terça-feira, 31 de maio de 2016

Kleber Toledo, curtindo uma folga em Fortaleza/CE

Hum...! O ator tudo de bom.com, Klebber Toledo, recetemente deu pinta em Fortaleza(CE), onde  aproveitou um o seu  de folga para se divertir no parque aquático Beach Park, em Fortaleza, e exibiu sua boa forma. "Lavando a alma. Não tenho medinho de nada", disse o ator antes de encarar o mais alto toboágua do Brasil.

 Só pra registrar, o galã  está no ar como  o belíssimo Romeu, na trama da  novela das 18:00 hs  Êta Mundo Bom!.da TV Globo, nesse fim de semana deu um pulinho na Europa, onda assistiu a decisão  da liga Européia 2016 de futebol, em Milão na Italia.  DO Blog: Tá podendo, né? 



Via Frutuoso Gomes News - Fotos: Erbs Jr/Divulgação

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Ex-participante do “The Voice Brasil” morre em acidente de carro em SP

TV Globo Renan Ribeiro tinha apenas 26 anos 

 Ex-participante do “The Voice Brasil”, da TV Globo, Renan Ribeiro faleceu, no último domingo (29), em um acidente de carro na Rodovia João Tozella (SP-147), em Mogi Mirim (SP).


A Polícia Rodoviária informou que a caminhonete do músico colidiu frontalmente com uma carreta. No “Bom Dia Brasil”, os oficiais disseram que o motorista da carreta viu o cantor perder o controle, mas não conseguiu desviar.

O corpo do rapaz de 26 anos será levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Mogi Guaçu (SP). Informações a respeito do velório e enterro ainda não foram divulgados.

Fonte: Famosidades 

Vocalista do Aviões do Forró revela que fez aborto: "Me arrependo até hoje"

Vocalista da banda Aviões do Forró, Solange Almeida revelou ter feito um aborto aos 17 anos durante entrevista exibida, neste domingo (29), no programa "Eliana" do SBT. A cantora contou que engravidou na adolescência e se arrepende muito de ter desistido da gestação.


"Eu tinha mais ou menos uns 17 anos e descobri que estava grávida. Aí, eu pensei: 'O que eu faço? o que é que eu não faço?'. E no calor da idade, eu fiz um aborto. Foi uma das piores coisas que eu fiz na minha vida, mas eu tenho certeza que Deus me perdoou", contou.


Mãe de quatro filhos, a cearense afirmou que poucas pessoas sabiam de seu segredo e assumiu que o aborto foi responsável pela ideia dela adotar uma criança.


"Poucas pessoas sabem disso, os meus filhos sabem, e esse foi um dos motivos que me levaram a adotar Sabrina. Eu tinha essa dívida, me arrependo até hoje. Eu não tive o privilégio de carregar Sabrina, mas vivi tudo", explicou.

Durante o papo com a apresentadora, Solange lembrou do tempo em que era gordinha. A musa, que chegou a pesar 118kg, perdeu cerca de 50kg após passar por uma cirurgia bariátrica.


Apesar de ostentar uma excelente forma física, a artista demonstrou que fica muito incomodada com críticas ao seu corpo e que já foi vítima do preconceito que existe contra artistas que não seguem o padão de beleza imposto pela mídia.


"Já perdemos trabalho porque teve contratante que disse que éramos muito feios", desabafou.

Fonte: Famosidades  -

Frutas e legumes feios podem ser mais nutritivos

O que você perde com a ditadura da beleza dos alimentos.

                                          Andrey Moisseyev/ Istock

Beleza põe a mesa, sim. Na hora de fazer a feira, a maioria das pessoas recorre à máxima (ultrapassada) de que beleza é fundamental. Cores brilhantes, formas perfeitas - a ditadura da beleza na feira. E nessa de escolher as batatas mais lisinhas e as cenouras mais alaranjadas, muitas frutas e vegetais são ignorados nas bancas.


O desperdício é tanto que quase 40% dos alimentos cultivados nos Estados Unidos são descartados por terem manchas, pintas e outras pequenas deformações. Um tanto humano, não é mesmo? De acordo com a NRDC (sigla em inglês para Conselho de Defesa dos Recursos Naturais) essa quantia equivale a 9 kg de comida por pessoa a cada mês.


Além de ser não ser uma escolha sustentável, ignorar os alimentos feinhos não é uma sábia decisão para sua saúde. Isso porque as frutas e legumes "fora dos padrões" são mais nutritivos.


Para conseguir a aparência de maçã envenenada, vermelha e brilhante, a fórmula é simples: veneno. Alimentos orgânicos tendem a ter um aspecto menos perfeito, porque, sem agrotóxicos, estão menos protegidos contra pragas e fungos.


 Em 2014, a Universidade de Cambridge compilou 343 estudos que provaram que alimentos orgânicos tinham entre 20 e 40% mais antioxidantes que aqueles produzidos com pesticidas. Esses antioxidantes contêm componentes como flavonoides, ácido fenólicos, carotenoides e antocianinas - todos produzidos pelas plantas quando elas estão "estressadas". Ou seja, a maioria das pintas e cicatrizes na casca das frutas e vegetais é a marca delas tentando se defender das pestes e outras interferências externas.


Um estudo austríaco chegou à mesma conclusão. Os cientistas analisaram maçãs de plantações orgânicas e convencionais e perceberam que as que foram cultivadas sem agrotóxicos apresentavam níveis mais altos de antioxidantes. O consumo regular dessas substâncias é importante porque elas ajudam a prevenir doenças e disfunções do metabolismo. Dietas conhecidas por aumentar a longevidade, como a Mediterrânea por exemplo, são ricas nesses componentes.


Na próxima ida à feira, lembre-se que as marcas, pintas e curvas inusitadas são a prova de sobrevivência dos vegetais e uma dose extra de saúde pra você.

Fonte: Super Interessante -  Por Pâmela Carbonari

Cuidado! Estresse pode desencadear uma série de doenças


O estresse sem interrupção pode se tornar um problema. É o que acontece quando alguém sofre todos os dias nas mãos de um chefe autoritário. Ou, então, quando a pessoa que cuida de um parente doente se sente sobrecarregada de responsabilidades e ainda vive com medo de perder o ente querido. Essa pressão constante acaba propiciando o aparecimento de inúmeras doenças:
Hipertensão
O coração acelera o ritmo. Em altas doses, e por um longo período, a adrenalina aumenta a pressão arterial de maneira irreversível.
Insônia
Costuma ser o primeiro sinal. O cortisol, hormônio que deixa a pessoa alerta, é produzido em excesso, impedindo um sono tranquilo.
Transtornos mentais
Ansiedade, depressão, síndrome do pânico e até esquizofrenia. Se houver uma tendência ao desenvolvimento de algum distúrbio psiquiátrico, o estresse crônico pode ser o gatilho que irá dispará-lo.
Problemas gástricos
O estresse leva a gastrite, úlcera, refluxo, diarreias e colites, entre outras complicações digestivas.
Queda do sistema imunológico
A baixa imunidade acaba facilitando o aparecimento de infecções, como cistite e pneumonia. Quem tem predisposição a doenças autoimunes, como a psoríase, que afeta a pele, fica ainda mais suscetível ao estresse prolongado.
Fonte: Frutuoso Gomes News

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Escolas seriam melhores se os alunos não usassem sapatos

Ficar descalço na aula melhora o rendimento dos estudantes

                                              ArtMarie/ iStock


Todo mundo que frequentou a escola tem alguma lembrança de um professor desesperado tentando acalmar a turma. Para conseguir esse feito, provavelmente algum aluno foi expulso da sala ou houve ameaças de tarefas extras - muitas vezes sem sucesso.


Hoje, a estratégia poderia ser outra: tirar os sapatos. Um estudo da Universidade de Bournemouth, no Reino Unido, comprovou que crianças que vão à escola sem sapatos se comportam melhor e tiram notas mais altas. Os pesquisadores observaram durante 10 anos milhares de crianças em mais de 100 escolas de 25 países que deixavam seus sapatos do lado de fora da sala de aula e perceberam que eles eram alunos mais pontuais e engajados.

A pesquisa parte da política de escolas inglesas em que crianças estudam descalças - o modelo foi copiado de países escandinavos, que já tinham percebido que a prática melhorava o desempenho e o comportamento dos estudantes. A primeira razão para os alunos tirarem os sapatos era bem mais simples: por muitos anos, as crianças do norte da Europa chegavam até a sala de aula com os pés sujos de neve ou lama.


Agora, os acadêmicos britânicos defendem o hábito escandinavo de tirar os sapatos para dar às crianças melhores resultados na escola. Os pesquisadores acreditam que dessa forma as crianças se sentem em casa, ficam mais relaxadas e aprendem com mais facilidade.

Crianças descalças leem mais
Qual é o seu lugar preferido para ler: na cama ou em uma poltrona macia? Se nem você que é adulto gostaria de ler um livro sentado em uma cadeira escolar, imagine se uma criança que ainda está desenvolvendo seus hábitos de leitura escolheria essa opção pouco confortável.


"O último lugar que uma criança sentaria para ler é uma cadeira. Nós percebemos que 95% delas não leem sentadas. Quando estão fora da escola, preferem ler deitadas. Dar condições para que as crianças se sintam em casa na sala de aula significa que mais alunos vão ler na escola", afirma o professor Stephen Heppel, responsável pela pesquisa da Universidade de Bournemouth.


Em escolas onde os alunos podem ficar descalços, as crianças chegam mais cedo e saem antes - isso representa uma média de meia hora a mais de leitura extra diariamente. Mas as vantagens de tirar os sapatos não se restringem ao desempenho escolar: a conta da limpeza diminui 27% e as compras de móveis também, já que não há necessidade de ter uma cadeira e uma mesa para cada aluno, sendo que eles podem sentar no chão.


Para que a estratégia de tirar os sapatos dê certo, nada de dois pesos e duas medidas. Heppel sugere que todos na escola fiquem descalços, inclusive os professores. "As crianças precisam ter certeza de que suas meias não serão ridicularizadas pelos colegas", explica. No entanto, o estudo não menciona possíveis incômodos que podem atrapalhar o aproveitamento das aulas sem calçado. O chulé, por exemplo.

Fonte: Super Interessante - Por Pâmela Carbonari


Kleber Toledo vai dar pinta como apresentador, na Italia

Hum..! Novos rumos ...! O ator tudo de bom.com, Klebber Toledo,  se prepara para conciliar a carreira de ator com a de apresentador. Em breve,ele viajará para a Itália,  onde irá apresentar um programa sobre surfe. A atração comandada pelo gato,  falará também de gastronomia e outros esportes radicais. Mas na Itália tem surfe? “Tem sim! Vocês vão ver e ficarão surpresos”, adianta Klebber, sem dar maiores detalhes.

 “Por enquanto é segredo!”. O grande feito de Klebber no esporte, aconteceu na praia da Reserva, na Zona Oeste carioca, e coincidiu com a presença do campeão Adriano de Souza, o Mineirinho. “Tinha acabado de gravar a novela numa manhã e saí para ir ao banco. Quando fui de carro pela praia, vi que o mar estava ótimo. Deixei o banco e o almoço para lá e corri para surfar. Quando cheguei na praia, vi que o Mineirinho também estava lá.

 Surfei do seu lado e foi quando peguei meu primeiro tubo! Fiquei muito feliz”, comemorou ele, que, precavido, leva na mala de seu carro um verdadeiro arsenal: skate, joelheira, prancha de surfe, roupa de borracha para surfar nas águas frias...Para Klebber não há lugar melhor no mundo do que o mar. “É uma terapia. Você está surfando uma onda que é impulsionada pelo movimento do mundo. Sou muito grato a Deus. Surfar é estar em conexão com a terra, com o planeta, com Deus”, diz ele .DO Blog: Um arraso...!

Frutuoso Gomes News - Fotos: Reprodução/Net

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Após 24 anos, médicos retiram tumor de tamanho de melão de pescoço de paciente



Ian Crow disse que tumor nunca o incomodou, mas no fim "se encheu" dele (Foto: Northern Lincolnshire/ Goole NHS Trust)


Médicos na Inglaterra retiraram um tumor do tamanho de um melão do pescoço de um paciente.


Ian Crow, de Ashby, no norte do país, disse que viveu 24 anos com o inchaço nas glândulas salivares até "se encher".

Para o aposentado, de 66 anos, o tumor benigno - que vinha "crescendo aos poucos" desde 1992 até atingir 1,2 kg - tinha se tornado parte dele.



"Nunca doeu. Eu conseguia dormir normalmente. As únicas vezes que me incomodou foi durante o verão", disse.

"No fim, me enchi e decidi removê-lo. Quando cheguei na idade da aposentadoria, achei que era hora."

Ian Crow disse que tumor nunca o incomodou, mas no fim "se encheu" dele (Foto: Northern Lincolnshire/ Goole NHS Trust)



Crow se recusava a se consultar com os médicos até o ano passado. À época em que o inchaço apareceu, tinha acabado de começar em um emprego novo na indústria de frango e não queria faltar ao trabalho.

A operação de retirada durou duas horas e correu sem sobressaltos - embora o tamanho do tumor tenha colocado um "desafio" para os médicos, disse o cirurgião Ganapathy Dhanasekar.


"O tumor é o que chamamos um adenoma pleomórfico, que é um tumor benigno na glândula parótida", explicou.

A esposa de Ian, Lillian, disse que estava "feliz" com o fim do tumor.

"Começou a me irritar, principalmente depois que cresceu. Era impossível abraçar (o marido) porque (o tumor) era enorme", disse a mulher.

"Na rua as pessoas paravam para ficar olhando e isso me incomodava muito."

Do G1 / Via Patu em Foco

Zika também pode causar hemorragia nos olhos dos bebês; veja como isso acontece

                                          Dmitriy Nikiforov/ shutterstock

O zika vírus gera microcefalia em bebês ainda dentro da barriga de suas mães, mas aparentemente esse não é o único acometimento causado por ele. Um novo estudo aponta que esse micro-organismo pode também afetar os olhos do feto. Veja como isso acontece.

Como o zika afeta os olhos dos bebês? 

Um estudo publicado anteriormente já havia mostrado que bebês cujas mães foram infectadas com o zika vírus durante a gestação têm mais chances de ter problemas oculares, no caso, atrofia coriorretiniana, que deixa a retina mais frágil, e anormalidades do nervo ótico. Mas uma nova pesquisa mostrou mais alterações visuais.


Pesquisadores da Universidade de São Paulo e da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, encontraram três tipos de acometimentos novos nos olhos de três bebês de mães que tiveram zika durante a gravidez:


  • Retinopatia hemorrágica: sangramento que acontece na retina, uma camada sensível à luz que fica na parte de trás do olho;
  • Vascularização anormal da retina: crescimento inesperado de alguns vasos sanguíneos e ausência de outros vasos dos olhos;
  • Maculopatia em torpedo: lesões em formato de torpedo na mácula, a parte central da retina.

Não se sabe ainda se o problema de visão está relacionado à microcefalia ou apenas ao zika
Publicidade
Os três bebês estudados têm todas as lesões descritas e ainda maculopatia pigmentada, uma alteração que causa a formação de “pintas” de pigmento na mácula, e dois deles tinham atrofia coriorretiniana.


Os achados, publicados no periódico Journal of Ophthalmology, não indicam ao certo se o problema na visão é decorrente da microcefalia ou se tem relação apenas com o zika vírus. Entender a causa poderá ajudar a determinar quais bebês deverão fazer exames oftalmológicos específicos: todos aqueles cujas mães tiveram zika na gestação ou apenas os que têm microcefalia.

Fonte: Bolsa de Mulher

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Homens ricos acham suas mulheres mais feias

Pesquisadores convenceram jovens de que eles ganhavam bem mais que os colegas. Era mentira, mas os "novos ricos" ficaram insatisfeitos com as namoradas e mais dispostos a flertar com outras mulheres.

                                           CSA-Archive/ iStock


Quem ganha dinheiro fica mais exigente e quer dar um upgrade em tudo - até na mulher. É o que mostra um novo estudo realizado em Hong Kong com estudantes universitários em relacionamentos sérios. E os pesquisadores tinham senso de humor. 


Primeiro, convenceram os rapazes de que eles ganhavam muito mais que seus colegas. Depois, prometeram que se encontrariam com uma linda modelo. Era tudo pegadinha, mas os homens que passaram a se considerar ricos eram os mais insatisfeitos com as namoradas e estavam mais dispostos a flertar com outras mulheres atraentes.


O estudo foi dividido em dois testes. Os 182 participantes eram todos heterossexuais em relacionamentos sérios de 2 meses a 7 anos de duração. Os cientistas começaram o experimento manipulando um grupo a acreditar que era mais rico que os demais universitários, enquanto o outro tinha a sensação de ser relativamente pobre.


A farsa funcionava assim: os dois grupos respondiam a um questionário sobre sua situação financeira (cargo, salário, poupança). Mas as 7 opções de resposta eram diferentes para cada grupo. Os participantes ganhavam uma média de 1500 yuans. No questionário que fazia os jovens se sentirem ricos, as perguntas como ?quanto você ganha? tinham valores baixos nas opções de resposta: 1) De 0 a 250 yuans, ?, 7) Mais de 500 yuans. Assim, na maioria das vezes esses voluntários selecionavam a resposta mais alta.


No formulário que fazia com que eles se sentissem pobres, as faixas eram bem mais altas: 1) De 0 a 2.000 yuans, 7) Mais de 12.000 yuans. E a manipulação funcionou direitinho. Os cientistas confirmaram que a grande maioria dos participantes acreditava que as 7 opções que ele viu representavam o mínimo e o máximo que um universitário ganhava no seu setor - e quem marcou as opções mais altas saía satisfeito.


Depois que estavam convencidos da sua riqueza ou pobreza, os jovens tinham que avaliar o quão atraentes eram seus respectivos namorados ou namoradas. No caso dos homens, a riqueza (imaginária) sobe à cabeça: eles consideravam que suas namoradas estavam bem mais longe do seu ideal de beleza do que os homens ?pobres?. Já entre as mulheres, não houve nenhum efeito significativo - mulheres, sejam elas ricas ou pobres, conseguem avaliar racionalmente a aparência do parceiro.


O dinheiro também fez com que os jovens ricos se sentissem mais confiantes para abordar pessoas bonitas. No segundo teste, os pesquisadores recrutaram mais 121 universitários que namoravam sério. Aí, pediram que eles avaliassem fotos de pessoas lindas. Quando terminavam, eles anunciavam que queriam analisar a reação deles em um encontro face a face com um dos modelos fotográficos. De novo, não era verdade.


Os participantes foram enviados um de cada vez para uma sala com 6 cadeiras. Em um dos assentos, estavam pendurados um casaco, uma bolsa e um chapéu. Os pesquisadores avisavam que o convidado já estava voltando e pediam que o voluntário sentasse. Eles perceberam que homens e mulheres mais "ricos" tendiam a sentar mais perto de onde pensavam que o convidado bonito ia sentar. Já os que se consideravam mais pobres mantiveram uma distância maior. Na comparação entre os gêneros, os homens se aproximaram mais que as mulheres. 


Os cientistas acreditam que esse cenário é uma boa indicação de quem está disposto a pular a cerca ou, pelo menos, a flertar com alguém atraente apesar de estar em um relacionamento. 


 O estudo reconhece que, por ser feito só com estudantes chineses, pode existir um fator cultural nos resultados. Mas eles estão bem certos de que uma tendência parecida aconteceria em qualquer parte do mundo, em maior ou menor grau. Isso porque associam a descoberta às nossas raízes evolutivas: os machos que se sentem ?por cima? com relação ao restante do bando têm um leque maior de opções de parceiras e podem ser exigentes sem o risco de ficar sem descendentes. Já as fêmeas comprometidas preferem manter sua estabilidade, o que aumenta as chances de ter um apoio paternal para os seus filhotes por mais tempo.

Fonte: Super Interessante - Por Ana Carolina Leonardi Editado por Denis Russo Burgierman

Mau hálito pode ser falta desse ingrediente absurdamente comum

                                              CHAJAMP/SHUTTERSTOCK

Uma mulher engravidou da maneira mais improvável possível: sexo anal; entenda o caso

                              Mila Supinskaya/ Shutterstock

terça-feira, 24 de maio de 2016

Paula Fernandes explica dieta sem sal, açúcar, glúten e lactose:'Envelhecer bem'

                                                       AGNews


Cantora, que garante não ser radical, come algumas guloseimas uma vez na semana ou a cada 10 dias: 'Temos que viver, né' 

Paula Fernandes chama a atenção pela boa forma aos 31 anos e a cinturinha de 58 cm. Para manter as medidas, a cantora, que temr intolerância a lactose, leva a sério a dieta e evita alguns alimentos. "Não uso óleo de cozinha, só óleo de coco. Açúcar, nenhum! E sal, só aquele rosa, do Himalaia. Ando sempre com um potinho na bolsa. Também não como arroz nem pão. Tem dia que é difícil, mas sigo em frente. Quero envelhecer bem, e acho que isso é uma questão de escolha", disse a artista ao jornal "Extra".

Apesar da rigidez com a alimentação, Paula conta que tira alguns dias para comer guloseimas como sorvetes, chocolates e bolos. "Para não ser radical, uma vez na semana ou de dez em dez dias, eu me permito algo mais gorduroso. Temos que viver, né?", brincou ela, que já rebateu rumores de que sua cintura fina é fruto de cirurgia plástica. "Já ouvi até dizerem que tirei uma costela! É cada coisa que inventam. Isso é do meu biotipo. Comendo certinho, a tendência é estabilizar. Gosto de valorizar minha cintura, porque a acho bonita. Mas isso não me torna melhor que ninguém", afirmou.

Paula, que além de cuidar da alimentação treina até de madrugada, comentou os horários diferentes. "Não tenho tempo, né? Se pudesse, malhava todo dia. Às vezes, volto de uma festa e vou treinar. O negócio é ser disciplinada. Se for para fazer malfeito, melhor nem fazer", opinou.

Namorando há quatro anos o dentista Henrique do Valle, com quem faz planos de casamento, a cantora sonha em ser mãe: "Mas vai ser mais para frente", pondera. "Os filhos vão surgir, e eu quero dois! Mas acho que ainda não chegou o momento. Não tenho prazos", finaliza Paula.

Fonte: Purepeople  - (Por Caroline Moliari)

É ruim tirar os pelos da região íntima?

Os pelos pubianos cumprem a função de proteger a área genital contra os agentes patogênicos e agressores externos. É importante também prestar atenção à irritação nesta área do corpo.

Depilar-se ou não… esta é a questão. Existem muitos debates em relação a este tema e por isso várias mulheres não sabem o que fazer.


Devemos deixá-lo crescer ou tirá-los em sua totalidade? Algumas mulheres afirmam que os pelos as protegem de doenças, e outras, que se depilam por razões estéticas.

Afinal, é ruim depilar a região íntima? Responderemos a esta pergunta neste artigo!

As funções dos pelos pubianos

Com o passar dos anos, muitas mulheres (e cada vez mais homens) decidem se depilar. Para poder tomar uma decisão em relação a tirar ou não os pelos pubianos, é preciso estar bem informado.
Não é bom basear-se em preconceitos, e muito menos na moda do momento atual.

