domingo, 27 de novembro de 2016

Aprenda com a ciência do cérebro como comer somente o que você precisa

PLANET FLEM/ISTOCK
                                         

Além de disciplina, uma boa dose de força de vontade é essencial para manter uma alimentação equilibrada e fugir de tentações que atrapalham a saúde e a dieta. Educar a mente talvez seja, de fato, a parte mais difícil do processo, mas entender a ciência do cérebro pode ajudar a fazer com que você coma somente o que realmente precisa.
Em um recente artigo para a revista Forbes, Peter Ubel explica que uma parte do cérebro chamada de córtex pré-frontal lateral dorsal esquerdo é uma região importante de controle que nos afasta de comportamentos indesejados.

Mudanças simples que ajudam na dieta

LIGHTSPRING/SHUTTERSTOCK
                                                   
Em trabalhos científicos, quando a área cerebral é desativada, as pessoas se mostram mais propensas a se entregar, por exemplo, a grandes quantidades de comidas pouco saudáveis. Com base nas análises obtidas em estudos, os pesquisadores acreditam que existem duas maneiras simples de controlar os impulsos.
A primeira seria praticar exercícios físicos, pois as atividades poderiam desempenhar no cérebro um importante papel na contenção de desejos alimentares. Ou seja, você encontra agora mais um motivo para iniciar uma rotina de treinos.
Outra maneira seria basicamente tentar ficar longe de estímulos que instigam a vontade de comer em excesso opções que não caibam na dieta. O velho ditado de que o que os olhos não veem o coração não sente pode ser aplicado. Cheiros de alimentos calóricos ou mesmo o contato visual com eles já seriam capazes de aumentar o desejo que pode atrapalhar sua perda de peso.
Fonte: VIX - PorPaulo Nobuo

Nenhum comentário:

Postar um comentário