terça-feira, 30 de maio de 2017

Cefaleia orgástica: a dor de cabeça no sexo que atinge mais homens e pode ser perigosa

yanyong/IStock
Sentir dor de cabeça no sexo pode ser perigoso e merece atenção, especialmente se o incômodo for intenso. Trata-se da cefaleia orgástica, distúrbio que atinge principalmente homens e causa grande prejuízo nas relações, trocando o prazer pela dor. Entenda: 

O que é cefaleia orgástica?

Como o próprio nome sugere, a dor de cabeça orgástica é caracterizada por uma cefaleia intensa e súbita um pouco antes ou durante o orgasmo.


Segundo a neurologista Célia Roesler, do departamento de cefaleia da Academia Brasileira de Neurologia e da diretoria da Sociedade Brasileira de Cefaleia, a condição pode surgir em ambos os sexos, mas é mais frequente em homens.

"É uma sensação tão forte que a pessoa pode achar que está rompendo um aneurisma ou que está com um tumor no cérebro, o que justifica a necessidade de realizar exame de imagem para descartar essas possibilidades", ressalta a doutora.

A dor de cabeça que começa ou piora no sexo pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais frequente entre os 30 e 40 anos.


Dor de cabeça no orgasmo x enxaqueca

O neurologista Antônio Cezar Galvão, do Centro de Dor e Neurocirurgia Funcional do Hospital 9 de Julho, explica que muitas vezes o problema é chamado de maneira errada como enxaqueca orgástica. "Há diferenças. A enxaqueca dura ao menos quatro horas, já a cefaleia orgástica é uma dor violenta que dura poucos minutos e depois fica menos intensa", explica.
Segundo ele, a confusão é causada porque a condição é comum em pacientes com enxaqueca, ainda que não se saiba o que está por trás da relação.

Causas

chombosan/iStock
Não há um consenso geral sobre os mecanismos que levam à cefaleia orgástica. A neurologista Celia Roesler afirma que o distúrbio é resultado de uma disfunção química causada pela alta descarga do neurotransmissor noradrenalina durante o clímax, levando a pessoa a sentir dor ao invés de prazer.

Já o médico Antônio Cezar Galvão aponta a redução do retorno venoso na região cerebral, o que levaria à congestão nervosa que gera dor.

Também há quem afirme que a doença tem origem nas contrações musculares do ato.

Pode matar?

A cefaleia orgástica benigna não causa risco de vida. Contudo, o problema pode ser confundido com a versão maligna, causada por tumores ou aneurismas, visto que ambas as condições são semelhantes.

Assim, o ideal é deixar a vergonha de lado e consultar um médico para que sejam realizados exames clínicos e de imagem para determinar a real causa do problema e evitar complicações.

Tratamento da cefaleia orgástica

O especialista Antônio Cesar afirma que muitas vezes o quadro regride por si só. "É muito raro encontrar quem tenha essa dor em toda atividade sexual. O que acontece são alguns episódios em que a pessoa fica muito assustada e com medo de se relacionar novamente", explica.

Apesar disso, se for confirmada a condição, podem ser prescritos remédios para enxaqueca, que previnem a dor se forem tomados até uma hora antes da relação, como analgésicos, anti-inflamatórios e betabloqueadores.

Fonte: VIX - Escrito por Ligia Lotério

Nenhum comentário:

Postar um comentário