Lembre-se então de que os pelos da região pubiana cumprem diversas funções, entre elas as que destacamos abaixo:

  • Criam uma barreira para evitar que os vírus e bactérias exteriores causem infecções ou doenças
  • Permitem que os órgãos genitais femininos estejam sempre a uma temperatura agradável e adequada para garantir o seu funcionamento adequado.
  • Retêm o aroma pessoal que transmite sinais sexuais para estimular a libido do parceiro.
  • Previnem a irritação da área genital durante o ato sexual, já que o contato com a pele pode causar vermelhidão e incômodo.

Razões para não tirar os pelos da região íntima

Se você ainda não estiver totalmente convencida a respeito de se deve ou não manter os pelos pubianos, você deveria prestar atenção nos seguintes motivos para entender que o melhor seria deixá-los como estão (ou, simplesmente, cortá-los um pouco).

A pele sofre

 Eliminar os pelos pubianos inflama e irrita os folículos e deixa feridas abertas (que não podem ser vistas a olho nu). A depilação constante causa também pelos encravados dolorosos e queimaduras, no caso de usar a cera, ou cortes, se o método escolhido for a lâmina.

 

Acelera a proliferação de bactérias

A depilação com cera quente (também conhecida como sistema espanhol) é uma das mais prejudiciais para a região íntima, já que causa a vermelhidão e o enfraquecimento dos poros.

Quando isso se combina com a umidade e a temperatura na região, se converte em um local propício para a proliferação de bactérias. E se não houver pelos não podemos impedir que os micro-organismos entrem ao nosso corpo.

Mais possibilidade de ter herpes

São vários os estudos que demonstram que as mulheres completamente depiladas são mais propensas a ter herpes genital. Quando se raspam ou depilam, causam feridas que expõem o organismo ao vírus que provoca esta doença sexualmente transmissível.

Mais casos de HPV

 

O vírus do papiloma humano se proliferou de maneira acelerada. Os médicos afirmam que, embora esta doença seja transmitida em muitos casos sem que as pessoas saibam (porque não provoca sintomas automáticos) ou por falta de informação, o fato de que os adultos se depilem aumenta bastante a possibilidade de contágio de viroses.

As modas são passageiras

É uma tendência que as mulheres depilem a região íntima. No entanto, não é preciso fazer isso só porque está na moda ou porque você acredita que, se as outras o fazem você também deveria fazer.

Atenção às doenças da pele

A psoríase e os eczemas podem se agravar devido à depilação. Se você sofrer de algum destes transtornos da pele, é melhor consultar um médico para saber qual método ele recomenda para retirar os pelos da região íntima.
Caso contrário, você poderia agravar a situação e sofrer muitos incômodos e dores.

Depilar-se não é mais higiênico

 

Este é um dos mitos mais difundidos e que fazem com que cada vez mais mulheres queiram depilar a região íntima completamente. Os maus odores não têm nada a ver com a quantidade de pelos nos genitais, e sim com a higiene pessoal de cada um.

Também não é um afrodisíaco!

É certo que muitas mulheres se sentem mais seguras de si mesmas quando estão depiladas e por isso se sentem melhor no sexo. No entanto, a satisfação íntima vai mais além da quantidade de pelos de cada um.

Também depende muito do parceiro. Muitos homens gostam de mulheres que se depilam por completo, mas também há muitos que as preferem de forma natural, ou seja, com seus atributos intactos.

Conselhos para genitais depilados

Se nada do que você leu anteriormente a convenceu de não tirar os pelos pubianos porque você se sente muito cômoda sem eles, não há problema! Entretanto, recomendamos alguns bons hábitos para que esta decisão provoque as menores consequências possíveis.

Comece pouco a pouco

 

Se você nunca tirou os pelos da região íntima, é aconselhável começar aos poucos. Desta maneira, você sofrerá menos dor e efeitos colaterais. Comece cortando com a tesoura e depois passe para a lâmina ou a cera.

Analise como você se sente

Talvez você tenha tomado a decisão de se depilar por completo porque o seu parceiro pediu, porque você vai para a praia de férias ou porque queria experimentar algo diferente. Compare as suas sensações com as que você tinha quando conservava os pelos.

Preste atenção à irritação

Não importa o método que você escolheu para depilar a região íntima, não deixe de lado os efeitos na pele. Se ela estiver muito vermelha, se arder ou incomodar, passe um bom creme hidratante. Fique atenta para possíveis pelos encravados.

Use calcinhas de algodão

Descarte certos materiais como a lycra. Também não devemos usar roupas muito justas (inclusive as calças). Use saias ou vestidos mais folgados e cuidado com o biquíni.

Não tome sol na região depilada

 Pode ser que você tenha se depilado por completo porque o seu biquíni é pequeno ou porque o verão começou. No entanto, não é aconselhado tomar sol durante os primeiros dias após a depilação, seja ela com lâmina ou com cera. Evite o contato com o sol e afaste a irritação e a vermelhidão usando um fator de proteção elevado se for à praia ou à piscina.

 

Fonte: Melhor com Saúde


Papa critica os que sentem compaixão por animais e indiferença pelo vizinho

Pontífice refletiu sobre o conceito de piedade em audiência na Praça de São Pedro

 

 O papa Francisco lamentou que algumas pessoas sintam compaixão pelos animais, mas depois mostrem indiferença perante as dificuldades de um vizinho, em uma reflexão sobre o conceito de piedade, durante audiência na Praça de São Pedro.


Francisco falava perante dezenas de milhares de pessoas, debaixo de chuva, naquilo a que se chama uma audiência jubilar, cerimônia que se realiza um sábado por mês, e alertou que não se deve confundir a piedade com a comiseração hipócrita.
 
 O papa disse que é preciso “não confundir a piedade com a comiseração, que consiste apenas em uma emoção superficial, que não se preocupa com o outro”, afirmou. E perguntou: “Quantas vezes vemos pessoas que cuidam de gatos e cães e depois deixam sem ajuda o vizinho que passa fome?”. “Não se pode confundir com a compaixão pelos animais, que exagera no interesse para com eles, enquanto fica indiferente perante o sofrimento do próximo”, acrescentou.

O papa explicou aos fiéis que, para Jesus, sentir piedade é “compartilhar a tristeza de quem se encontra, mas, ao mesmo tempo, agir na primeira pessoa para transformá-la em alegria”.

Francisco apelou ao cultivo da piedade, “sacudindo de cima [de si próprios] a indiferença” que impede cada um de reconhecer o sofrimento dos outros e libertando-se da “escravatura do bem-estar material”.

  Via Blog Lucineide Medeiros

Tipos de dores de cabeça

Tipos de dor de cabeça:

Sinusite: a dor vai aparecer na maça do rosto, abaixo dos olhos, de uma lado ou de outro, ou dos dois lados. Se for uma sinusite do seio frontal, a dor de cabeça será na testa, também unilateral ou dos dois lados.


Cefaleia Tensional: Uma sensação de aperto, pressão ou peso. A parte de trás da cabeça costuma concentrar a dor.


Enxaqueca: Envolve só metade da cabeça, piora com qualquer atividade física e está frequentemente associada a náusea, vômitos e sensibilidade a luz e sons. Minutos antes, um conjunto de sintomas neurológicos, conhecido por aura, costuma surgir. A aura visual é a mais comum e provoca flashes de luz e falhas no campo visual. 


Cefaleia em salvas (última ilustração): É intensa em um dos lados da cabeça, geralmente no fundo dos olhos. A crise, que normalmente ocorre à noite, dura até três horas. Pode ser acompanhada de lacrimejamento, congestão nasal e queda da pálpebra.


Fonte:  Take a Look

Xixi de bebês pode curar rins de adultos; veja por que

Bebês prematuros já nascem com a capacidade de salvar vidas e evitar transplantes de rim

                                             iStock

Quando um bebê nasce prematuro, ele ainda não está preparado para enfrentar o mundo aqui fora sozinho, já que seu corpo ainda não está completamente desenvolvido. Mas, exatamente por isso, esses bebês têm a capacidade de salvar vidas - através do xixi. 


O segredo está nas células-tronco. Quando estão na fase embrionária, elas podem se transformar em qualquer parte do corpo humano. Mas retirar células-tronco de embriões envolve grandes polêmicas e, por isso, os cientistas buscam fontes menos invasivas desse material: dentes, gengiva e, agora, a urina. 


Pesquisadores da Universidade Católica de Leuven, na Bélgica, encontraram grandes quantidade de células-tronco na urina de bebês que nasceram entre a 31ª e a 36ª semana da gravidez. Essas células não são tão poderosas quanto as embrionárias, porque já têm características específicas do órgão de onde vieram, o rim. Mas isso já é suficiente para regenerar completamente os rins de adultos.


O rim é um dos últimos órgãos a terminar de se formar no corpo do bebê - fica se desenvolvendo até a 34ª semana, bem perto do parto. Quando um bebê nasce prematuro, o órgão ainda está em formação e o xixi dos bebês fica repleto de células-tronco. Se o bebê se desenvolve normalmente, a quantidade de células-tronco na urina é menor e as células já não têm o mesmo potencial de transformação. Mesmo adultos ainda possuem células-tronco na urina, mas são poucas e estão em um estágio de diferenciação avançado. Assim, o potencial terapêutico é bem menor.


Os cientistas testaram a capacidade de regeneração das células do xixi dos prematuros e ficaram impressionados. Eles usaram uma droga tóxica contra as células renais de um adulto e todas elas morreram. Depois, acrescentaram células-tronco da urina ao experimento. Elas criaram uma rede de proteção às células adultas, regenerando o tecido.


Com esses resultados, os pesquisadores pensam em duas aplicações principais para as células que vêm do xixi dos prematuros. A primeira são os rins para transplante - muitas vezes os órgãos estão velhos demais ou danificados e não podem ser transplantados. Com as células-tronco, é possível regenerar o tecido desses órgãos. Além disso, eles esperam desenvolver um tratamento para recuperar os rins do próprio paciente e aí o transplante nem seria necessário.

Fonte: Super Interessante - Por Ana Carolina Leonardi Editado por Bruno Garattoni

sexta-feira, 20 de maio de 2016

9 coisas que a menstruação pode dizer sobre a sua saúde

Tanto um sangramento excessivo quanto um sangramento escasso podem indicar alterações, por isso devemos estar sempre atentas à nossa menstruação.

A menstruação pode ser bastante incômoda para muitas mulheres. No entanto, é fundamental conhecer nosso ciclo e observar se os períodos menstruais são regulares e normais.

Nem todas as mulheres vivenciam problemas durante o ciclo. Algumas consideram a menstruação uma bênção, a preparação do seu corpo para o desejado momento de se tornarem mães.

É claro que, quando o sangramento vem, isso quer dizer que você ainda não está grávida, mas também pode revelar vários detalhes sobre a saúde do corpo, por isso é preciso prestar atenção e ficar alerta.


O período de sangramento dura entre 3 a 7 dias e as pílulas anticoncepcionais regulam o ciclo, o que afeta um pouco os hormônios e provoca mudanças no corpo que serão notáveis para as mulheres.


Por isso, você precisa conhecer as nove coisas que sua menstruação pode revelar sobre a sua saúde em geral.

1. Tendência ao câncer de mama

Muitos estudos revelaram que algumas das mulheres que tiveram sua primeira menstruação antes dos 12 anos são mais vulneráveis a sofrer com esta doença, sendo por isso necessário que tomem precauções e realizem consultas médicas regulares.


2. Risco de sofrer de doenças do coração

Se a menina menstruou antes dos 10 anos ou depois dos 17 anos, é provável que possa sofrer de diferentes doenças cardíacas. O ideal é consultar seu médico regularmente para evitar qualquer situação que possa se complicar, pois quanto antes for iniciado o tratamento, melhor.

3. Fluxo de sangue muito claro

Em geral esse tipo de fluxo não é um bom sinal, já que indica a possibilidade de síndrome do ovário policístico ou problemas da tireoide.

4. Menstruação atrasada

Caso sua menstruação não venha, isso não significa necessariamente que você está grávida. Também pode ser um sinal de que o corpo passa por algum desequilíbrio hormonal, como bulimia, anorexia, diabetes ou até obesidade.

5. Cólicas insuportáveis

O normal é sentir alguma dor ou incômodo na área inferior do abdômen durante a menstruação, mas se as dores forem fortes demais e incontroláveis, o melhor é ir imediatamente ao médico para ter mais segurança.

6. Fluxo extremamente abundante

A troca constante de absorventes devido a um fluxo intenso demais pode significar a existência de tumores nos ovários ou, possivelmente, um desequilíbrio hormonal. Também pode indicar problemas uterinos, que exijam até cirurgia em alguns casos.
Os anticoncepcionais poderiam regular o fluxo excessivo, mas apenas o médico poderá definir a dosagem adequada para seu caso ou o melhor tratamento a seguir.

7. Sangramentos antes ou após o período menstrual

Os anticoncepcionais podem fazer com que a sua menstruação se descontrole um pouco ou que o sangue “desça” alguns dias antes ou muito depois da data estimada. Mas, se não for esse o caso, deve-se consultar o médico para se assegurar de que não existe transtorno algum que esteja afetando o ritmo normal do período.

8. Odores estranhos

A menstruação pode ter um odor forte para algumas mulheres, mas se o odor é estranho ou insuportável, provavelmente existe alguma infecção afetando o útero. A menstruação saudável não tem mau cheiro algum.


O problema do mau odor pode ser causado também porque a mulher não pode ou se esquece de trocar o absorvente com a frequência necessária. Muitas vezes passa-se o dia inteiro com o mesmo absorvente, o que pode provocar não só mau cheiro, mas também infecções vaginais.


9. A cor poderia indicar doenças

Se a cor da menstruação estiver escura demais, isso poderia indicar a existência de alguma doença que afete diretamente o útero, ou poderia ser um sinal de aparição precoce de câncer do colo uterino.


São muitas as variáveis que poderiam indicar infecções ou doenças às quais o organismo poderia estar exposto. Por isso, é importante ser precavida e revisar as inconsistências que podem se apresentar durante a menstruação.
Assim, é possível prevenir doenças que afetariam de maneira significativa a saúde da mulher. Um ciclo menstrual saudável é um sinal de que seu corpo está bem.

Fonte: Melhor com Saúde