terça-feira, 18 de abril de 2017

Cientistas identificam proteína envolvida no crescimento de tumor de mama

O câncer de mama triplo negativo é um dos mais difíceis de se tratar. Falta um biomarcador, ou seja, um alvo que facilite o desenvolvimento e a ação de medicamentos. Dessa forma, as células doentes se espalham pelo corpo com mais facilidade.


Uma pesquisa publicada na última edição da revista Science Signaling lança esperança para o combate mais eficaz dessa doença. Pesquisadores japoneses identificaram uma proteína ligada ao crescimento dessas células cancerígenas. Ao ser desativada, o tamanho dos tumores diminuiu.

Fonte: Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário