sábado, 12 de novembro de 2016

Maior superlua desde 1948: fenômeno deixará a lua 14% maior e 30% mais brilhante

JoJoMaRu/Shutterstock
A noite do dia 14 de novembro promete grandes emoções: a lua vai ficar 14% maior e 30% mais brilhante! A última vez que a lua teve essa imensidão toda foi em meados de 1948. Por isso, reúna a família e fique de olho no céu: outro fenômeno como esse só em janeiro de 2034.

A maior superlua

A lua atinge o status de ‘superlua’ por conta de dois fenômenos: por estar na fase de lua cheia (quando fica exatamente do lado oposto do nosso planeta em relação ao Sol); e por conta de um momento específico de rotação (volta que o satélite dá em torno da Terra).


A superlua que vem aí é diferente da que surgiu em 14 de outubro. Geralmente, a distância entre a Lua e a Terra é de 384 mil km. Quando o fenômeno da superlua acontece, como em outubro, a distância diminui e chega a 358 mil km da Terra. Dessa vez, o satélite estará a apenas 356 mil km distante. É por isso que estão chamando de ‘super superlua’.

Como ver a lua gigante

A ‘super superlua’ pode ser admirada por todos nós. Para isso, é necessário procurar um céu límpido, que favoreça o brilho do satélite.

Entretanto, o pico do perigeu só poderá ser devidamente contemplado no hemisfério norte. Isso porque o exato momento em que a lua fica mais próxima da Terra é às 11:52 do horário de Brasília (em cidades com horário de verão: 12:52), quando o Sol está praticamente em cima de nossas cabeças.

Publicidade
Mas, não há motivos para ficar aflito: à noite ela estará maior e mais brilhante que os dias normais. 

Fonte: VIX - Escrito por Tiago Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário