sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Deixe seus ouvidos em paz: estudiosos dizem que cera tem função importante ao corpo

Africa Studio/Shutterstock
Se você tem o ritual diário de cutucar o ouvido com um cotonete logo que sai do banho e se desespera ao notar o menor sinalzinho amarelo de cera, saiba que precisa abandonar o hábito imediatamente.

Apesar de normalmente associada a uma suposta falta de higiene, a cera do ouvido não aparece por acaso.

De acordo com informações da Academia Americana de Otorrinolaringologia, a cera tem função bastante importante ao corpo e não deve ser retirada como se fosse uma sujeira qualquer.

Para que serve a cera do ouvido?

A cera do ouvido é formada por uma combinação de pele morta, pelos e secreções glandulares do canal auditivo e começa a ficar aparente na região quando, em excesso, é expelida através de movimentos naturais que fazemos com a mandíbula. A “sujeirinha” amarela, portanto, serve de proteção para os ouvidos.


Quando você usa o cotonete para “limpar” a cera, acaba então prejudicando o processo orgânico, podendo bloquear parte do canal auditivo e provocar danos à região, como dores, coceira, cheiro ruim, zumbidos, corrimento e, em casos mais graves, até perda parcial ou total de audição.

Como limpar corretamente o ouvido?

Agora que você já sabe que não deve usar cotonete para limpar o ouvido, precisa conhecer maneiras mais seguras e menos invasivas para fazer a higienização. A Academia Americana de Otorrinolaringologia recomenda ainda que o acúmulo de cera pode ser eliminado apenas com algumas gotinhas de água ou soro fisiológico estéreis, que vão amolecer e soltar o “grude”.

Se ainda assim você se sentir incomodado com a presença da cera no ouvido, o recomendável é procurar um médico para pedir uma lavagem de forma correta e segura. De qualquer forma, evite o excesso de limpeza na região, abandone as hastes flexíveis e, finalmente, deixe seu ouvido em paz.

Fonte: VIX - Escrito por Paulo Nobuo

Nenhum comentário:

Postar um comentário