domingo, 12 de fevereiro de 2017

Por que o contato com a natureza pode te ajudar a dormir melhor? A ciência responde

Dudarev Mikhail/Shutterstock
Acampar por uns dias rodeado pela natureza pode ajudar a dormir melhor por organizar o ritmo circadiano (o período de aproximadamente 24 horas sobre o qual se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos).


De acordo com um estudo sobre o sono feito pela Universidade do Colorado e publicado pelo Current Biology, passar menos tempo em contato direto com aparelhos eletrônicos como celular, tablet e TV, que emitem luz artificial, combate os distúrbios do sono e, consequentemente, outros problemas de saúde gerados pela condição.

Natureza pode ajudar no sono: como?

Noppawan leecharoenphong/shutterstock

 

Para comprovar a teoria, o trabalho científico contou com 14 voluntários divididos em dois grupos: 9 pessoas passaram um final de semana em um acampamento e as outras 5 ficaram em suas casas. A comparação de amostras de saliva dos participantes do estudo mostrou que os níveis de melatonina, o hormônio do sono, eram positivamente alterados em pouco mais de uma hora entre quem foi ao acampamento na natureza.


Em contato com a luz natural, o sono dos voluntários era regulado, também de acordo com a estação do ano, assim como ocorre com a maioria dos animais. De acordo com os pesquisadores, quando a luz chega aos fotoreceptores dos olhos, ela provoca alterações no relógio biológico, desencadeando respostas no organismo que vão desde a qualidade do sono até a produção de hormônios responsáveis pelo funcionamento do metabolismo.


Mas se você não pode escapar para um fim de semana no campo, não se preocupe. A equipe de cientistas aponta que é possível ajustar o sono dentro de casa apenas mudando simples hábitos, como passar mais tempo exposto à luz natural durante o dia e se afastar de dispositivos eletrônicos algumas horas antes de dormir.

Estudos anteriores já provaram que o relógio biológico de uma pessoa tem maior impacto no descanso do que o sono propriamente e que, a longo prazo, dormir mal ou poucas horas por noite acarretam em ganho de peso, falta de concentração, distúrbios de humor e doenças, como diabetes, por exemplo.

Fonte: VIX - Escrito por Paulo Nobuo

Nenhum comentário:

Postar um comentário