quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Homem fratura garganta ao segurar espirro: entenda como é possível e riscos da prática

BMJ Case Reports
Segurar o espirro em situações inconvenientes é uma prática bastante comum, mas poucos sabem que também pode ser perigosa.

O hábito pode causar vários riscos à saúde e o mais recente relatado é assustador: um paciente britânico rompeu a parte de trás da garganta enquanto tentava não espirrar. Entenda:

Homem fratura garganta após segurar espirro

Publicado no jornal BMJ Case Reports, o relato conta o caso raro de um paciente que chegou à sala de emergência do hospital Leicester, na Inglaterra, reclamando de dificuldade em deglutir e mudança na voz.

O homem de 34 anos ainda explicou que seus problemas começaram depois de segurar o nariz e fechar boca com as mãos para impedir um espirro, o que provocou uma "sensação de estouro" em seu pescoço.


Os médicos ficaram confusos com a falta de nexo entre os sintomas, mas, ao examinar o rapaz, perceberam que ele havia fraturado a faringe, um tubo que liga a boca à laringe e ao esôfago e tem papel fundamental na digestão e respiração.

Tratamento

O rapaz foi internado com uma sonda de alimentação e recebeu antibióticos na veia, tratamento que fez com que os sintomas e o inchaço desaparecessem gradualmente.




Segundo o médico responsável pelo estudo, Wanding Yang, o jovem não precisou de cirurgia pois a perfuração na garganta foi pequena.

Segurar espirro faz mal?

 O espirro é uma maneira de o corpo se proteger contra um agente irritador que adentrou o nariz, sendo um gesto natural e saudável.

O ato faz com que o diafragma se contraia e encha o pulmão de pressão, que acaba por escapar pelo nariz. Quando esse fluxo é impedido, a pressão acaba indo para os lugares errados, como garganta e ouvido.

"Não é indicado tampar o nariz ao espirrar porque, apesar de difícil de acontecer, isso pode causar lesões em diversas partes do corpo", explica o otorrinolaringologista Raimar Weber, do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.

Riscos para ouvido e garganta

Segurar espirro pode causar problemas como infecção no ouvido, lesões no tímpano e sinusite.

Assim, é recomendado espirrar livremente e, em caso de falta de lenço de papel, a dica é barrar o muco com a parte oposta ao cotovelo, já que o uso da mão pode espalhar micro-organismos no ambiente.

Fonte: VIX - Escrito por Ligia Lotério

Nenhum comentário:

Postar um comentário