segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Cada parte do rosto pode indicar seu estado de saúde: testa, bochecha, queixo e mais

Lipowski Milan/Shutterstock
Prática bastante enraizada na medicina ayurvédica, o chamado mapeamento facial é uma técnica milenar que consiste em diagnosticar problemas de saúde através de uma análise do rosto. Cada parte da face, segundo os ensinamentos da medicina chinesa, está relacionada a grupos de órgãos e pode indicar quando algo não vai bem com seu corpo.

O que cada parte do rosto diz sobre sua saúde

Testa: espinhas, manchas ou descamações na região podem indicar problemas no fígado ou de vesícula, além de possíveis condições que afetam o sistema digestivo.


Sobrancelhas: a região, segundo os conceitos de mapeamento facial, está relacionada aos rins, fígado e glândulas suprarrenais.

Olhos: irregularidade da íris ou alterações de coloração da região podem estar ligadas a problemas nas articulações, intestino e tireoide.

Região abaixo dos olhos: inchaço nas pálpebras inferiores, por exemplo, pode sinalizar que sua função renal está prejudicada.

 Nariz: a área está intimamente relacionada ao sistema circulatório e uma análise pode ajudar a descobrir algum tipo de problema no coração.


Lábio: neste caso a associação é até óbvia, pois a região está ligada a condições que afetam o intestino e todo o sistema digestivo.

Bochechas: mudanças de cor ou qualquer outra alteração na região pode significar que seu metabolismo está lento, que sua capacidade de absorção de nutrientes anda baixa, ou mesmo indicar possíveis problemas pulmonares.

Língua: é a parte do corpo que mais rapidamente sinaliza problemas de saúde que, no caso, estão relacionados aos pulmões ou a um quadro de acúmulo de toxinas.

Queixo: uma avaliação da região pode, segundo os ensinamentos da medicina ayurvédica, sinalizar um desequilíbrio hormonal que afetará diversas áreas do corpo.

Fonte: VIX - Escrito por Paulo Nobuo

Nenhum comentário:

Postar um comentário