domingo, 11 de setembro de 2016

Você nunca mais vai comer balas de goma depois de ver como elas são feitas

Você é da turminha que simplesmente adora balas de goma? com suas cores brilhantes, sabores deliciosos e todo aquele açúcar que cobre as guloseimas. E o que dizer dos marshmallows fofinhos, com toda a sua doçura? As jujubas, elas também estão entre os seus favoritos? Pois sentimos muito em informar que você certamente olhará essas gostosuras de um modo diferente depois de descobrir como elas são produzidas.


Mas, antes de mostrar para você o processo, deixe a gente falar um pouquinho do ingrediente chave que esses doces todos levam na receita: a gelatina. Caso você não saiba, esse componente muito usado na indústria alimentícia, farmacêutica e em outras tantas áreas também quase sempre tem origem animal e é obtido a partir do colágeno.


 O colágeno, por sua vez, é conseguido quando fervemos os ossos, a pele e qualquer órgão que contenha tecido conjuntivo de determinados animais normalmente porcos, vacas, cavalos e aves. Isso significa que, antes de ser devidamente processada e virar aquela mistura incolor (ou levemente amarelada), insípida (quando pura) e praticamente inodora que conhecemos como gelatina, a matéria-prima empregada pelos fabricantes de doces é obtida em abatedouros e curtumes a partir de processos que soam bem perturbadores!


Agora, que tal irmos às balinhas? O vídeo que você vai assistir a seguir foi produzido pela cineasta belga Alina Kneepkens, e mostra o processo reverso de produção de doces, ou seja, do momento em que as gostosuras chegam às nossas bocas, retrocedendo até chegar ao bichinho morto em um abatedouro. Confira abaixo e não se surpreenda se você começar a evitar as balas de hoje em diante!

Fonte: Você Sabia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário