domingo, 12 de fevereiro de 2017

5 coisas que quem sofre de enxaquecas gostaria que o resto das pessoas soubesse

Sebastian Kaulitzki/ShutterStock
Dor de cabeça latejante, sensibilidade a som e luz, distúrbios de visão, tonturas e náuseas são apenas alguns dos sintomas mais comuns experimentados por quem sofre de enxaqueca. Apesar de bastante séria e debilitante, a condição muitas vezes é minimizada por pessoas que desconhecem o incômodo.


Mais frequentes em mulheres do que em homens, a enxaqueca afeta 1 em cada 10 pessoas e possuem características que devem ser compreendidas, respeitadas e, claro, tratadas. Conheça alguns fatos que todo mundo que sofre com o problema gostaria que os outros soubessem:

O que as pessoas precisam saber sobre a enxaqueca

1. Enxaqueca não é apenas uma dor de cabeça mais forte. Estudos apontam que, em todo o mundo, a enxaqueca deixa mais de 90% dos pacientes debilitados e incapacitados de realizar até mesmo as atividades normais do dia a dia.


2. Crises de enxaqueca demoram muito mais para passar do que dores de cabeça comum, que normalmente são aliviadas em alguns minutos após medicamentos simples. A enxaqueca pode durar entre 4 e 72 horas se não for tratada.

3. Apesar de não ser fatal, a enxaqueca pode aumentar os riscos de doenças cardiovasculares, como ataque cardíaco e acidente vascular cerebral (AVC).

4. Nem toda crise de enxaqueca é igual, já que ela pode ser definida entre dois principais tipos: com aura ou sem aura. Mais intensa, a enxaqueca com aura é marcada por dores de cabeça acompanhadas ou seguidas por flashes de luz, pontos cegos ou formigamento nas mãos ou nos pés.

 5. Os gatilhos das crises de enxaqueca são vários e podem estar relacionados a mudanças no padrão de sono, níveis de estresse elevados, presença constante em ambientes barulhentos ou com luzes e odores fortes, alterações climáticas e de pressão atmosférica, ou até mesmo um jejum mais duradouro.

Fonte: VIX - Escrito por Paulo Nobuo

Nenhum comentário:

Postar um comentário