sábado, 6 de maio de 2017

Como diferenciar enxaqueca de dor de cabeça e AVC: sintomas denunciam

solar22/iStock
A enxaqueca é uma das queixa muito frequente: de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), ela acomete ao menos 15% da população mundial. No entanto, o mais preocupante é que reconhecê-la pode não ser fácil em meio à grande variedade de tipos de dores de cabeça existentes. A seguir, entenda como identificar enxaqueca.

O que é enxaqueca?

Enxaqueca é um tipo de cefaleia, sintoma comum a uma série de doenças. O neurologista Marcelo Calderaro, do Hospital Samaritano de São Paulo, explica que o acometimento ocorre em crises que surgem ao longo da vida do paciente e duram aproximadamente 72 horas.

Causas

chombosan/iStock
Estudos ainda estão sendo desenvolvidos para determinar o que causa enxaqueca, mas, ao que tudo indica, há relação com predisposição genética. “A presença de genes ligados ao problema é um fator de risco para ter crises”, explica o médico.

Apesar da enxaqueca já “nascer com o indivíduo”, os episódios de dor surgem por meio de elementos desencadeantes, que são chamados de gatilhos. É como ter alergia a determinado alimento: a sensibilidade está no organismo, mas só vem à tona se a comida que provoca a alergia for consumida. 

O mesmo ocorre com a enxaqueca. Ela está presente no gene do indivíduo, mas só surge de fato se for desencadeada, levando a uma série de espasmos nas artérias que geram dor.


Os gatilhos variam de pessoa para pessoa, causando sintomas em algumas e não em outras. Entre os mais comuns estão estresse, uso de anticoncepcionais, jejum prolongado, alterações do sono (como dormir muito ou pouco), mudanças hormonais e alguns alimentos.

Quais são os sintomas de enxaqueca e como diferenciá-los?

Vix

Enxaqueca X AVC

Segundo o neurologista Custódio Michailowsky, do Centro de Dor e Neurocirurgia Funcional do Hospital 9 de Julho, é importante não confundir sintomas de enxaqueca pois pode se tratar de outro tipo de dor de cabeça, chamada de cefaleia sentinela, que é preocupante pois está ligada a lesões cerebrais, como o AVC. 


“A cefaleia sentinela é caracterizada por uma dor na cabeça insuportável e incapacitante que não responde à medicação caseira ou do pronto-socorro. Nestes casos, é necessário buscar ajuda médica urgente”, ressalta o doutor. Já a enxaqueca costuma responder a medicamentos da classe dos triptanos – que reduzem os espamos nas artérias - ou a drogas administradas em pronto-socorro.

Enxaqueca X outros tipos de dor de cabeça

O quadro enxaquecoso ainda se difere de outros tipos por apresentar dor latejante que costuma atingir apenas um lado da cabeça. Outra característica própria é a presença de outros sintomas como sensibilidade à luz e a barulhos, náuseas e vômitos.


Ainda há um subtipo chamado enxaqueca com aura em que as crises são precedidas de sensações que podem ser visuais, como enxergar flashes e pontos de luz, ou físicas, como tontura ou formigamento.

Fonte: VIX - Escrito por Ligia Lotério

Nenhum comentário:

Postar um comentário