terça-feira, 25 de abril de 2017

Essa menininha só tem 6 anos e já fez uma lista com os lugares que deseja conhecer, mas ela tem pouco tempo para isso

Para quem vive com o corpo e os órgãos funcionando normalmente, pensar na possibilidade de passar a ter que conviver com uma deficiência pode ser assustador. Imagine acordar com problemas de visão cada vez mais frequentes até que ela desapareça completamente e você fiquei completamente cego!
 
 
Só de pensar em passar a viver na escuridão e precisar reaprender a fazer tudo pode ser uma possibilidade aterrorizante. Perder a chance de ver lugares que você sempre sonhou por conta de um problema pode fazer muita gente querer desistir da vida, mas não foi isso que fez uma pequena garotinha inglesa de apenas 6 anos de idade.
 
 
Molly Bent foi diagnosticada com uma rara condição na visão que faz com que a pessoa perca totalmente a visão depois de pouco tempo. A retinose pigmentar é uma doença genética e foi percebida na garota ainda no começo de sua vida, o que não impediu que ela fosse atrás de sonhos.

Chegada do problema

Em casa, Molly sempre apresentou uma visão perfeita, sem nenhuma dificuldade para conseguir enxergar nada, até que começou a frequentar a escola. Nesse momento, seus pais Eva e Chris perceberam que ela passou a apresentar dificuldades para enxergar as lições de casa. Com o tempo, o problema era percebido cada vez com mais frequência, atrapalhando a fazer os afazeres e a se divertir vendo televisão.


A princípio, os médicos receitaram apenas óculos comuns para a garota, que continuava a apresentar piora na visão. Depois de mais de um ano realizando exames, especialistas conseguiram perceber a rara condição e precisaram levar a má notícia para Molly e sua família: em pouco tempo a menina ficaria completamente cega.

Planejamento

Assim que a garota e a família ficaram sabendo do problema de saúde, Molly lidou com a situação de uma maneira emocionante. Ela criou uma lista com todos os lugares e situações que gostaria de ver antes de perder a capacidade de enxergar. Na lista estão alguns lugares do Reino Unido, onde ela vive, mas também passeios e atrações em vários lugares do mundo.

Confira a lista completa com os lugares que Molly escolheu para visitar antes do avanço de seu problema de saúde:
  • Disney
  • Zoológico
  • Londres
  • Palácio da família real inglesa
  • Museu de História Natural
  • Cidade de Blackpool, no litoral da Inglaterra
  • Escócia
  • Aquário
  • Fazer um safari
  • Legolândia
  • Praia
  • Museus
  • Peça de teatro
  • Shows
  • Austrália
  • Jogos de futebol

Realização

Para conseguir realizar os sonhos da filha, os pais de Molly criaram uma campanha de arrecadação de fundos por meio de financiamento coletivo na internet. Por meio da contribuição em um site, pessoas do mundo inteiro foram capazes de ajudar na realização dos planos da garota. E a ajuda veio mesmo de todos os lados.

Por meio de sua fundação, o árabe Al Habtoor fez uma doação à família e foi além: convidou Molly e seus familiares para uma vista a Dubai. “Eu estou feliz de saber que eles vão poder ver alguns dos melhores lugares de Dubai. Molly é uma garota amável eu rezo para que sua condição seja curada”, declarou.

No Habtoor Grand Beach Resort & Spa, Al Habtoor recebeu Molly, seus pais, sua irmã Charlotte, de 5 anos, e seu irmão Samuel, de 2 anos. A família pôde viver experiências únicas como nadar com golfinhos e marcar alguns itens da lista da menina, como vistar um aquário, um zoológico e fazer um safari.

Mesmo diante de um problema triste que mudaria sua vida de forma radical, Molly não perdeu as forças e ganhou apoio de seus familiares e simpatizantes que se emocionaram com sua história ao redor de todo mundo. O que achou da história e das experiências que a jovem viveu?

Fonte(s) Segredos do Mundo - Daily Mail -The National
Imagens Daily Mail - Facebook - Via Fatos Desconhecidos- por PH Mota

Nenhum comentário:

Postar um comentário