terça-feira, 31 de julho de 2018

Dor de cabeça do lado esquerdo ou direito tem causas diferentes? E na frente ou atrás?

MDGRPHCS / Shutterstock
Apesar de ser uma condição muito comum, dor de cabeça não é tudo igual. Pelo contrário, o desconforto pode ser indício de uma enormidade de problemas, dos simples aos mais graves. Por isso, atentar-se às particularidades do incômodo é uma das formas de identificar o que ele está querendo dizer.


Muitas características diferem uma dor da outra, como intensidade, origem do incômodo e região onde a dor se localiza, além, é claro, dos sintomas associados - detalhes importantes, muitas vezes, para o diagnósticos de doenças no corpo humano.

Dor de cabeça: como acontece?

SIphotography/istock
A cefaleia é o nome dado à conhecida dor de cabeça e sua causa está ligada a diferentes origens. “O cérebro por si só não possui receptores para a dor. A teoria mais relevante para explicar dores na cabeça relaciona a cefaleia tensional, por exemplo, com a musculatura da região próxima à cabeça", diz Julio Pereira, neurocirurgião da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

"Já enxaqueca, por outro lado, seria motivada por acometimentos nos vasos sanguíneos e, por isso, a dor é pulsátil. Existe também uma vertente que liga os neurotransmissores com a dor”, explica sobre diversos tipos de dores na cabeça.

Sendo assim, é possível que diferentes problemas gerem cefaleias em áreas específicas da cabeça.

Dor de cabeça do lado esquerdo ou direito, na frente ou atrás: faz diferença?

9nong/iStock
De acordo com o neurocirurgião, a dor no lado esquerdo ou direito da cabeça não é indicativo de patologias específicas do organismo, ou seja, o lado onde a dor ocorre não importa do ponto de vista do diagnóstico. Já a diferenciação entre o acometimento na parte frontal ou posterior da cabeça é um fator a ser observado.

“A cefaleia tensional, por exemplo, é mais localizada na parte de trás. A enxaqueca, na região temporal, por ser pulsátil. O lado da dor, se é na parte direita ou esquerda, não é relevante para saber se é grave. A lateralidade não tem auxílio no diagnóstico da doença.”

Já as diferenciações na dor, como sua intensidade, frequência, duração, etc., além de sua prevalência na parte da frente ou de trás da cabeça, são pontos importantes a serem observados. Isso porque são importantes para determinar se o problema se trata de patologia simples (como tensão ou gripe) ou possivelmente grave (como tumor e aneurisma), cefaleias primárias ou secundárias, etc.

Características da dor de cabeça e suas causas

Cefaleia primária

A cefaleia primária refere-se à dor de cabeça por si só. Neste caso, ela é, ao mesmo tempo, enfermidade e sintoma. “A dor de cabeça primaria é uma doença benigna. A mais clássica é a enxaqueca”, explica Pereira. Além da enxaqueca, há também a cefaleia tensional e a cefaleia em salva (conhecida também como cluster headache).

A enxaqueca é um distúrbio neurovascular muito comum de aparecer a partir da adolescência. Ela é caracterizada por ser unilateral (acomete apenas um lado da cabeça), provocar uma dor latejante de intensidade média a forte e causar náuseas, vômitos, fotofobia, fonofobia, sensibilidade a movimento e irritabilidade. Há enxaquecas que duram três horas, outras, 72 horas e algumas podem ultrapassar mais de duas semanas de crise de dor.

A cefaleia tensional é a mais comum entre as dores de cabeça primárias e pode ser aguda ou crônica. Ela resulta da tensão muscular cervical e ao redor do crânio. A dor é similar a um peso ou aperto, é bilateral e de intensidade leve ou moderada. Manifesta-se na nuca, testa ou na parte de cima da cabeça e pode durar de meia hora e sete dias por semana.

PUBLICIDADE
A cefaleia em salva é do tipo pulsátil, ocorre na região têmporo-frontal, na face ou no fundo dos olhos. É de intensidade muito forte, pode provocar congestão nasal e ocular (quando os olhos ficam vermelhos e lacrimejantes). Sua frequência é, geralmente, de uma crise de dor a três por dia, em períodos que duram de duas semanas até três meses.

Cefaleia secundária

 

No caso da cefaleia secundária, a dor de cabeça aparece como sintoma de outros quadros de saúde, desde sinusite, gripes e resfriados, doenças um pouco mais complexas como a meningite, até doenças neurológicas complexas, como tumores cerebrais e aneurismas. A duração e intensidade das dores variam conforme o tipo e o tratamento das enfermidades.

Tumores e aneurismas

Quando a cefaleia é secundária, alguns critérios são utilizados pelos médicos durante a investigação das possíveis causas para a dor do paciente – especialmente em casos envolvendo suspeita de câncer no cérebro e rompimentos de vasos do órgão.

No caso do segundo, “a dor é muito intensa e é descrita como ‘a pior dor de cabeça da minha vida’ por quem a sente. O incômodo também vem associado a outros problemas neurológicos, como problema na visão, na fala e fraqueza”, detalha o neurocirurgião da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Ainda segundo o médico, a dor de cabeça causada pelo aneurisma costuma aparecer do nada e ser extremamente forte, enquanto a provocada por tumor vem aos poucos e sua intensidade é progressiva.

fizkes/Shutterstock

“No caso do aneurisma, a sensação é semelhante a uma explosão na cabeça, pois a artéria se rompe. É uma dor muito diferente de qualquer uma que a pessoa já sentiu. Dói a cabeça inteira. O tumor, diferente do aneurisma, cresce paulatinamente. Por isso, é uma dor que vai progredindo. Às vezes, ele comprime um vaso do cérebro e ocorre perda da força do braço ou da minha visão.”

Outros problemas de saúde

Inúmeras outras enfermidades incluem a cefaleia como um dos sintomas principais. A tensão, por exemplo, gera dor na nuca; gripes podem causar dor de cabeça frontal, além de "olhos pesados"; a sinusite gera, além da cefaleia, dor no centro do rosto; vista cansada pode ser identificada por uma sensação de aperto na parte da frente da cabeça em média intensidade, geralmente no fim do dia ou após período de leitura prolongada; e assim por diante.

Desta forma, o ideal é consultar um médio sempre que a dor for anormal, prolongada ou muito forte para identificar sua origem.

Como tratar dores de cabeça

fizkes/Shutterstock
O tratamento mais comum para as cefaleias – primárias ou secundárias – é a administração de remédios com o intuito de encerrar as crises de dor, o que deve ser indicado por um médico.

Dentre eles, há uma categoria de remédios pouco conhecida que pode ajudar na prevenção das crises de dores de cabeça – especialmente nos casos de cefaleias primárias. “Se as crises são muito intensas, ou se passam de três a quatro vezes por mês, existe a indicação de profilaxia da dor com o uso de neurorremedios”, explica Pereira.

Pereira recomenda que, em casos de dores de cabeça, o ideal é que um médico seja procurado a fim de que seja investigado as causas da cefaleia e seu devido tratamento, já que é necessário estudar, no caso das cefaleias secundárias, por exemplo, se a dor está progredindo e por que, dentre outros fatores. 

Fonte: VIX - Escrito por Maria Beatriz Melero

Shopping de Natal abre o Agosto Lilás com exposição de conscientização contra a violência doméstica

Com o propósito de conscientizar a população sobre os tipos de violência doméstica, o direito das mulheres e, sobretudo, propagar que “a violência contra a mulher não tem desculpa, tem consequências”, o Partage Norte Shopping firmou uma parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres do Rio Grande do Norte (SPM) em prol do ‘Agosto Lilás’ e realiza uma exposição fotográfica que começa nesta quarta, dia 1º.

A exposição “Ele não te ama”, da fotógrafa Kalina Veloso e o Coletivo Marias do RN, começa às 17h e vai ficar aberta durante todo o mês de agosto. A temática é a violência, alertando as mulheres sobre as mais diversas situações do dia a dia. Na ocasião, as integrantes do Coletivo comandarão uma roda de conversa sobre o assunto. Além delas, a arte-educadora Célia Melo vai realizar uma apresentação abordando o tema.

Fonte: Robson Pires

Como fazer um endurecedor de unhas caseiro?

