segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Beber socialmente reduz riscos de diabete tipo 2 (efeito é ainda maior nas mulheres!)

Africa Studio/Shutterstock
Praticamente todos os estudos científicos apresentados até hoje sobre os efeitos do álcool no organismo indicam vários prejuízos à saúde, como aumento das chances de ganho de peso e resistência à insulina, fator que elevam os riscos de diabetes.

Álcool em moderação poderia reduzir riscos de diabetes

Mas uma recente pesquisa realizada na Dinamarca e publicada no periódico Diabetologia afirma que beber socialmente, ou seja, entre três a quatro vezes por semana, pode reduzir a propensão ao diabetes tipo 2.

 Para chegar à conclusão, o levantamento analisou a ingestão de bebidas alcoólicas em mais de 70 mil pessoas ao longo de cinco anos. Após o período estabelecido, os participantes do estudo foram acompanhados e, do total, 859 homens e 887 mulheres tiveram diagnóstico de diabetes tipo 2.

 Foi possível concluir que beber moderadamente pode ser ainda mais benéfico para as mulheres. Os riscos de diabetes no sexo feminino eram até 32% menores, enquanto que, entre os homens, os riscos baixaram em 27%, em comparação com as pessoas que beberam menos de um dia por semana.

Ainda de acordo com o estudo, nem todos os tipos de bebidas alcoólicas apresentavam o mesmo efeito. O vinho foi o que se mostrou mais benéfico.


É importante ressaltar, porém, que apesar de interessantes, as descobertas exigem cautela em suas interpretações e que elas não devem ser entendidas como um sinal verde para o consumo de álcool, já que a substância é conhecida por contribuir para uma grande quantidade de outras doenças graves, como câncer, doenças cardíacas e hepáticas.

Fonte: VIX - Escrito por Paulo Nobuo

Nenhum comentário:

Postar um comentário