com limão possui uma atuação direta na redução da febre. Por isso, se você sofre com a febre esta é uma excelente opção. Alguns especialistas segurem que inclusive a água com lima pode baixar qualquer tipo de febre, até aquelas que estejam muito altas.




Elimina os cálculos renais

Como dissemos anteriormente, o limão possui diversos benefícios e importantes efeitos antissépticos. É por isso que, entre outras coisas, beber água com limão pelas manhãs ajuda a evitar e inclusive eliminar os cálculos renais, principalmente quando são pequenos. O melhor é beber pelo menos um copo de água com limão pelas manhãs. Porém, tenha cuidado com o limão. Ainda que esta fruta possua muitos benefícios, o limão pode causar problemas para algumas pessoas, já que pode ser irritante.


Mesmo assim, é muito recomendado tomar água com limão todas as manhãs sem açúcar, ou pelo menos, utilizando algum adoçante se calorias. Caso contrário, você pode apresentar problemas. É importante também dizer que a água com limão deve ser tomada quente somente quando o intuito é ser usada como um termogênico.

Fonte: Melhor com Saúde