terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Sua enxaqueca pode ter relação direta com seu ciclo menstrual: entenda o que acontece

sciencepics / Tatiana Shepeleva / Shutterstock
Sentir dor de cabeça durante a menstruação não é incomum, o sintoma tem até nome próprio: enxaqueca catamenial. O incômodo pode aparecer só com a aproximação da menstruação ou se intensificar com a chegada do fluxo. Os responsáveis, claro, são os hormônios. Entenda, a seguir, se são eles que estão por trás da sua dor.

Enxaqueca menstrual: o que causa esse sintoma?

A ginecologista e obstetra Maria Elisa Noriler, membro da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), explica que a dor de cabeça durante a menstruação acontece por causa da alteração abrupta dos hormônios estrogênio e progesterona, que diminuem logo antes de a menstruação descer.

Designua/shutterstock

Essa queda derruba também as quantidades de serotonina, hormônio neurotransmissor relacionado ao bem-estar que, quando diminui, causa dilatação dos vasos sanguíneos e, consequentemente, a enxaqueca catamenial.

No caso das mulheres que tomam anticoncepcional, a pausa da pílula no final da cartela pode ser o desencadeador dos sintomas, uma vez que nesse momento ocorre a diminuição hormonal no corpo delas.

Dor de cabeça menstrual aparece nesse momento

Quem já tem enxaqueca normalmente tende a sentir uma piora no período pré-menstrual, e quem só tem a dor durante o período pode começar a senti-la até 7 dias antes de menstruar e até 7 dias após o fim do fluxo. No entanto, o mais comum é que ela apareça 3 dias antes e permaneça durante a menstruação.

Características da dor

“O tipo de dor pode variar muito, mas a maioria das mulheres reporta sentir dor mais ‘latejante’, enquanto outras falam que a dor é em toda a cabeça, tipo um ‘peso’”, explica a ginecologista.

sssolar22/shutterstock

Outros sintomas que vêm com dor de cabeça menstrual

Os sintomas que acompanham a enxaqueca menstrual são parecidos com a enxaqueca comum. Além da dor de cabeça, pode haver também fotofobia, que é a sensibilidade à luz, náuseas e vômitos. Junte a irritação, a gula e as alterações intestinais causadas pela TPM e teremos uma semana bem desagradável.

Tratamento

Além do uso de analgésicos para aliviar a dor, em alguns casos mais graves acaba sendo recomendada a interrupção da menstruação com métodos hormonais, como a pílula contínua, DIU hormonal e implante hormonal.


 erapias alternativas, como a acupuntura, além da prática de exercícios físicos e de uma boa alimentação, também podem ajudar muito a amenizar o desconforto.

Pílula nem sempre ajuda

Em algumas pacientes a pílula ajuda a diminuir a enxaqueca, mas, em outras, os sintomas até ficam mais fortes. “Geralmente as pílulas que têm apenas progesterona e são contínuas melhoram, pois o estrogênio pode causar espasmo do vaso sanguíneo”, explica a especialista.
 
Fonte: VIX - Escrito por Manuela Pagan

Nenhum comentário:

Postar um comentário