quarta-feira, 8 de junho de 2016

Problemas urinários que as mulheres devem conhecer e tratar

Quando se fala de problemas urinários, é comum pensar em incontinência, mas isso está longe de ser o único problema relacionado com a bexiga.


Como explica à FOX News o médico Benjamin Brucker, os problemas urinários são mais comuns do que as pessoas pensam e “são vários os fatores que entram em jogo”, como é o caso das mudanças hormonais, gravidez, parto e idade.

A incontinência de esforço é um dos problemas mais recorrentes nas mulheres, mas pode ser facilmente revertido com a prática de exercícios da parede pélvica, com o uso de tampões especializados ou, em casos mais graves, com uma cirurgia.

Mas existe outro problema urinário comum no sexo feminino: a bexiga hiperativa. Trata-se de uma vontade contínua de urinar e que pode ser provocada pela ingestão de muitos líquidos ou de alimentos que podem irritar a bexiga, como o café, o chá, os citrinos e os alimentos picantes.


“Apertar e relaxar os músculos da parede pélvica pode ajudar a aliviar a vontade imediata de urinar ou apenas dar-lhe mais tempo para chegar ao banheiro”, diz o médico, que coloca ainda a cistite intersticial entre os problemas urinários mais comuns.


Esta é uma doença crônica caracterizada pela irritação ou inflamação da parede da bexiga, mas que pode ser tratada com fisioterapia e com a redução dos níveis de stress.


A infeção urinária é outro problema mencionado pelo especialista, que recomenda a toma de antibióticos como forma mais eficaz de tratamento. Evitar calcinhas muito justas, não aguentar o xixi, urinar depois do sexo e beber muita água são formas de evitar este problema.

Fonte: image/jpeg

Nenhum comentário:

Postar um comentário