Nós sabemos que não tem nada mais incômodo que ter unhas fracas e quebradiças. Com a mais simples atividade acabam quebrando, e é quase impossível exibi-las um pouco mais compridas, beneficiando de uma beleza única para as nossas mãos. Existem produtos nas farmácias próprios para isso, mas costumam ser muito caros. Portanto, você gostaria de conhecer um remédio fácil e econômico? Então, continue lendo este artigo e as nossas dicas.

Endurecedor caseiro para as nossas unhas

Para resolver o problema do enfraquecimentos das unas, é imprescindível o uso de um fortalecedor. O tratamento que vamos te recomendar é talvez o mais efetivo, é composto por elementos naturais como o alho ou o limão, mas a chave da sua magnífica eficácia está nas cápsulas de vitamina E que vamos precisar. Porém não se preocupe, você pode consegui-las facilmente na farmácia e te serão muito úteis. De fato, só precisamos de uma cápsula.

Remédios para as unhas muito frágeis

 

Esta fórmula tão simples e efetiva, é útil para aqueles casos mais acentuados, para os casos em que por motivos de saúde e falta de vitaminas, temos as unhas especialmente fracas.

O que precisamos?

  • 3 dentes de alho descascados.
  • 20 gotas de suco de limão
  • Uma cápsula de vitamina E
  • Esmalte de unhas: um brilho natural

O que temos que fazer?

  • Muito fácil. O primeiro que vamos fazer é introduzir a cápsula de vitamina E dentro do frasco de esmalte de unhas. Você precisa somente espetar com uma agulha na cápsula e derramar a substância com cuidado dentro do frasco de esmalte. A cápsula de vitamina E você poderá adquirir nas farmácias, e no nosso caso só vamos precisar de uma. Ao colocá-la no nosso esmalte você irá conseguir adicionar nele essa imprescindível vitamina para oferecer saúde e fortalecer as unhas.
  • O passo seguinte, você vai se concentrar nos três dentes de alho. Por que alhos? Você se perguntará! O alho se lança como um dos melhores ingredientes naturais para fortalecer as unhas, combates sua fragilidade, assim como as bactérias e a micoses. O que faremos é colocar estes três dentes de alho de molho durante 15 minutos em água quente. Uma vez estando em uma temperatura moderada, começaremos a amassá-lo bastante até obter uma pasta bem homogênea.
  • Uma vez pronto e obtida uma pasta, a colocaremos também dentro do frasquinho de esmalte de unhas. O mais eficiente, sem dúvida, é que você consiga um funil pequeno daqueles que se utilizam para manipular essências e perfumes.
  • O passo seguinte será obter o suco de limão. Só precisaremos de 20 gotinhas. Por que o limão é bom para as unhas? Principalmente pelas suas vitaminas, pelo seus ácidos antioxidantes que combatem as debilidades na estrutura da própria unha e a vai restaurando pouco a pouco. Uma vez obtido o suco, coloque as vinte gotinhas dentro do frasco de esmalte.
  • Excelente, já está pronto. Como você pode ver, conseguimos obter uma mistura endurecedora para o seu esmalte de unhas, dotada de grandes vitaminas. Agita sempre antes de aplicar. É muito eficiente e útil para endurecer, curar e proporcionar saúde que precisamos para ir melhorando dia a dia as unhas.
  • Este esmalte o usaremos pelo menos durante um mês. A cada três dias o retiramos para dar um pouco de descanso às unhas durante um dia. No dia que não usarmos o esmalte, faremos uma pequena massagem em cada unha com uma mistura de azeite de oliva e óleo de amêndoas. Basta uma colherzinha de cada um. Umedecemos bem com algodão e vamos esfregando em cada unha com essa mistura ideal que também nos ajudará a regenerar as unhas. Lembre-se, três dias com o esmalte enriquecido, e um de descanso com o tratamento à base de azeites.
Fonte: Melhor com Saúde

domingo, 29 de julho de 2018

Após polêmicas, Safadão cogita virar cantor gospel: 'Se Deus quiser'

Divulgação

Wesley Safadão compareceu nesta sexta-feira (27) à audiência sobre revisão da pensão do filho mais velho, Yhudy, e concedeu uma entrevista ao jornal 'Folha de S. Paulo'. Na ocasião, ele afirmou que foi injustiçado, pois é um pai dedicado e também que não descarta a possibilidade de virar cantor gospel.

“Procuro ser um pai com P maiúsculo, jamais deixaria faltar nada”, alegou. Sobre as críticas, ele diz que o carinho dos fãs a superam: “O carinho que recebo dos fãs dá forças para fazer meu trabalho”, disparou.

O artista também falou sobre sua religiosidade, já que ele foi batizado na Igreja Batista da Lagoinha. Questionado sobre música cristã, ele disse que ouve sempre e que o público evangélico pode esperar algo por aí. Algumas pessoas sugerem que ele agregue músicas voltadas para pessoas crentes em seu atual repertório, como Luan Santana já fez no passado.

“Tem gente que critica o fato de eu cantar e ser cristão. Mas não ligo. Estou em lugares onde pastores não conseguem ir. Sinto paz com isso. Se amanhã ou depois, Deus quiser que eu cante outra coisa, em outro lugar, eu canto”, revela ele.

O artista também chegou a ser cogitado na política neste ano, mas não seguiu com a ideia. Sobre as eleições para Presidente neste ano, inclusive, ele não se posiciona: “Ainda não me decidi”.

 Fonte: Notícias Ao Minuto

Olhar o mar não é só relaxante: tem o poder real de mudar o seu cérebro e saúde mental

HBRH/shutterstock
Não chega a ser segredo o fato de que ficar diante do mar, mesmo sem realizar mergulhos, ajuda a relaxar e experimentar sensação de bem-estar. Mas o que você talvez não saiba é que o fenômeno tem poder cientificamente comprovado de mudar o seu cérebro e saúde mental.


Através de um projeto chamado BlueHealth, a pesquisadora Lora Fleming e sua equipe, da Universidade de Exeter, Inglaterra, mostrou o impacto do mar e de suas ondas na mente humana. Confira detalhes das descobertas:

Ciência explica por que o mar ajuda a relaxar

De acordo com o estudo, os sons do mar ativam o córtex pré-frontal do cérebro, área associada a emoções e autorreflexões, fazendo com que a capacidade de bem-estar e autoconhecimento seja ampliada.


As ondas dos oceanos, segundo a pesquisa, geram íons negativos que, absorvidos, promovem alterações moleculares no corpo, gerando sensação de paz e equilíbrio. Eles ainda são capazes de regular os níveis de serotonina, substância química produzida pelo organismo responsável pela melhora do humor e pela redução da ansiedade.

PUBLICIDADE
Foi constatado também que o cortisol, o hormônio do estresse, também tem seus níveis reduzidos no organismo com o barulho das ondas do mar, que tem padrões de volume e frequência harmônicos e relaxantes.

Além disso, o som gerado pelo mar pode nos remeter aos ruídos que ouvimos quando estamos na barriga de nossas mães, o que provocaria grande impacto emocional inconsciente no que diz respeito a proteção e segurança.

Até mesmo visualmente o mar é capaz de transmitir calma e sensação de segurança, uma vez que sua superfície plana transmite estabilidade, afastando a preocupação e o estresse causados pela imprevisibilidade do ambiente.

Fonte: VIX-  Escrito por Paulo Nobuo

Menino que viralizou em foto com camisa de Philippe Coutinho enfim conhece seu ídolo

Buda Mendes/Getty Images
Durante a Copa do Mundo 2018, a história do garoto Wallace Rocha, que vive na periferia do Rio de Janeiro, viralizou após ter sido fotografado vestindo uma camiseta improvisada do camisa 11 da seleção brasileira de futebol, Philippe Coutinho.


Após a grande repercussão da imagem, o craque não só viu a foto de Wallace como também foi conhecê-lo pessoalmente, e o encontro foi emocionante.

Encontro de Philippe Coutinho com fã

Como não tinha condições financeiras de comprar uma camisa oficial da seleção brasileira de futebol, durante a partida entre Brasil e Costa Rica na Copa do Mundo, Wallace vestiu uma regata amarela que ele mesmo personalizou em homenagem à Philippe Coutinho, com o nome e o número do jogador.


O fotógrafo Bruno Itan fez um clique do garoto vestindo a sua camiseta improvisada e, ao publicá-la em seu perfil no Instagram, a imagem viralizou. Emocionado com a criatividade de Wallace, o profissional criou uma corrente nas redes sociais para que a foto do menino chegasse ao ídolo.

PUBLICIDADE
O resultado dos compartilhamentos foi tão positivo que o jogador enviou uma camisa oficial autografada para o fã e, passado o Mundial, cumpriu sua promessa e também foi visitá-lo. Veja:
Reprodução / Instagram

Após o encontro emocionante, em um vídeo também publicado no Instagram de Bruno Itan, Philippe deixou uma mensagem aos amigos de Wallace e revelou ter adorado conhecê-lo.


"Estou aqui conhecendo o meu parceirinho, estou feliz para caramba de conhecê-lo", diz o jogador.

Fonte: VIX - Escrito por Letícia Leite

sexta-feira, 27 de julho de 2018

Algo impressionante acontece quando você coloca gelo na nuca

O Feng Shui é uma arte milenar chinesa que ajuda a manter a saúde e equilíbrio corporal. Segundo a medicina tradicional há um ponto em nosso corpo, chamado Feng Fu, que quando estimulado promove um bem-estar geral. Ele está localizado na parte de trás da cabeça, na base do crânio e parte superior do pescoço.


 Sugere-se então que aplicar gelo nessa região ajuda a restaurar o equilíbrio fisiológico natural do corpo. Embora não trate diretamente nenhuma doença, o método ajuda a liberar endorfinas e bloquear a sensação de dor, segundo informações do Diário de Biologia.


Na perspectiva médica ocidental, o Feng Fu está localizado na raiz nervosa C1 e C2 da coluna, que contém nervos que controlam o suprimento de sangue para a cabeça, bem como a glândula pituitária, olhos, seios paranasais e sistema nervoso simpático. A glândula pituitária por si só regula grande parte dos hormônios e é uma parte importante do sistema endócrino, uma vez que é responsável pela liberação de endorfinas.

As endorfinas não apenas causam bem-estar como também ajudam a bloquear a dor, inclusive a crônica. Elas funcionam como morfinas naturais, bloqueando a transmissão de impulsos entre os neurônios.

 “Congelando” o Feng Fu

Segundo a especialista em bem-estar, Kathleen Unger, o ideal é “congelar” o ponto duas vezes ao dia, uma primeira no início da manhã (em jejum) e a segunda antes de dormir. A acupressão deve ser feita por cerca de 20 minutos.

O gelo deve ser colocado no ponto por meio de lenço, bolsa de gelo ou diretamente, enquanto você estiver deitado de bruços ou sentado. Alterne pressionando e retirando, para evitar que a pele seja queimada ou qualquer outro tipo de desconforto.

Repita o procedimento regularmente, fazendo uma pausa a cada 2 ou 3 dias. Você sentirá alívio nas dores de cabeça, dentes e articulações. A técnica também pode ser benéfica para os hipertensos, bem como ajuda no bom funcionamento do sistema digestivo e melhora o humor e noites de sono.

 Na China, o ponto tem sido explorado como tratamento alternativo para a depressão, doenças respiratórias e sintomas pré-menstruais.

[ Diário de Biologia ]  Fotos: Reprodução / Via Jornal Ciência
Por  Merelyn Cerqueira

Coceira na pele nem sempre é uma doença dermatológica


Existem diferentes razões para o surgimento de coceira ou irritação na pele. Entre as mais comuns estão as alergias, picadas de inseto, dermatites e outras. Mas uma doença rara e pouco conhecida pode ser a causa, especialmente em mulheres de 35 a 60 anos. Trata-se da Colangite Biliar Primária (CBP), uma disfunção hepática autoimune caracterizada por destruição progressiva dos canais biliares presentes no fígado.
 
"Um dos principais sintomas da CBP é o prurido, também conhecido como coceira ou comichão, sem causa aparente. A coceira excessiva surge, habitualmente, com mais intensidade à noite ou em dias quentes", explica a médica ginecologista Patrícia de Rossi.
 
A especialista esclarece que existem diversas causas para esse incômodo, o que leva muitas pessoas a procurarem imediatamente o dermatologista. Porém, como o ginecologista é o médico que acompanha a saúde da mulher, pode ser o primeiro a ser consultado sobre o sintoma. "Por isso, a indicação de um exame de sangue específico, principalmente em mulheres acima dos 35 anos, é essencial", explica.
 
Não existe ainda uma explicação científica que justifique o porquê da CBP ser predominante no sexo feminino. O que se sabe é que as doenças autoimunes são mais frequentes neste sexo.
 
Dra. Patricia afirma que, geralmente, a suspeita de Colangite Biliar Primária surge quando se observam alterações no funcionamento do fígado. Para diagnosticá-la é necessário que o paciente comece realizando dois exames de sangue simples: fosfatase alcalina e a gama glutamiltransferase (Gama GT), que mostram se pode haver lesão nos canais biliares. Após a suspeita, complementa-se a pesquisa com outros exames realizados, mediante a solicitação médica como a pesquisa dos anticorpos antimitocôndria.
 
Se os resultados estiverem elevados, o paciente deve ser encaminhado ao hepatologista para avaliar o que está causando essas alterações. O especialista poderá pedir outros exames de sangue e ultrassom, biópsia do fígado ou uma colangiografia, que avalia todo o caminho da bile e permite a identificação de obstruções ou lesões dos canais.
 
"É importante que a mulher peça ao seu médico ginecologista e também ao dermatologista a investigação do funcionamento hepático quando surgir algum desses sintomas", finaliza.
 
Se você quer saber mais sobre a doença, procure seu médico.

Informações para Imprensa
Fundamento RP / Via  Blog do João Moacir

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Plantas para dormir melhor

As plantas são as opções mais recomendáveis na hora de favorecer o descanso. Além de tomá-las em forma de infusão, podemos aproveitar o extrato de muitas delas.

Se você tem problemas para pegar no sono ou acorda no meio da noite, pode aproveitar os benefícios de algumas infusões caseiras e plantas para dormir melhor.

  Veja as melhores plantas para acordar a cada manhã com todas as energias renovadas.

Infusões e plantas para dormir melhor

Tomar um delicioso chá que nos permita descansar à noite pode parecer uma utopia.

Porém, existem muitas plantas que nos ajudam neste problema tão comum, principalmente entre as pessoas que vivem em ambientes urbanos ou que têm muitas preocupações.

Preste atenção nas seguintes ervas com propriedades calmantes e relaxantes que poderão ajudá-lo a dormir melhor.

Valeriana

É uma das ervas para dormir mais “famosas” devido aos seus efeitos sedativos. É usada desde a antiguidade (em Roma e na Grécia já conheciam suas propriedades relaxantes).

A valeriana é de origem asiática, ainda que cresça de forma abundante na Europa e na América. Seu extrato é usado tanto na indústria farmacológica quanto na fitoterapia.

Esta planta tem vários óleos essenciais com capacidades sedativas. Além disso, não só é efetiva para pegar no sono, como também para combater a ansiedade e o estresse.

Aumenta a quantidade de horas que dormimos sem interrupção e nos dá uma sensação de calma maravilhosa. Podemos beber até 3 xícaras de chá de valeriana por dia.

Lavanda

Conhecida por sua bonita cor e seu perfume, a lavanda é uma erva muito relaxante e uma das melhores plantas para dormir melhor.

Consumir uma infusão desta planta antes de nos deitarmos é sinônimo de uma noite de descanso acolhedora e reparadora.

Seu corpo e sua mente ficarão completamente tranquilos e você poderá deixar de lado a insônia, o estresse, a ansiedade e a depressão.


Além disso pode-se usar o óleo essencial de lavanda para perfumar os travesseiros e s roupa de cama: ela atuará como um sedativo natural.

Outra opção é tomar um banho de banheira com uns raminhos da planta na água.

Flor da paixão

Também conhecida como passiflora, esta planta é muito eficaz na hora de dormir, já que conta com propriedades soníferas naturais.

Por isso é recomendada para pessoas que não conseguem pegar no sono ou que acordam no meio da noite. É ideal para desfrutar de um descanso reparador, acolhedor e relaxante.

A flor da paixão, além disso, é usada como tratamento natural contra o estresse e a ansiedade.

Esse sedativo suave nos oferece um bem-estar geral e é uma grande fonte de alcaloides (cujos princípios ativos são usados para preparar medicamentos tranquilizantes).

Pode ser consumida como infusão ou em cápsulas, ou usada em forma de tintura e óleos.

Tília

Conhecida também como “tila”, é uma das ervas mais potentes para dormir devido aos seus efeitos sedativos. É relaxante, calmante e tranquilizante.
Além disso, tem propriedades diuréticas, por isso não é aconselhado seu consumo antes de deitar (ms sim durante a tarde).
  • A tília é antiespasmódica e por isso relaxa os músculos.
  • Reduz a pressão arterial e descongestiona as vias respiratórias.
  • Tem muitos componentes em comum com a valeriana.

Camomila

Reconhecida por suas flores brancas e amarelas e seu delicioso sabor nas infusões, a camomila pertence à família das margaridas e desde tempos antigos é usada em tratamentos calmantes essenciais.

Além de consumi-la em infusões, podemos conseguir extratos, cápsulas e óleos essenciais.

A camomila relaxa os músculos graças a um componente chamado apigenina (tranquiliza o sistema nervoso central).

Esta planta favorece a sonolência e ajuda a dormir mais profundamente.

Flor de lúpulo

Estas flores estão divididas em dois grupos: as masculinas e as femininas. Estas últimas, com forma de cone, são as aconselhadas para tratar a insônia de maneira natural. Têm uma boa quantidade de óleos voláteis que induzem o relaxamento cerebral.

As flores de lúpulo também servem para regular estados de ansiedade e de neurose.

Dentre suas demais aplicações podemos destacar que estimulam o apetite, são um antisséptico natural e um diurético mais do que potente. Por este motivo, é recomendável não consumi-las à noite.

Alecrim

Usado com frequência na cozinha para dar sabor aos pratos, o alecrim se caracteriza por seu intenso aroma.

É composto por flavonoides, minerais, óleos essenciais e fenóis. Todos estes favorecem o relaxamento muscular e ajudam a pegar no sono.

Você pode tomar um chá de alecrim ou usar esta erva aromática para o almoço e o jantar.

Erva de São João

É uma planta medicinal usada principalmente para tratar a depressão e a ansiedade, bem como para evitar a insônia e o sono leve ou interrompido.
A erva de São João aumenta a produção do hormônio serotonina no cérebro (o encarregado de regular o descanso).

Pode ser consumida como infusão ou em forma de cápsulas. Ambas as apresentações são conseguidas em lojas de produtos naturais.
Outras plantas para dormir melhor são:
  • Erva-cidreira
  • Hortelã
  • Verbena
  • Papoula
Fonte: Melhor com Saúde

Quer fazer seu cabelo crescer mais rápido? Consuma esses 8 alimentos

Para estimular o crescimento do cabelo devemos consumir alimentos que, além de trazer benefícios a este respeito, também ajudam a reduzir a quebra e a fraqueza


A maioria das mulheres quer fazer o cabelo crescer de forma saudável para ter fios fortes e volumosos, pois considera que este é um dos seus atrativos físicos.


Apesar disso, muitas submetem seus cabelos a equipamentos de calor, tratamentos químicos e outros maus hábitos que afetam sua qualidade e beleza.
Por outro lado, muitas ignoram o fato de que o estresse, a má alimentação e as alterações hormonais podem causar mudanças nos fios, muitas vezes provocando a queda excessiva.

Este problema é um dos mais comuns e, infelizmente, muitas vezes é bastante difícil de controlar, especialmente quando sua causa é desconhecida.

Devido a isso, é essencial melhorar todos os cuidados dentro da rotina de beleza e, além disso, adotar uma dieta que forneça todos os nutrientes necessários.

Em adição a isso, é desejável aumentar o consumo de alguns alimentos que, por suas propriedades, têm benefícios adicionais para fazer o cabelo crescer de forma saudável.

Neste artigo, revelamos 8 dos melhores alimentos para você começar a consumi-los mais regularmente em sua dieta.
Descubra-os!

Alimentos ideais para fazer o cabelo crescer

Salmão

O salmão é um dos alimentos mais completos para estimular a saúde e o crescimento saudável do cabelo.

Ele contém vitamina D que, além de fornecer força, detém a queda excessiva e diminui o ressecamento.

Também contém ômega 3, um tipo saudável de gordura que promove a circulação do couro cabeludo para manter o cabelo forte e volumoso.

Este nutriente combate a inflamação, diminui a queda e, entre outras coisas, é um dos mais recomendados para promover a saúde cardiovascular e cognitiva.

Pimentões amarelos

Com um alto teor de vitamina C, até cinco vezes maior do que as frutas cítricas, os pimentões amarelos são excelentes escolhas alimentares para promover a saúde capilar.

Este nutriente antioxidante ajuda a aumentar a força dos folículos pilosos, diminuindo, significativamente, o problema da queda.

Ajuda a manter os níveis corretos de colágeno, substância que dá força e brilho a todo o cabelo.

Banana

O consumo diário de uma banana pode proporcionar muitos benefícios para a saúde do seu cabelo.

Este alimento é rico em potássio, um mineral essencial que ajuda a transformar os aminoácidos em proteínas para auxiliar na formação de queratina.

É rico em vitaminas e antioxidantes que contribuem para fazer o cabelo crescer de forma saudável e rápida.

Ostras

Está comprovado que a deficiência de zinco está intimamente relacionada aos principais problemas do couro cabeludo e à queda excessiva.

Felizmente, alimentos como as ostras fornecem quantidades significativas deste mineral, ajudando a compensar esses efeitos.

Na verdade, estima-se que apenas 85 g de ostras forneçam até cinco vezes mais do que a quantidade diária recomendada deste mineral.

Ovos

Os ovos são muito saudáveis para o cabelo por diversas razões. Em primeiro lugar, cabe ressaltar que eles contêm biotina, um suplemento natural que fortalece e acelera o crescimento capilar.

  • Também fornecem vários aminoácidos essenciais recomendados para combater o ressecamento, queda de cabelo e outros problemas capilares comuns.
  • Contêm doses mínimas de ácidos graxos essenciais que ajudam a reter a umidade no couro cabeludo para conseguir fibras mais fortes e hidratadas.

Frutas cítricas

As frutas cítricas são uma fonte natural de muitos nutrientes essenciais que, além de melhorar a saúde, promovem a beleza.

Aportam grandes quantidades de vitamina C, um antioxidante que reduz o ressecamento excessivo, o enfraquecimento do fio e a quebra.

Aumenta a produção de colágeno e outras substâncias essenciais para a formação de um cabelo forte e com volume.

Algumas frutas recomendadas são:
  • Laranja
  • Limão
  • Tangerina
  • Limão siciliano

Batata

As batatas são repletas de vitaminas e outros nutrientes essenciais que ajudam a fortalecer o cabelo desde a raiz e estimulam o crescimento natural.

Apresentam uma significativa concentração de betacaroteno (provitamina A), que mantém o couro cabeludo saudável e livre de problemas nos folículos.

Fornecem antioxidantes e minerais que melhoram a qualidade das fibras para diminuir a quebra e a queda excessivas.

Abacate

Sem dúvida, o abacate é um dos melhores alimentos que podem ser consumidos para fornecer benefícios para o cabelo a partir da dieta.

Rico em ácidos graxos essenciais, antioxidantes e proteínas de alta qualidade, esta deliciosa fruta ajuda a alimentar as células e as fibras capilares para aumentar o seu crescimento.

Estimula a produção de colágeno e elastina, duas substâncias naturais que mantêm a saúde da pele e do cabelo.

Reduz o ressecamento do couro cabeludo, reduzindo a fraqueza e a quebra associadas à desidratação.

Como você pode ver, há muitos alimentos úteis para fazer o cabelo crescer mais forte, bonito e volumoso. Inclua-os com mais frequência em seu plano alimentar e comprove, por si mesma, todos os seus benefícios.

Fonte: Melhor com Saúde