segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Menina síria de 8 anos comove mundo com desenhos sobre vida e dores de refugiados

O refúgio de Shaharzad Hassan, de 8 anos, está nos desenhos. Pelo menos, é por meio da representação do que viveu que a menina consegue descrever uma das maiores crises de refugiados que o mundo já assistiu. Ela é uma das mais de 40 mil pessoas, entre adultos e crianças, que precisaram deixar suas casas em Aleppo, na Síria, por conta da guerra civil no local e seguiram em busca de segurança.


Seus desenhos foram registrados por um fotógrafo no campo de refugiados em Idomeni, na Grécia. O país foi um dos principais destinos dos refugiados sírios durante 2016.



Com canetinha e papel, Shaharzad conta a história de 18 meses de fuga até a chegada à Europa. São registros de fome, caos, violência e da triste realidade de refugiados que ficaram presos nas fronteiras ou instalados em campos improvisados.

Menina faz desenho de refugiados sírios

Shaharzad Hassan é uma menina síria de 8 anos que fugiu de Aleppo com a família para uma região de fronteira da Grécia. 

Por 18 meses, durante o trajeto até o país europeu, ela resolveu desenhar o cotidiano dos refugiados sírios e as situações que passou durante a guerra em seu país. 

As fotos dos desenhos de Shaharzad foram feitas em março de 2016. Elas retratam massacres violentos do Estado Islâmico e as dificuldades que os refugiados passam ao saírem da Síria.
Veja a sequência de fotos: 


















Fonte: VIX -Escrito por Nathália Geraldo / Fotos : Matt Cardy/Getty Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário